MPF denuncia 23 por corrupção no âmbito da Operação Zelotes

O Ministério Público Federal do Distrito Federal denunciou 23 pessoas por corrupção ativa e passiva no âmbito da Operação Zelotes, entre elas o ex-secretário da Receita Federal Otacílio Cartaxo. Os processos investigados envolvem o Banco Santander, a Qualy Marcas Comércio e Exportação de Cereais e a Brazil Trading. Juntas, essas empresas teriam pago 4,5 milhões de reais em propina para obter decisões favoráveis no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão administrativo responsável por julgar litígios sobre pagamento de impostos.

De acordo com o MPF-DF, as negociações criminosas teriam sido conduzidas por intermediários, consultores e ex-conselheiros do Carf, na tentativa de corromper conselheiros do órgão e servidores da Receita Federal. Dos 23 denunciados, quatro já respondem a outra ação por crime cometido no órgão.

Investigações continuam em relação a várias empresas gaúchas, entre as quais RBS, Gerdau e Marcopolo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Sempre foi alardeado que a RBS, Gerdau e Marcopolo eram capitaneadas pelos "grandes" e "iluminados" administradores ilibados e de elevada competência. Parece que a mentira está caindo por terra. Mais um engodo. O que essa "turma" tem é uma boa dose de falta de escrúpulo, saber ficar de joelhos e puxar o saco do governo de plantão e "bons" contatos. Essa é a receita dos "grandes" administradores dessas "empresas". Enquanto procuramos trabalhar honestamente esses srs. "trabalham" por baixo do pano, fazendo acordos espúrios em convescotes e rega-bofes como os amiguinhos de falcatruas.

Anônimo disse...

RBS, Gerdau e Marcopolo envolvidos com corrupção! Que vergonha...

Justiniano disse...

Vamos ter que investir em muitos presídios e penitenciárias, porque vai faltar vagas com tanto corrupto preso.
Agora vai ter presidio padrão FIFA porque serão empresários e donos de grandes empresas os apenados.
Eu sugiro transformar o estádio Mané Garrincha em Brasília em penitenciária tem até um campinho para tomar sol. Esse foi escandaloso uma reforma de estádio que custou 1 bilhão e 800 milhões de reais, metade desse valor deve ter sido propina para o PT e partidos aliados.