Imprensa internacional repele tese de impeachment como golpe de Estado

A reportagem mais visível da coletânea ao lado é da Folha de São Paulo e ela demonstra que pouco depois de uma pequena vacilação, a imprensa internacional não comprou a narrativa de golpe que o governo Dilma e o PT queriam implementar.

Os recortes são dos principais jornais do mundo.

Ao empunhar a bandeira do golpe, dilmistas e petistas queriam passar por vítimas indefesas de golpistas cruéis, o que melhoraria a biografia de Dilma e daria contornos dramáticos e heróicos ao discurso do PT. Seriam ganhos políticos e eleitorais de monta.

A verificação de que o governo petista cai porque é corrupto e inepto, desconstrói o mito Lula, a mística do PT e a imagem de gerentona de Dilma.

Apesr disto, a organização criminosa lulopetista prosseguirá com o discurso reducionista. Isto, aliás, foi o que se viu na nova fala do ministro José Eduardo Cardozo, hoje, na Comissão Especial do Impeachment.

4 comentários:

Emmanuel Carlos disse...

Baboseiras de gente desinformada.
Os jornais estrangeiros ganhariam muito se buscassem informações sem usar daquele prisma esquerdista que lhes é peculiar.
As roubalheiras são escancaradas e confessas, de sorte que o melhor que os tabloides poderiam fazer, é silenciar, caso não tivessem certeza do que dizem.
Por aí se vê o nível de desinformação nos mais diversos quadrantes do mundo: em dependendo dos jornais - e a internet acabou com esse monopólio da informação - e todos seriam toscos e parvos, navegando ao sabor da imprensa.... nem sempre bem intencionada ou informada como deve.

Anônimo disse...


As pedaladas fiscais é considerado crime de responsabilidades,
tanto é que o próprio governo petista tentou escondê-las com
a contabilidade criativa.

Ora, se é legal, porque maquiar os dados ??

DS disse...

Este papo furado de golpe serve tb para uma coisa que não tem chamado a atenção das pessoas. Pelo menos a minha chamou.
O lenga-lenga de sempre do vitimismo, do coitadismo e que a culpa sempre é dos outros agora esta servindo tb para salvar o Lula e o PT. Não salvar da lava-jato ou de outra investigação mas sim como líder inconteste da esquerda. Tirando a culpa da nossa situação das costas do PT e colocando nos outros, o papel de vítima serve para mostrar que os "fascistas estão contra pobres que Lula tanto ama" e mais ainda contra o Lula.
Que esta sendo vítima de um golpe e que a salvação da esquerda passa por ele, Lula e PT, neste momento uma união de personalidades indissolúvel.

Anônimo disse...

O próprio supremo já afirmou que impeachment não é golpe. Essa quadrilha, protocolou 32 pedidos de impeachment contra FHC. Ai não era golpe. Esse partido da ÉTICA E DA HONESTIDADE, recusou-se a assinar a constituição de 1988. Inclusive, puniu 3(três) deputado do pt que assinaram a constituição, com expulsão do partido.