Carteira de pessoa jurídica puxou a retração do estoque de crédito entre junho e julho

O estoque total de crédito no Sistema Financeiro Nacional (SFN) recuou 0,2% na passagem de junho para julho, de acordo com os dados divulgados ontem pelo Banco Central e dessazonalizados pelo Depec-Bradesco. O estoque total de crédito somou R$ 3,062 trilhões em julho, o que representa uma contração de 1,4% nos últimos doze meses. Com isso, a relação crédito/PIB chegou a 47,8% em julho deste ano, ante razão de 50,7% verificada no mesmo mês do ano passado. Tal crescimento refletiu a contração de 0,9% da carteira de pessoa jurídica, descontados os efeitos sazonais, enquanto a carteira de pessoa física apresentou expansão de 0,4% na mesma comparação. 

Houve recuo da taxa de inadimplência com recursos livres para 5,6%, o menor patamar desde abril de 2016.  

Para 2017, espera-se expansão de 1,0% do estoque total de crédito, impulsionado pelo desempenho positivo da carteira de pessoa física.

Nenhum comentário: