No fim do governo petista de Tarso Genro, bandidos fazem festa regada à cocaína no Presídio Central

A foto ao lado é apenas para ilustração. No video, link abaixo, existem cenas mais escabrosas.



Na virada do governo do PT, os bandidos que cumprem pena no Presídio Central, o pior da América Latina, que Tarso Genro prometeu desativar, os presos fazem festa de final de festa à base de cocaína e rock and roll. O secretário da Segurança, o superintendente da Susepe e o diretor do Central não quiseram falar com os repórteres. Estão todos limpando as gavetas. 

O site www.zerohora.com.br desta tard, conta que a reportagem do Diário Gaúcho teve acesso a um vídeo que mostra detentos do Presídio Central cheirandao carreiras de cocaína na 1ª galeria do Pavilhão B. A farra teria sido realizada entre a noite de quarta-feira e a madrugada de quinta da semana passada. Leia tudo:

No vídeo, presos aparecem sorridentes, festejando a abundância da droga. Em um momento do vídeo, é possível ver um detento, com um relógio no pulso esquerdo, usando uma carta de baralho para separar carreiras de cocaína sobre uma mesa branca. Os presos que estão na fila, cerca de duas dezenas, parecem ansiosos, mas com bom humor. 

. De acordo com uma pessoa entrevistada pelo Diário Gaúcho, os presos, antes de se reunirem no fundo da galeria (correspondente a um dos andares do pavilhão) para consumir a droga, teriam realizado um churrasco para celebrar o Natal. Afesta nas dependências do Presídio Central teria reunido, apenas, "os embolados" — como são chamados criminosos diretamente ligados ao líder da galeria. 

— Os que não têm relação com o patrão, ficaram com o nariz à seca. Foi um presente de Natal do patrão para os embolados — confidenciou uma pessoa que soube da festa.

CLIQUE AQUI para ver os vídeos. 

14 comentários:

Anônimo disse...

Mas, como, Tarso Genro não declarou a imprensa que resolveu a situação dramática do Presídio Central, desativando-o? Na verdade, ao parece, o governador está encerrando seu governo com "chave ouro", ou seja, muita fumaça. A política brasileira está mesmo é no fundo do poço.

Anônimo disse...

Mas que situação dramática anônimo das 20:11? Os caras tão fazendo festa!

Gustavo disse...

nenhum dos "embolados" veio a óbito?
que pena..

Anônimo disse...

Por sorte o presidio central e administrado pela forca tarefa da brigada militar. Por sorte não existe nenhum agente penitenciário da Susepe trabalhando no central. Por isso a conta e da brigada militar. Quem prende não deve cuidar. Infelizmente a brigada militar já se contaminou. Um tapa na cara da sociedade do estado e da justiça. Afinal quem está preso. Só falta os direitos humanos dizer que o preso tem direito a cheirar cocaína.

Anônimo disse...

mas o TanSo Genro não é a favor das drogas... esqueceram de convidar o ilustre DESgovernador??? que mancada.

Anônimo disse...

Essa é a famosa transversalidade dos participação social, Tarso Genro?

Anônimo disse...

Faltou o Tarso, que é o pai da criança na comemoração, não foi, mas em intenção estava presente,
mesmo não indo lá conseguiu um eleitorado cativo e quiçá futuras
filiações partidárias.

Anônimo disse...

Caro Políbio!

Por gentileza, faça um comparativo entre o que foi dito pelo Secretário de Segurança e o Tarso, no jornal de domingo, com estas imagens.
Afinal o TARSO e o Secretário chegaram ao governo, MENTINDO, e na saída continuam MENTINDO.
- Esta é a performance dos Petistas: Mentir e Roubar.

Anônimo disse...

Cheirar. Pode.

Justiniano disse...

Certamente foi Tarso que mandou o presentinho pros cumpanheros. Deve ter um imensa tafona nesse presídio, porque consumiram algum pó.

Certamente o Michels "cara de pinguço", não sabia nada e eles nunca sabem de nada. By! by! Michels vai tomar teus uísques lá por Brasília.

Agora o Sartori pode pedir a força nacional e intervir nessa universidade do crime organizado.

Anônimo disse...

O que acontece hoje no Brasil é a mais franca e evidente degradação das instituições e, por conseguinte, da sociedade. Está tudo perdido. O país teria de ser "refundado". As estruturas apodreceram, o povo é omisso e a juventude, grande parte, perdida sob falsos valores.
Observemos o caos.

Anônimo disse...

Vem aí o Sartori que vai resolver os problemas do Central.
Sim, assim como a Yeda, quando apontaram que era o pior presídio do país.

Anônimo disse...

Pau nesses vagabundos!!!!
Tem que descer o relho e o cassetete !!

Anônimo disse...

querida pessoa q colocou esse comentario tenho familiar da policia q trabalha no central nao fale o q vc nao sabe sao quase cinco mil presos para nem duzentos policiais cuidarem num poresidio desse tamanho e ainda tem essa bosta de direitos humanos q se um policial encostar n coitadinho de um marginall vagabundo desses so se encomoda entao me diga tem como a policia ver tdo q acontece num presidio desse tamanho culpa de tdo uma estrutura de governos e governos q so sabem roubar e nao investen nem em seguranca nem em educacao nem em saude dai vc vem me dizer q a policia e corrupta a policia e si mal paga e desvalorizada dando a cara pra morte pra esse bando de vagabundo q devia mais da metade ta tdo morto