Polícia Civil decreta nova greve a partir de segunda-feira

A Polícia Civil do RS decidiu deflagrar uma nova grevegeral  a partir da próxima segunda-feira. A decisão foi tomada de forma unânime na reunião da Ugeirm Sindicato, nesta quarta-feira. A nova paralisação ocorre em razão do parcelamento dos salários. Em outubro, a categoria já havia ficado em greve pelo mesmo motivo, durante cinco dias.

30% dos efetivos permanecerão no trabalho.

15 comentários:

Anônimo disse...

Será que a Polícia sabe que não pode fazer greve?

Anônimo disse...

E pode? Não é inconstitucional?

Anônimo disse...

Para resolver é simples basta tirar o direito de voto dos funcionarios publicos.

Anônimo disse...

Policia Civil em greve é pleonasmo.

Antes de entrar em greve eu queria que a Policia Civil explicasse por que tem delegados, comissários, escrivãos, inspetores e investigadores cuidando de:
- serviços gerais
- folha de pagamento
- almoxarifado
- telefonia
- informática (não investigativa)
- manutenção de veículos
- manutenção predial
- financeiro (não investigativo)
- estacionamento
- comunicação social (alias, área que triplicou de servidores)

Se eles conseguirem me explicar por que esses serviços que não são oficio policial são ocupados por eles, em geral no Palácio de Pelúcia reclamando de falta de policiais nas delegacias, eu apoio totalmente a greve.

Até lá, nem falo em greve ilegítima. Falo em imbecil.

São todos muito burros. Se o Estado precisa mais servidores, não pode dar aumento e as vezes nem pagar em dia. Se os imbecis não fazem suas funções, necessita mais gente. Mais gente = mais servidores.

Logo, essa corja cava a própria cova.

E vale para a BM e outros tantos.

Anônimo disse...

Outro sindicato de gafanhotos, como o Cpers.

Anônimo disse...

A bandidagem já está informada e fará festa em agradecimento .!!!

Anônimo disse...

Será que o polenta sabe que não pode atrasar salários?

Anônimo disse...

Não pagar os salários dos servidores no último dia do mês também é inconstitucional!

Anônimo disse...

resposta aos anônimos: se trabalhar e não receber pelo trabalho já esta podendo greve é o de menos

Anônimo disse...

Terminou o mes, terminou o dinheiro. Sem salário não tem como pagar ônibus ou botar gasolina no carro para ir ao serviço. A parcela do 13o salário é para pagar o pão seco e a agua até o dia do pagamento....

Alberto disse...

Que legal!!! Vamos todos enfrentar bandidos com paus e pedras!

Anônimo disse...

Há, a polícia não pode fazer greve é inconstitucional, mas atrasar o salário tbm é e aí,embora as Constituições, tanto Federal como Estadual já foram, há muito "rasgadas" pelos nosso governantes políticos.

Anônimo disse...

É de admirar....trabalhador do setor privado receber aí pelo dia 10 e não reclama. Tiveram os maiores aumentos da história em 4 anos, sem dizer de onde se tiraria para pagar e ainda se acham no direito de entrar em greve??? Mais um sindicato usado como massa de manobra daquele partido irresponsável que tentou (mas não vai conseguir) quebra o estado e o país!

Anônimo disse...

Trabalhador do setor privado recebe no Quinto "por lei" dia anonimo da 13:52, já o Policial Civil no dia 15, mas a Constituição Estadual estabelece o último dia do mês? Pode?

Anônimo disse...

TEMER REDUZ EM 10,3% GASTOS EM POLÍTICAS DE SEGURANÇA PÚBLICA

Um retrato preocupante do padrão de violência no País, revelado no 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública; com base em indicadores de 2016, os dados mostram que 61.619 pessoas foram assassinadas de maneira violenta – o maior número já registrado pelo estudo em uma década; em números proporcionais, o governo de Michel Temer foi o que menos investiu, em comparação com os governos estaduais; Temer reduziu os investimentos em segurança em 10,3%, a maior verificada desde que o Anuário começou a ser elaborado pelo Fórum Brasileiros de Segurança Pública
2 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 16:46 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube