Sem adesão a novo acordo da dívida com a União, governo gaúcho enfrentará colapso nos serviços públicos

Este card que o governo estadual dispara por WhatsApp, mostra didaticamente o destino que os deputados estaduais querem dar aos R$ 11 bilhões que o governo terá que pagar para a União ou poderá utilizar para garantir salário sem dia e melhoria dos serviços públicos. 

A decisão de ajudar a tirar o setor público do atoleiro e do colapso está nas mãos da Assembleia. O governo tem os 28 votos para aprovar a proposta de adesão ao RRF, mas não garante os 33 votos que precisa para autorizar a venda de CEEE, Sulgás e CRM. A autorização do caso do RRF é apenas para aderir  ao novo acordo, mas o contrato propriamente dito terá que ir de novo a exame. A Assembleia reúne-se em convocação extraordinária a partir de amanhã e até o dia 31. Só poderá examinar as propostas de Sartori (leia nota a seguir, que publica a íntegra de cada proposta).

Em longa entrevista exclusiva de duas páginas para o jornal Zero Hora deste final de semana (o jornal circula no sábado, em edição conjunta com a de domingo) e com parcelamentos salariais consecutivos desde fevereiro de 2016, o governo de José Ivo Sartori não usou meias palavras para dizer o que acontecerá se a Assembleia rejeitar sua proposta de adesão ao RRF dos Estados:

- Será colapso das finanças pública.

E caos nos serviços públicos estaduais, com salários prejudicados para todos os servidores, não só do Executivo.

CLIQUE AQUI para saber mais.

13 comentários:

Mordaz disse...

Na verdade é um colapso anunciado. Em três anos o estado não obterá retorno para voltar a pagar acrescido do alongamento da dívida e mais os novos empréstimos que vai contrair neste período. Em três décadas de existência o estado não conseguiu isto, não será em apenas três anos que vai realizar o milagre. Ainda mais que não existe pelano de desenvolvimento algum, só de gastar mais este dinheiro.

Anônimo disse...

Eu acho é ótimo que quebre tudo.
Serão OBRIGADOS a privatizar.
E pelo teor da matéria a única coisa que querem salvar é o setor público.
Que se LASQUEM !!!

Anônimo disse...

O gov. Sartori comunica pessimamente... Perdeu o trem da história... O colapso está próximo... o RS de amanhã é o RJ de hoje...

Anônimo disse...

Ano de eleição, a irresponsável esquerda vai fazer tudo para prejudicar o RS. Depois na campanha,estes párias,como o insosso Rosseto se apresenta como salvador da pátria.Bando de canalhas. Esta escumalha bandida nunca fez no estado como no País um ajuste de contenção de gastos. Eles vão torrando o dinheiro público e inchando a máquina pública. Esta bandidagem da esquerda tem que ser impedida de ocupar cargos públicos. São bestas humanas. O governo deste falastrão Rosseto e do socialista Olivio foi como se estivessem governando na década de 40. Um pesquisador americano esteve na época aqui e ficou estupefato com o que viu,que parecia estar nos anos 30,40. Este mesmo sem terra quer novamente governar o RS. E receberá milhares de votos,infelizmente. Foi aquele que deu de bandeija a FORD para os baianos.

Anônimo disse...


Sartori,larga de mão deixa as finanças implodir, é o desejo dos deputados comunistas entre outros..

Lágrimas de sangue...quem sabe na dor e desespero os deputados babaquara deixem de levar o estado pro buraco, o atraso.

Anônimo disse...

As privatizações, a redução do quadro deveria ser votado urgente. Assembleia dorme em berço esplêndido e dinheiro no bolso . Esta provando a real inutilidade

Anônimo disse...

Mimimi pró padrinhos. Ninguém acredita mais nessa conversinha da quadrilha editor

Anônimo disse...

Mas é só uma tregua de três anos, ou a dívida vai ser equacionada definitivamente?

RICARDO disse...

GOSTARIA QUE O GOVERNO SARTORI CONSEGUISSE EQUACIONAR AS CONTAS PÚBLICAS COM ESSAS PROPOSTAS MAS, COM OS INCONSEQUENTES POLÍTICOS DA NOSSA ASSEMBLÉIA, LOGO DEPOIS VÃO CONCEDER AUMENTOS AOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS. ACHO QUE CHEGOU O MOMENTO DE CHUTAR O PAU DA BARRACA E DISTRIBUI A CONTA TAMBÉM PARA OS OUTROS PODERES. ATRASAR SALÁRIOS DO LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO SERIA BEM SALUTAR POIS ATÉ HOJE PASSAM DE COLA ERGUIDA PELA CRISE.

Anônimo disse...

É editor!! Vejo que o ano vai ser bem dificil pra sociedade. Vao ser tantas mentiras contadas, devemos exigir daqueles que publicam notícias falsas provas de suas matérias e que sejam de fontes confiáveis.

Anônimo disse...

Pare de ser bitolado. Kkkkk

Anônimo disse...

Só estarão adiando o colapso para o próximo governador. Os gaúchos precisam mudar pelo voto a assembléia, Os atuais deputados não tem interesse no RS. Não basta aprovar/drsaprovar as posições do executivo, os políticos precisam agir, propor mudanças. Os deputados ainda não perceberam que também fazem parte da administração, agem como membros de um grêmio estudantil. Vergonhoso!!!!!

Roberto disse...

Neste ano a gauchada vai de Rosseto para Governador, que por sua vez escolherá para Secretário da Fazenda o "Galo Missioneiro". O Rio Grande vai sair da m****!