Festa de R$ 200 mil que teve animação do Porta dos Fundos foi feita com dinheiro da Lei Rouanet

Ao lado, cartaz de filme com o humorista.


Um dos investigados pela Polícia Federal na Operação Boca Livre, Demarest Almeida contratou Fábio Porchat para festa, revelou o site da revista Época, conforme reportagem de Daniel Haidar.

Entre as fraudes descobertas pela Polícia Federal na Operação Boca Livre, que cumpriu 14 mandados de prisão nesta terça-feira, dia 28, está a festa de aniversário do Demarest Almeida, um dos mais prestigiados escritórios de advocacia do país. A banca contratou show do humorista Fábio Porchat, do grupo Porta dos Fundos, para animar a comemoração de seus 68 anos, no começo deste mês. De acordo com a investigação, houve uso indevido de financiamento da Lei Rouanet.

Uma auditoria da Receita Federal comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto. A comemoração custou cerca de R$ 200 mil. Nesta terça-feira, policiais federais estiveram na sede do Demarest em São Paulo para cumprir mandado de busca e apreensão. 
Em nota, a assessoria do Demarest diz que “o objetivo da visita [da Polícia Federal] foi a solicitação de documentos e informações relacionados a empresas de marketing de eventos que prestaram serviços ao escritório no âmbito da Lei Rouanet. Tais empresas são alvo da operação. O escritório enfatiza que não cometeu qualquer irregularidade e informa que colaborou e continuará a colaborar com a investigação”.

Fábio Porchat não é investigado nem há qualquer indício de que soubesse da origem do dinheiro. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

7 comentários:

Anônimo disse...

E depois dessa farra ainda vem o Chico Buarque querer defender a Lei Roubanet.

Anônimo disse...

Este comunista quero ver preso junto com Lula. A esquerda caviar deve ser a primeira a ser colocada na lista dos cadeiantes.

Anônimo disse...

“Uma auditoria da Receita Federal comprovou que o escritório deduziu do Imposto de Renda a quantia empenhada no projeto. Nesta terça-feira, policiais federais estiveram na sede do Demarest em São Paulo para cumprir mandado de busca e apreensão”. (oantagonista)

Todos horados e santinhos.

Anônimo disse...

A frase de Nelson Rodrigues nunca caiu tão bem para os tele espectadores da Globo:

"Na hora de odiar, ou de matar, ou de morrer, ou simplesmente de pensar os homens se aglomeram. A opinião unânime está a um milímetro do erro, do equívoco, da iniqüidade. Toda unanimidade é burra. Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar."

Anônimo disse...

Vão alegar que não sabiam e a vida continuará com que lucraram nos anos de roubo.

Anônimo disse...

CADE O JO SIARES LAMBE BOTAS DA DILMETRALHA, CADE A LETICIA SABATELA- ATRIZ FRAQUINHA E SEM SAL, HEHEHHEHEH,= CRETINOS

Anônimo disse...

Cada enxadada, uma minhoca.