Relator da CCJ decidirá na semana que vem se pedido de CPI é ou não válido

O vereador Elói Guimarães, PTB, relator do pedido da CPI do Instituto Ronaldinho Gaúcho na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, analisará na próxima semana sua validade.

. A última das 12 assinaturas necessárias para a implantação da CPI foi da suplente de vereadora Maristela Maffei, PCdoB, que perdeu a vaga ontem, quando o titular, Tony Proença, PPL, reassumiu seu posto.

. A dúvida reside em se, por não ocupar a titularidade, a assinatura da suplente seria válida.

. Em 2011, outra tentativa de CPI, à época para investigar supostas irregularidades na área da Saúde, foi considerada inválida, já que dois dos signatários já não estavam mais na Câmara quando o pedido foi protocolado.

. A diferença, neste caso recente, é que Maristela ocupava a titularidade, ontem, quando foi feito o protocolo do pedido.

Um comentário:

Anônimo disse...

Mas que estranho... O Políbio na edição de ontem já havia enterrado esta CPI. Que barrigada... As vezes os desejos não se confirmam.