Depois das denúncias sobre maracutaias no St. Peter, Zé Dirceu desiste do emprego de R$ 20 mil no hotel

O advogado do ex-ministro, José Luis Oliveira Lima, anunciou em nota que seu cliente "abriu mão da oferta de emprego" do hotel Saint Peter, de Brasília. Segundo ele, "trata-se de uma decisão tomada com o objetivo de diminuir o sofrimento dos empresários que lhe fizeram a oferta e das centenas de funcionários que trabalham no grupo". Depois que José Dirceu, condenado e preso como bandido do PT, foi contratado pelo hotel, o Jornal Nacional denunciou que a empresa tinha como sócio um 'laranja'; antes, Oliveira 

. A desistência visa descomprimir a pressão sobre os donos do St. Peter, que usam de laranjas para mascarar a verdadeira propriedade (leia nota nesta página). 

19 comentários:

Anônimo disse...

Corre a noticia aqui em Brasilia que verdadeiro dono do hotel é o Lulinha. Jornalistas estavam chegando perto e foi aí que Dirceu resolveu desistir.

Anônimo disse...

Nao eh st peter?

Anônimo disse...

Tadinho, está sendo perseguido pela alma penada do velhinho da bengalada que morreu em condições estranhas quando prenderam ele!

Anônimo disse...

Aquilo lá não é hotel, é uma fazenda de citricos, de tanta laranja que existe. Mas, já sabemos,o Zé não sabia de nada, coitadinho.

Zé quer empregão. Zé quer editar blog desde o xilindró. Ver o Zé Dirceu só "top top"... não tem preço! KKKKK kkkkk... disse...

Brasil das lambanças dos progressistas e das
Leis pra "inglês ver"
Onde o que para muitos não pode
Garantido está para alguns

Dirceu pensa para o Lula,
Ou Lula tem o Zé Dirceu como "laranja"?

Zé 'Divirjo' Dirceu, não divirja mais das leis
De flagra em flagra os "ingleses" estão lhe punindo, Zé! Very good!

Anônimo disse...

Tá e agora não haverá mais investigação?
Certamente haverá.
Só não será mais acompanhada das manchetes da imprensa, com o que os proprietários e autores das tramoias para ludibriar o fisco e levar vantagem poderão se safar mais facilmente, pois não sofrerão a pressão da voz das ruas.
O fato é que o negócio esta muito mal explicado.
Parece até que em tudo que o Zé toca a mão tem coisa para ser investigada.
E os petralhas não se tocam nunca; vão continuar apoiando bandidos presos?

Anônimo disse...

Vai tentar outro de 30 mil.

Anônimo disse...

Bueno, agora a Abril (dona da revista VEJA) que explique porque vendeu a TVA para o mesmo laranja do Panamá que comprou o Hotel que o Dirceu ia trabalhar.

Pega esse emprego Zé Dirceu e companheiros mensaleiros. Pega! disse...

"Cooperativa de mensaleiros recicla madeira do lixo


Mensaleiros são convidados a trabalhar em cooperativa reciclando lixo

Publicado: 5 de dezembro de 2013 às 20:37

Por: Naira Trindade

A Cooperativa Sonho de Liberdade, que ofereceu emprego aos mensaleiros presos no Complexo Penitenciário da Papuda, trabalha com a reciclagem de madeiras de demolição que vêm do lixo despejado na Estrutural. Ela funciona bem pertinho ao lixão, onde são despejadas mais de duas mil toneladas de resíduos todos os dias. A oferta de emprego foi protocolada no Supremo Tribunal Federal ontem (5)."

Texto completo: http://www.diariodopoder.com.br/noticias/cooperativa-de-mensaleiros-recicla-madeira-do-lixo/

Unknown disse...

Maracutaias no Hotel, nas Tvs do Civita e nas empresas do Paes... Mas o que esperar de um imprensa que age como se fosse um imbecil que torce pra clube de chutador de bola? Nada, ne?

João coragem disse...

Devemos ser justos e reconhecer o repórter Wladimir Netto, filho da Mirian Leitão, pelo excelente trabalho que desvendou esta tramóia do companheiro Zé Dirceu e Partido do Trambique. Trabalho livre, bem feito, sem ideologia nem jaba da imprensa...quem dera a RBS fosse competente assim.

Anônimo disse...

Essa é só uma das empresas que têm a maior parte acionária em paraíso fiscal(Panamá). O que tem de multinacional atuando no país com participação acionária em paraísos fiscais não está no gibi. São algumas das empresas que vivem reclamando dos impostos, apesar de na maioria das vezes apresentarem prejuízos em suas demonstrações contábeis para não pagar imposto de renda e contribuição social. Enviam todos os lucros para esses paraísos. Além disso, na maioria dos casos, pagam muito mal seus funcionários. Mas sempre estão nas grandes revistas, como exemplo de empresas, e seus executivos são considerados empresários de grande sucesso.

Anônimo disse...

Anonimo das 21:42, primeiro devem investigar o caso do hotel, não vamos atropelar o fato, vc é mal intencionado sabendo que havia mais coisas não denunciou, é tão culpado quanto eles, no mínimo é conivente para não dizer coisa pior. Além do mais se vc tem informações o fórum adequado é denunciar na PF.




Eduardo Menezes

Anônimo disse...

É um absurdo quererem que o Zé Dirceu costure bolas, afinal, as bolas hoje em dia são feitas com gomos colados !! Como passador de cola ele poderia auferir um salário de no mínimo uns R$ 40.000,00 que é o salário mínimo para esta atividade, afinal o homem não é qualquer um..!

Anônimo disse...

Políbio,

Lendo os jornais e blogs, até parece que o tal Zé Dirceu é o "dono" do seu próprio destino pelos próximos 8/10 anos!!

Quem manda em presidiário é JUÍZ e não assessor de imprensa ou advogado!!

JulioK

Anônimo disse...

Tú, CARLOS SGARBI, acreditas que o Zé está junto com a Veja nos "negócios" na Ilha da Fantasia?

Carlos, conte mais umas, tú, paulista, sabes mais, não é?


Anônimo disse...

o Wladmir eh filho da Leitão?

então a ambientalóide da Globo não conseguiu disfarçar sua admiracao pelos comunas e batizou o filho com nome russo...ehehe

Anônimo disse...

Não vou entrar no mérito do José Dirceu ser do PT.
A questão é que a Globo fez um carnaval, no Jornal Nacional, pelo fato do hotel S. Peters ter sede no Panamá. Isto é crime?

Os irmãos João Roberto Marinho e Roberto Irinetu Marinho são sócios da CHIBCHA Investiment Corporation deste 1984, com sede no Panamá.

A própria Rede Globo em nota que a Receita Federal multou a empresa após constatar uma fraude milionária na contabilidade. Em comunicado oficial, a Globo confirmou a multa de mais de R$ 270 milhões à Receita Federal, em 2006.

O motivo da multaforam as irregularidades na operação de compra dos direitos da Copa do Mundo de 2002. No total chega a mais de R$ 615 milhões (principal + multas + juros)

A fraude foi dissimulada em uma compra dos direitos sobre a rubrica “investimentos e participação societária no exterior”, com transferência de dólares para o paraíso fiscal nas Ilhas Virgens.

Neste pais até corruptos tem o direito de acusar como se fossem anjos.

Anônimo disse...

O DONO deste hotel é próprio Jose Dirceu. A movimentação financeira do JOSE DIRCEU está entre PANAMA e ILHAS CAIMÃ.

Entenderam ou tem que desenhar?