Oposição racha e irá dividida para a disputa com o prefeito Nestor Tissot, PP, em Gramado

A oposição de Gramado, município de apenas 33 mil habitantes da Serra do RS, mas o mais importante pólo turístico do Estado, caminha a passos largos para novo desastre eleitoral. É que ela irá dividida para as eleições deste ano, com duas candidaturas fortes:
- PMDB: Caio Tomazeli.
- PT, PDT, PSB e PCdoB: Gilnei Benetti, do PT

. O candidato da situação, do PP, disputará com o apoio do PSDB. Nestor Tissot, o atual prefeito, irá para a reeleição.

. Gramado, com menos de 20 mil eleitores, não terá segundo turno. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Os gramadenses ainda não assumiram posição em relação aos candidatos. O estrago feito pelos 'metidos' promotores de justiça e promovidos(?) tiraram possibilidades de Tissot. Felizmente a população é anti PT o que já é muito bom.