Mudanças podem tornar impraticáveis os Planos de Saúde

As propostas de mudança na lei dos convênios médicos, apresentadas na quarta-feira da semana passada pelo relator do projeto, o deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), não agradaram as operadoras de planos de saúde nem o Instituto de Defesa do Consumidor(Idec). É o que conta a reportagem a seguir do jornal Valor, segundo a repórter Beth Koike:

Foram apresentadas cerca de 150 mudanças na legislação. Entre elas estão a obrigatoriedade de as operadoras oferecerem planos de saúde individuais e a permissão para cobrança de reajuste após o usuário completar 59 anos de idade. Atualmente, por conta do Estatuto do Idoso, que veta aumentos de preço para os clientes com mais de 60 anos, as operadoras fazem um reajuste elevado quando o cliente entra nessa faixa, uma forma de compensar a proibição de elevações posteriores. A proposta prevê que o reajuste que seria cobrado na última faixa etária seja parcelado em 20 anos, com cobranças a cada cinco anos.

Vale lembrar que os aumentos aplicados anualmente com base na inflação continuam, independentemente da idade do cliente.

CLIQUE AQUI para saber mais.
CLIQUE AQUI para ler, também, esclarecedora entrevista publicada na Folha.

8 comentários:

Unknown disse...

Pois é... espero que também inviabilize o faraônico plano de saúde integral do Senado da República que é um escândalo!!! Os desiguais perante a lei também são privilegiados com benefícios desiguais!!!
E a turma do Sírio Libanês, será que está preocupada com este projeto???
Mais uma vez, quem está a perigo e vai pagar a conta é a remediada Classe Média brasileira!!!
O saco de pancadas de governo após governo!!!

Anônimo disse...

Antecipar pagamento por conta da possível velhice? Se entendi, é muita criatividade. Os planos de saúde deveriam reduzir a burocracia, gente demais em escritórios, papéis demais, os planos deveriam estar ligados a hospitais.

Anônimo disse...

Faz tempo que estão querendo quebrar os planos de saúde. O problema mesmo é o SUS. Obamacare do B.

Anônimo disse...

Interessante observar que casais com mais de 50 anos são obrigados a sustentar obstetrícias, o que há muito não deveria ocorrer. Sempre acham mais fácil sacrificar os que estão acima dessa idade com aumentos absurdos.

Anônimo disse...

Aos poucos a agenda escravocrata vai sendo implantada ...
O INSS cada vez paga menos, o plano de saúde cada vez sobe mais.
Esse é o modelo reformista do Temer e sua gangue.

Anônimo disse...

Da forma que esta claramente nao funciona. Isso é certo! Agora a culpa é em grande parte devido a super regulacao do governo/ANS. Alguem pensa que os planos nao vende seguro para pessoas fisicas porque sao malvados? nao vendem pois é muito melhor vender planos empresariais (muitos sao empresas de 2 ou 3 integrantes - familias - como é o meu caso). Muitas regras e pouca concorrencia.

Anônimo disse...

ENQUANTO ISTO O CONDENADO LULADRAO E A DILMA LESA PATRIA SE TRATAM NO SIRIO LIBANES

Anônimo disse...

QUEM ELEGEU TEMEROSO FOI O PT QUE TAMBEM NOS ESCRAVIZAVA É NO DESGOVERNO PT PASSAMOS A TRABALHAR MAIS P PAGAR IMPOSTOS PASSAMOS A TRABALHAR QUASE 6 MESES APENAS P PAGAR IMPOSTOS É O PT NOS ESCRAVIZOU COM SALRIOS BAIXOS, COM JUROS MAIS ALTOS DO MUNDO, COM GASOLINA CARISSIMA, COM LUZ CARISSIMA, ALEM DE TER TIRADO DIREITOS DOS TRABALHADORES TER ROUBADO APOSENTADOS,, COM INFLAÇAO EM QUASE 13 COM MAIS DE 14 MILHEOS DE DESEMPREGADOS OS MEDIDOS CUBANOS TAMBEM ERAM ESCRAVOS RECEBIAM APENAS 1 MIL POR MES É 1 MIL -PARTIDO DAS TREVAS

COMUNISMO É CRIME

OS CRISTAOS NAO VOTAM EM VERMELHOS