Sartori avisa que Ruschel é imexível na PGE.

Não vai prosperar a campanha pública da Associação dos Procuradores do Estado do RS, cujo objetivo é derrubar o chefe da PGE, Euzébio Ruschel.

Sartori já mandou avisar que Rushel é imexível.

5 comentários:

Anônimo disse...

tudo mídia para campanha re-eleição.

Anônimo disse...

Tem que pedir para Procurador intensificar a pressão para extinção das fundações. Semana que vem no TRT tem outra conciliação para dar um fim a este impasse que atrasa o povo gaúcho a continuação de fundações já extintas que não tem nem mais trabalho a fazer. todas vampirizadas cheias de contratos,ccs, estagiários, custeio alto. basta, o recurso do imposto tem que ir para saúde, educação e segurança.

Anônimo disse...

Tem que pedir para o MP verificar onde estão sendo depositados os HONORÁRIOS que cabem a parte vencedora, ou seja ESTADO e não aos servidores remunerados para o defender ou executar títulos executivos formados pelo estado, diga-se, DIVIDA ATIVA. VERGONHOSOS ESTES ADV...

Anônimo disse...

Então quem sabe tu vai lá ma frente do TRT fazer panelaço pedindo agilidade no processo?

Anônimo disse...

A associação dos procuradores quer que seus associados recebam honorários pelas causas ganhas, mais do que legitimo. O caminho é terceirizar a defesa do estado. Estes procuradores pedem exoneração, abrem escritórios de advocacia e o estado os contrata, sendo remunerados com honorários pelas causas ganhas. Pela notória capacidade jurídica e administrativa destes profissionais, poderão no minimo triplicar os valores recebidos atualmente do estado, podendo ter inclusive outros clientes.