Governadores querem lei que permita demitir servidores públicos

Em documento apresentado na reunião com o presidente eleito, na quarta-feira, em Brasília, governadores eleitos defenderam mudanças na legislação para permitir a demissão de servidores, tudo como forma de cumprir os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

É o que informa O Globo.

Ainda há muito o que explicar sobre a reunião ocorrida entre Bolsonaro e os governadores.

E o que foi discutido antes e depois do encontro.

43 comentários:

Anônimo disse...

ACABAR com as CORTES? Isto faz com que deixe de ser uma MONARQUIA travestida de república!

Anônimo disse...

Se for possível demitir servidores concursados sem motivo, o que acontecerá será a simples troca de um servidor de carreira por um indicado pelo governante. A cada mandato acontecerá uma verdadeira troca de cadeiras e os serviços públicos ficarão mil vezes piores.

Mordaz disse...

A lei já existe. O que não existe é honestidade dos governantes. Tudo não passa de hipocrisia. Tanto que querem fazer mais e mais concursos ou contratar mais CCs.

Mordaz disse...

Já imaginou o que o PT teria feito com o serviço público se pudesse demitir? Todos atualmente seriam militantes contratados após demitir quem não era PT.

Anônimo disse...

Não precisa de lei. Basta punir quem se recusa a cumprir a função como deve ser cumprida e para isso, deixar de interferir à favor de quem se recusa a cumprir sua função como deve. em outras palavras, deixar de agir politicamente passando a mão na cabeça de quem se recusa a cumprir a função corretamente. Todo o funcionário público tem que reconhecer que recebe um salário todo mês para trabalhar e quando este se recusa cumprir sua função adequadamente, deve-se depois de advertências verbais e escritas, abrir-se-a um processo disciplinar. Com tanta perseguição que há no serviço público de repente uma lei dessas o funcionário pode ser exonerado por pura perseguição. Precisam valorizar a meritocracia e não a subserviência.

Mordaz disse...

Demitir servidores e contratar cabos eleitorais.

Anônimo disse...

#ABAIXO OS BON VIVANT!!!

De fato, será altamente salutar para as contas do governo estadual. Hoje a folha tornou-se um devorador de orçamento do Estado. Não vejo problema algum em enxugar o quadro, uma vez que sempre trabalhei e continuo trabalhando na iniciativa privada, onde os que não tem competência e disposição são sumariamente demitidos. Mas como no Brasil sempre existiu a cultura do "vou fazer concurso público por causa da estabilidade e aposentadoria com ultimo salário vigente" à exceção de poucos, hoje impera a malandragem e a lei do menor esforço. Acabando com estas pérolas na máquina pública, tenho certeza que a prestação dos serviços atingirá outro nível para melhor, sem falar na saúde financeira do Estados. E digo mais, tal ato deve ser estendido inclusive aos setores federal e municipal. Quem trabalha com dignidade, comprometimento e competência, jamais haverá o que temer.

Anônimo disse...

👉 CLT neles.

Anônimo disse...

Eles querem manter os aspones (cabos eleitorais pagos com dinheiro público) e poder exonerar os concursados pra reajustar a lei de responsabilidade fiscal, foi isso que entendi? É muita safadeza, muita pouca vergonha das canalhas. Aspones estão escapando pelo ladrão. A constituição diz que cargos em comissão são apenas de direção, chefia e assessoramento e no entanto, inventam tantas nomenclaturas para cargos em comissão para enfiar cabos eleitorais e amigos dos políticos em cargos públicos.
Só para lembrar a esses que querem essa lei e que a lei da terceirização é inconstitucional.

Artigo 37 da constituição de 1988

II - a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração

V - as funções de confiança, exercidas exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento;

Navegante disse...

Sou servidor Público , creio será uma boa lei, a começar pela demissão de todos os casos!!!!!

Anônimo disse...

O Sartori é contra, pois contrata mesmo sem dinheiro para pagar.

Anônimo disse...

Acho que chegou a hora de buscar uma solução para a quebradeira dos Estados. Não é possível que de 100% arrecadado 70% vai para pagar o funcionalismo público. Sobrando somente 30% para investimentos. Medidas duras deverão ser tomadas para o bem de todos.

Anônimo disse...

Nós vamos corrigir isso aí talquei, sem o vies ideológico 😎.

Anônimo disse...

Políbio: se os governadores quiserem demitir os servidores estáveis, hoje, eles podem. Está previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Basta aplicá-la. Mas, por que não aplicam? Tá lá na lei. Se querem usar, por que não usam? Mas, é bom lembrar: no caso dos policiais (servidores estáveis), está sobrando ou faltando? É extremante perigosa esta ideia de querer facilitar, ainda mais, a demissão de servidores estáveis. Pensem no futuro, e não apenas no agora. Lembrem-se que, nos anos 90, foi feito um PDV no nosso estado, com a desculpa que o mesmo estava "inchado". Resultado: muitos policias militares sairam neste PDV... e o Estado está com excesso de policiais militares, tem de sobra.... Pensem....

Anônimo disse...

Nada mais lógico, sempre premiando a meritocracia para os que permacerem.

Anônimo disse...

Canalhas!!!

Anônimo disse...

Apoiadíssimos. Por todos os motivos.

Anônimo disse...


Ótimo.

Vamos começar pelos CC's.

Depois, aqueles que não servem pra nada: os políticos!

Sério que esse bando de parasitas foi pedir a demissão de concursados!?

Comecem demitindo sua parentada, como, por exemplo, o Sartori, que conseguiu uma boquinha para a Sartorina, sua competente e laborativa esposa.

Anônimo disse...


Vamos ver se o Dudu não vai conseguir uma boquinha para seu companheiro!

E nesse caso, será demitido também?

Anônimo disse...

Governsdores querendo uma lei para demitir funcionários porque tem muita gente sobrando e mesmo assim o serviço público esta um merdha. A maioria dos servidores só pensa nos interesses pessoais e não os do povo que banca seus salários!!

Anônimo disse...

A lei ja existe...é SÓ começar pelo cortes de ccs..horas extras..e assim por diante..

Anônimo disse...

Interessante.

Adequar o quadro administrativo a realidade.

Anônimo disse...

PERFEITO!!! CADA VEZ MAIS ESTOU VENDO O BRASIL ENTRAR NO CAMINHO CERTO. O CAMINHO DO MERITO.

Anônimo disse...

Naturalmente ... depois da proibição da contratação de CCS...

Anônimo disse...


Primeiro façam o que manda a LRF e demitam os CC's.

Cargos em comissão:

- Estado RS : 2.000
- Casa Civil: 200
- Prefeitura de Porto Alegre: 800
- Câmara de vereadores : 1000
- Assembleia Legislativa RS: 1.400

Contei 5.400 Cargos em Comissão na estrutura política. Faltam o TJRS, MPRS,TCERS, e outros...

São 27 estados se seguirmos esta media chegaremos a uns 150.000 Cargos em Comissão no Brasil. Somente o Governo Federal diz que vai encerrar 20.000 cargos em comissão no ano que vem.

Como cada deputado aqui no RS pode ter 17 CC's?

A discussão vem em boa hora.

Anônimo disse...

Queremos também uma Lei do Recall para Governadores, e Prefeitos...

Anônimo disse...

Os eletivos e seus companheiros CCs afundam as contas públicas, e a culpa é do servidor efetivo que tem que baixar a cabeça e aceitar os desmandos hierárquicos.

Anônimo disse...

Se a folha do funcionalismo está inchada, comecem cortando os terceirizados, os CCs, reduzindo Secretarias, extinguindo cargos e cabides de emprego, e revendo certos polpudos salários da folha de pagamento, pois é questionável que alguns servidores recebam salário muitas vezes maior que o seu básico, até mesmo corte do teto constitucional por receber muito além do limite, sendo que o salário básico é muito menor. Uma auditoria nos salários dos servidores com certeza reduziria boa parte do montante. No governo Federal é uma prática os servidores receberem gratificações por desempenho de atividade que mais que dobram o salário, revejam isso. E principalmente parem de gastar mais do que arrecadem, zerem os empréstimos e financiamentos e não contraiam mais nenhum tipo de dívida. Ai sim, as contas se ajustarão e ninguém será responsabilizado pelo erro dos outros.

Anônimo disse...

concordo, servidor publico é igual a a qualquer outro se nao trabalhar direito- rua

aparecido disse...

Servidor deve ser como qualquer empregado.. não trabalhou mandapro olho da rua...aposentadoria do inss e só... quem não aceitar é só não entrar no serviço publico.. a barnabezada preguiçosa está furiosa....

Anônimo disse...

Exato. E que os Cc’s parem de prevaricar

Anônimo disse...

Parece que estou vendo:
- Sr Governador, este mês não vamos conseguir pagar toda a folha, gastamos muito com as mordomias, jantares, viagens, aquisição de carros de luxo.
- Sem problemas Secretário, vamos demitir uns 500 funcionários, assim resolvemos, sabe aqueles que não são do nosso partido, comece por eles.
- Está bem Sr Governador, vou providenciar, eles não tem fundo de garantia, indenizações e outros penduricalhos para receberem, resolvido.
-

Anônimo disse...

Nos Estados Unidos não há estabilidade e as instituições públicas funcionam muito bem.

Anônimo disse...

Exato...afinal nada como viver com medo...

Anônimo disse...

Quero ver demitir alguém do judiciário ou legislativo.

Thiago disse...

Seria lindo de se ver... Acabar com essa mentalidade do concurseiro de carreira, vamos trabalhar e gerar riqueza e não sermos parasitas de quem realmente produz.

Anônimo disse...

É muito mais simples impedir, por lei, a nomeação de cargos em comissão.

Anônimo disse...

Minimi. A estabilidade é constitucional. É quem quiser ser vai ter que estudar muito. Há e se for burro nem assim adianta.

Anônimo disse...

So que aqui e o Brasil, meu caro, e nao os EUA.

Anônimo disse...

So que aqui e o Brasil, meu caro, e nao os EUA.

Anônimo disse...

Isso!!! Estuda..estuda...passa nas provas...é chamado...pronto....agora posso me atirar nas cordas...tem um povinho pagando...e sem patrao..tudo de bom
Jumento

Anônimo disse...

Vai conhecer o servico publico antes de falar. Trabalha, nao se atira nas cordas (como fazem muitos amigos de chefetes na iniciativa privada), e ainda recebe o salario atrasado.

Anônimo disse...

Entendi.
Aí pode colocar no lugar seus amigos. Imagina a "zona" que vai virar.