Seu Walter trabalha há 80 anos na mesma empresa, a Renaux, de Brusque, SC.

Nesta reportagem especial de Domingo Espetacular, a Record TV conta a história dos oitenta anos de trabalho de Walter Orthmann numa única empresa de SC, a RenauxView (no início chamada de Indústrias Renaux) Brusque.

O vídeo rola nas redes sociais e no WhatsApp. Neste domingo, o editor recebeu pelo menos duas cópias. 

A sua carteira de trabalho tem a assinatura da primeira e única ficha de admissão do simpático senhorzinho, hoje com 95 anos, que dirige seu próprio carro e bate ponto dos os dias. Como vendedor, ele completou 7.500 horas de vôo pelos 27 Estados e Distrito Federal, só parando aos 90 anos. 

Sobre o sucesso nas vendas, ele contou dois segredos:

1) Não empurre produtos para o cliente, mas ouça o que o cliente deseja.

2) Nunca diga não, mesmo quando tiver que dizer não.

Uma vida inteira de dedicação à indústria de tecidos de Brusque rendeu um merecido registro no Guinness Book como o funcionário com maior tempo de trabalho em uma mesma empresa no mundo - há 10 anos ele já havia conquistado status semelhante, considerando só o Brasil.

De office-boy, seu Walter foi galgando espaços e hoje é gestor de vendas. 

11 comentários:

Anônimo disse...

Acharam um "garoto" propaganda pra reforma da previdência?

Anônimo disse...

Igualzinho ao Lula.

Anônimo disse...

Parabéns e obrigado ao editor.O melhor vídeo de trabalho e deficação que vi. E não ia ver na Record hoje,ia perder algo inédito assim. Valeu Políbio

Anônimo disse...

--O cardiologista que consulto trabalha das 08:00 às 20:00 no consultório. Na primeira vez que fui havia pessoas em todas as cadeiras e mais um amontoado em pé, curioso perguntei para atendente quantos médicos para atender a todos, ele sorridente disse-me que era só um. Ainda curioso, ao entrar na sala dele para ser atendido, antes de qualquer atividade, pedi licença para lhe fazer uma pergunta. Respondeu-me sim, então perguntei-lhe sua idade... disse-me 78 anos... Sai dali sentindo-me aliviado de minhas dores, pois ter a atenção e dedicação de tão nobre profissional é motivação para se ir em frente e enfrentar qualquer tipo de problema. Não à toa que países como o Japão veneram seus antepassados, pois é fácil perceber que a vida não é tão difícil como cremos... A esses "velhos" sempre meu respeito e grande admiração... Parabéns.

Anônimo disse...

Com essa garra e essa vontade de vencer, certamente que nunca foi esquerdista, senão teria se aposentado com 30 anos de idade por causa dos "dereito adiquiridu" por invalidez moral!

Anônimo disse...

ISTO É UMA QUESTÃO PESSOAL, decisão individual, O QUE NÃO SE PODE TER É APOSENTADORIAS PRECOCES e remunerados como se estivesse na ativa, as custas do trabalhador da produção de riquezas!


Anônimo disse...

mas vamos falar a verdade, são poucas as empresas que dão oportunidade para as pessoas de idade maior para continuarem seus trabalhos. Hoje eles jogam todos os velhos no lixo....

pense nisso... e para essas empresas eu digo: criem vergonha na cara !!!! A computação é igual ao nome...

Anônimo disse...

Quantas greves do PT, da CUT e dos comunistas sindicalistas esse senhor não deve ter enfrentado. Ainda bem que não sucumbiu à indolência dos petistas et caterva. Exemplo de vida, de caráter. E ainda dizem que precisam de sindicatos. Precisamos é de gente assim e de empresas que valorizam seus bons funcionários, como a Renaux.

Anônimo disse...

Trabalhando por 80 anos, sem desejar aposentar-se. E o Lula em Paulo Henrique Amorim, inimigo público nº 1 do trabalho.

Anônimo disse...

Que exemplo de pessoa de valor! E que bom que ele teve a sorte de atuar em uma empresa que valorizou sua colaboração.

Anônimo disse...

Que exemplo de pessoa de valor. E que sorte a dele ter trabalhado em uma empresa que valoriza seu esforço.