Marcha das Vadias protesta em SP contra a violência contra as mulheres no Brasil

Ao lado, ativista mostra os seios nus para protestar contra a violência masculina contra as mulheres, sobretudo contra os atos de repetidos estupros. A foto e o texto são do jornal O Globo deste domingo.  



A Marcha das Vadias, em sua terceira edição em São Paulo, percorreu neste sábado as ruas da região da Avenida Paulista e do centro da capital. Na ocasião, manifestantes distribuíram cartões informativos de onde as mulheres podem denunciar a violência sofrida e ainda sobre pontos de apoio às vítimas da violência. O tema deste ano proposto pelo coletivo feminista, “Quebre o Silêncio”, tem por objetivo incentivar que as violências sexual e doméstica sejam denunciadas.

23 comentários:

Aquiles disse...

MAS BHÁÁ !!!!

A FOTO MOSTRA A PRIMEIRA E ÚNICA FEMINISTA QUE EU JÁ TER SEIOS BONITOS E APETITOSOS !!!

Anônimo disse...

São sociopatas! São mulheres imorais, indecentes, ou seja, mulheres sem vergonha na cara!

LAMENTÁVEL!


Almirante Kirk

Anônimo disse...

eu ABRAÇO essa va-ops, quer dizer causa


que causa !!!!!!!!!!!!!!!!!!11

Milton Pires disse...

Poderias muito bem publicar o texto que envei sobre isso..
Seria uma opinião diferente.Mas enfim, meu amigo, teu blog; tuas escolhas..

abraço

Milton Pires

Milton Pires disse...

Uma pena que tu não apresentes o texto que enviei sobre o assunto..É um recado para este tipo de mulher..

Mordaz disse...

Onde elas estavam quando Gerald Thomas as chamou de vagabundas e quis meter as mãos por baixo da minissaia?

Anônimo disse...

Adorei.

Anônimo disse...

Por que não tiram toda roupa?

Severo disse...

Hummm, essa rapariguinha tem peitos, digamos, bastante saudáveis!
Gostaria de saber se ela os mostraria com orgulho depois de amamentar um ou dois filhos... Sei não. Acho que não teria nem "peito" nem tempo para essas porcarias, porque uma mulher que se preza - e se respeita! - não desfila em via pública mostrando os seios para "protestar" contra a violência masculina.
Vejam só que coisinha contraproducente: mulheres "liberais", libertinas, desfilam peitos na avenida, mas quando são agredidas por seus maridos, namorados ou afins, não têm coragem de registrar uma ocorrência policial e representar contra seus agressores. Preferem "deixar pra lá" e, infelizmente, continuar apanhando. Mas sabem tudo de sair peladas nas ruas, se autointitulando "ativistas"!
Jovenzinhas estudantes, de boas famílias, criadas com todo amor e carinho (e excessiva liberdade), saem às ruas para ostentar peitos durinhos e ainda cheios de vida por motivos que passam longe de seus cotidianos.
No entanto, são incapazes de sair e protestar contra a impunidade, a corrupção endêmica, uma escorchante carga tributária, o caos na saúde, a educação sucateada ou mesmo contra uma segurança pública deplorável. Não mesmo!
Isso foi coisa dos caras-pintadas, coisa daqueles jovens brasileiros que derrubaram o governo corrupto do Collor, coisa de... socialistas! Aliás, os mesmos "socialistas" que hoje oferecem apoio aos seus partidinhos de esquerda, para fazer as imundícies que fazem, e são incapazes de lhes cobrar ética e moral.
E é por causa de jovenzinhas peitudas e simpáticas, como esta da foto, que perdemos nossos bons costumes e rastejamos nas brumas da mediocridade.
Chegará o dia em que essas rapariguinhas ativistas morrerão de vergonha de si mesmas e tentarão apagar seus passados de "luta"...
Parabéns por tua enorme coragem, minha filha!

Anônimo disse...

É,elas estão realmente na
passeata certa..São vadias mesmo!!!
Onde estava o policiamento?
Não existe mais o conceito de atentado ao pudor,nos atos cometidos no meio das ruas,
praças e avenidas de POA?
Na próxima vez certamente,
a BM aparecerá,quando enfim,
as manifestantes expuserem,
em público,a genitália...

Anônimo disse...

Uma feminista assim faz qualquer um aderir a causa!!!

Anônimo disse...

haja paciência com essa gente pelada que so produz abobrinhas...

vão estudar para se algo útil a sociedade e produzir tecnologia e remédios para beneficiar a população...

Anônimo disse...

Com estes movimentos, a mulher quer se colocar dentro do vaso sanitário.
Será que não tem outra coisa mais digna pra fazer, pra protestar???

Anônimo disse...

se me disserem QUEM é essa ativista e ONDE fica o movimento, juro por deus, não quero nem saber........me filio HOJE , acredito piamente em seus ideais; cara, diz aí onde está a sede delas.

BERNARDO

Anônimo disse...

Putz, que vontade de mamar, hem......................................................................

Anônimo disse...

O gente, porque tanto rancor, prefiro a marcha das vadias do que a marcha do orgulho...marcha dos viados, lésbicas e simpatizantes. Se temos que conviver com esses movimentos, pelos menos que sejam das vadias.

Eduardo Menezes

Anônimo disse...

Respeito muito de onde vem o leite de rescem nascido.

Anônimo disse...


Peitos fraquiiiinhos (com honrosas e raras exceções) e o velho discurso fajuto que só grupos militantes conseguem produzir. No fundo, as "mulhe", como ilustra a fotografia acima, querem é "salvar" uma grande fatia eleitoral, mas nada apresentam além de slogans ultrapassados, dados fabricados (um estupro a cada 15 segundos, por favor) e vitimismo. Claro, com os gigolôs que tem, não era de se esperar "vadias" de nível um pouco melhorzinho.

E ainda por cima me colocam uma suástica na testa da Margareth Tatcher. Além de me brochar, isso mostra a quantas anda o nível intelectual de grande parte de nossa juventude que não consegue, ou tem medo da solidão que é, perceber que seu socialismo de boteco é o irmão gêmeo do nazismo, não o desenvolvimentismo capitalista e o estado mínimo defendidos pela dama de ferro.

Mas quem se importa? O bom e lucrativo nesses dias de petralhismo explícito, é bater tambor. Principalmente contra a classe média "fascista e reacionária" que perde 40% de sua renda em impostos para receber em troca esse tipo de lixo universitário embalado em duas dúzias de peitos murchos (com as honrosas exceções, é claro) ou baforadas de maconha.

Felizmente, a derrota acachapante que esse tipo de militância e seus partidos amargaram nas urnas de Porto Alegre mostra que o povo de verdade (a grande maioria que trabalha, estuda e não precisa de bolsa, CNPQ, revolução ou caridade estatal) está de saco desse papo furado.

Anônimo disse...

Ela mostra os peitos porque não tem neorônios para mostrar.

Anônimo disse...

O dúbio Eduardo Menezes, às 14:04, parece ter sido cooPTtado pelo ideário esquerdopata! Parece-me, salvo melhor juízo, que lel sequer leu uma página sobre algo conhecido como Marxismo Cultural!

Por favor, Eduardo Menezes, saia dessa, rs! Não dá pra brincar com essas coisas!

Almirante Kirk

Anônimo disse...

Bando de gente ignorante que não entende, nem quer entender a importância desse protesto. Só por curiosidade, quais dos imbecis que comentaram esse texto tem sequer ensino superior? Façam um favor a vocês mesmos e guardem suas opiniões distorcidas pra si mesmos.

Anônimo disse...

Realmente, "Anônimo", às 21:20, só quem convive com vadios e vadias é que entende a "importância" desse protesto, rs!

Questões de natureza moral independem de a pessoa ter um diploma universitário! A propósito, curso superior não é garantia de nada, já que, atenção agora, aproximadamente 40% dos universitários brasileiros são analfabetos funcionais... Se já estão assim, imagine-se, então, o que não se passa no aspecto moral e ético, entre outros...

O BRASIL MORREU!


Almirante Kirk

Anônimo disse...

Mais q gostosa hein! Vem fazer protesto aqui em casa danada!