Petrobrás constata sobrepreços de até 1.654% praticados pela Odebrecht

Segndo informa neste domingo o site WWW.brasil247.com.br, anda péssima a reputação da Odebrecht, empreiteira comandada por Marcelo Odebrecht, dentro da Petrobras. Ao passar um pente-fino em contratos da estatal, a presidente Graça Foster constatou sobrepreços de até 1.654% em contratos fechados com a Odebrecht pela gestão anterior.

.A Odebrecht anda sempre envolvida com os governos federal e estadual, inclusive do RS, onde opera sob o nome Braskem o Pólo Petroquímico de Triunfo. O grupo baiano também tem negócios com o governo estadual. Seu homem mais visível no RS, Alexandrino Alencar, integra o Conselhão do Tarso, escolhido a dedo pelo governador.

. Realizados na área internacional, os contratos são objeto de auditoria, vêm sendo redimensionados e podem até ser suspensos. Em reportagem publicada no Estado de S. Paulo, a jornalista Sabrina Valle aponta alguns abusos. Na Bolívia, os itens estavam entre 9% e 1.654% mais caros; no Chile, entre 14% e 598%; na Argentina o sobrepreço médio foi de 95%. Em nota, a empreiteira negou irregularidades. A denúncia atingiu ainda o ex-presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, que tenta se viabilizar candidato ao governo da Bahia.

4 comentários:

Anônimo disse...

E sabem o que vai acontecer? NADA e ainda a Odebrecht vai dar mais dezenas milhões para o petismo por serviços prestados!

Anônimo disse...

Nada mais me impressiona...

Anônimo disse...

A ROUBALHEIRA CONTINUA COM OS OLHOS VENDADOS DO MP-PT DO MAL.

Anônimo disse...

Cada enxadada uma minhoca.