Greve dos servidores terminou antes de começar em Porto Alegre

Acabou a greve dos servidores municipais de Porto Alegre. A greve, que seria para durar para sempre, terminou sem começar.

O Simpa, sindicato dos municipários, perdeu o eixo.

Foi uma greve de papel - só de dirigentes chapas brancas do sindicato.

3 comentários:

Anônimo disse...

Sindicatos nojentos q so servem p mamar nossa grana e ayrsar o pais bandi d safados
Aqui em santa catarina ta um cais na saude mas mesmo asdim os medicos nao param mesmo sem receber e na penuria continuam pois o povo nao pode swr prejudicado
Quem faz greve tem eh q ser punido em paises desenvolvidos n tem isto d greve aqui no brasil votaram mal 13 anos no pt maldito agora q paguem tai a conta caos em mais de 90% das cidades nis estados tambem volpaso na saude educacao seguranca infra estrutura vai levar anos p concertsr tamanho estrago sao uns 30 anos de atraso q vamos ter
Partido do inferno - pt tiveram 13 anos e arrebentaram o pais

Anônimo disse...



Na verdade foi vitória do governo, depois de muita denuncia, que começou a dispensar FG's que participam de atos grevistas. Falta os Gestores exigirem mais celeridade nos processos de sindicâncias que envolvem servidores ligados a atos grevistas que a situação normaliza.
Sem punição fica fácil fazer greve.

Anônimo disse...


As comissões de sindicância são corporativistas. Quando se trata de punir servidores "coleguinhas" os processos são tratados de forma mais morosa possível. Prazo inexiste, basta dizer que existe excesso de serviço sem comprovar a justificativa...