Pelegos sindicais fracassam novamente no Brasil

A greve dos pelegos sindicais foi novo fracasso.

10 comentários:

Anônimo disse...

A esquerda é um Fracasso. Eles só conseguem se dar bem e ter 15 minutinhos de fama quando arranjam alguém da direita pra acusar de racismo.

Anônimo disse...

Ninguém aguenta mais essa esquerdalha!
Só os pelegos, que estão defendendo a sua boquinha, é que continuam com a baderna. Os trabalhadores querem trabalhar e ganhar seu sustento.

Unknown disse...

Vão trabalhar fdps!!!
Tem que exorcizar esta cambada colocando a Carteira do Trabalho em riste contra elles e dizendo: "Vá de retro pelego"!!!

Anônimo disse...

A esquerda só consegue juntar agora gente em enterro e com incentivo dado aos mortadelas!

Anônimo disse...

hum?!! QUe greve? Juro que não estava sabendo de greve nenhuma

Anônimo disse...

Tu distorce o termo de forma ridícula.
Pelego e aquele que fica ao lado do patrão ou governo e contra seus colegas de classe.

Anônimo disse...

levem um saco de CTPS e joguem perto q eles correm

Anônimo disse...

Espero que o Temer nunca recue!

Anônimo disse...

É só mostrar uma carteira de trabalho que eles fogem como o diabo da cruz.

Anônimo disse...

Que piada esses pelegos. Quem já não sabe que só estão gritando para manter seus cargos e sindicatos diante do fim inexorável que se aproxima. Vejam, por exemplo, os anunciantes do programa Esfera Pública, da rádio Guaíba de Porto Alegre: Praticamente só Sindicatos, tentando fazer terrorismo, dizendo que se privatizarem as estatais onde seus funcionários trabalham, a população sofrerá grandes penas e blábláblá. Eis o que o sindicato faz com o seu dinheiro, funcionário público, diz que defende seus interesses mas gasta o dinheiro que você doou tentando manter seus próprios cargos. O sindicato mente para você. Claramente estão desesperados diante da perda das mamatas. Só que o público não quer mais estatais. A Guaíba mantém o Esfera Pública por causa do dinheiro que recebe da publicidade desses sindicatos que mentem descaradamente em seus comerciais.