MPF torna ex-governador do Rio réu pela 23ª vez

Cabral.


O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB) virou réu pela 23ª vez na Operação Lava Jato. A Justiça Federal aceitou nesta sexta-feira as duas denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal referentes à "Operação Pão Nosso", deflagrada no mês passado.

Segundo o MPF, a operação revelou "ramificação" da organização supostamente chefiada pelo ex-governador em contratos da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária.

Estima-se que o dano causado à pasta seja de R$ 23,4 milhões.

Cabral, que está preso desde novembro de 2016, já foi condenado em cinco ações. A pena, acumulada, ultrapassa os 100 anos.

7 comentários:

Anônimo disse...

Xiiiii, agora o Erir dança. Pelo menos terminou de pagar a casa na região serrana do RJ.

Anônimo disse...

Lula disse que esse era o cara. Que o povo deveria votar no Cabral que esse é que faria alguma coisa pelo povo. Agora sabemos a fria que Lula nos botou. O cara roubou o povo e o Estado. Já virou réu 23 vezes e faliu um Estado inteiro. E o povo? Todos pobres e marginalizados.

Anônimo disse...

O PMDB governou o Rio de Janeiro por mais de 20 anos e o resultado está aí.
No RS, dos últimos 30 anos, o PMDB administrou 20 e o resultado está aí.....
Para o bem do Brasil, PMDB NUNCA MAIS

Anônimo disse...

É um ladrão completo!
Pegou o dinheiro da Saúde, Educação, Segurança Pública, Infraestrutura, Esporte,...
Ainda não satisfeito, não perdoou nem o pãozinho dos Presídios!

FAÇANHA, o ADVOGADO do POVO. disse...

Porque não queimam num poste, como na Idade Média? Não se trata de inquisitores reencarnados no MPF? A quem aproveita essa guerra aos políticos? A que serve? Eu sei mas não digo!

Anônimo disse...

Esse tá mais f**ido que o ladrão 9 dedos.

Anônimo disse...

Mas bah!!!!!!

Vai ver, é por isso que o Maluf ficou doente.

Foi superado.