TSE nega pedido do PT para censurar mensagens privadas de WhatsApp

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luis Felipe Salomão negou um pedido do P para remover conteúdos falsos veiculadas em um grupo de WhatsApp.

Na decisão, o ministro ressalta que as mensagens enviadas pelo WhatsApp não são abertas ao público, como em plataformas como Facebook e Instagram.

A intervenção minimalista da Justiça Eleitoral deve ser observada no caso, na visão do ministro. Salomão destaca ser "evidente" a inviabilidade de controlar esse tipo de mensagem, ressalvados os casos de difusão de práticas criminosas.

20 comentários:

Anônimo disse...

E assim Bozo e a nazistada permanecem vencendo uma campanha eleitoral a base de fake news...

Anônimo disse...

Só falta (e é uma das suas perseguidas metas ditatoriais!!!) esses comunas quererem - sem um ato jurídico - vigiar, censurar e/ou eliminar as conversas telefônicas e outras ligações privadas.

Anônimo disse...

É MAIS UMA TENTATIVA DAS PUTAS COMUNISTAS DE CONTROLAR A MÍDIA... CHUPA COMUNISTADA FDP

Anônimo disse...

O GLOBO DE DOMINGO ESTÁ DESESPERADO. ELES SABEM QUE VÃO PERDER DE LAVADA. O POVO QUE GANHA ACIMA DE R$2.000,00 JÁ SABE O QUE QUER. O BRASILEIRO SE DEU CONTA DE QUE LULA USOU O CARGO DE PRESIDENTE DA REPÚBLICA PARA "ARRUMAR" A VIDA DE SEUS FILHOS, NETOS, BISNETOS, TATARANETOS... REPITO, O POVO, QUE GANHA ENTRE R$2.000,00 E R$10.000,00, VAI ELEGER BOLSONARO NO DIA 28/10, INDEPENDENTE DO QUE PUBLIQUEM EM JORNAIS, REVISTAS E TVs. GAME OVER, petismo! BOLSONARO 17. UM CAPITÃO VAI SALVAR ESTA NAÇÃO!!!

Justiniano disse...

A verdade vencerá sobre esse bando de bostas petistas.

Anônimo disse...

Ao imbecil das 09:15: é mais fácil teu ditador fazer isso.

Anônimo disse...

Sai dai mortadela ai d coma fake nees é voce seu imundo covarde te nude pra venezuela o pt tem q ser é cassado ainda por cima quer censurar a imprensa e a internet era soh o q faltava ditadura comunista

Anônimo disse...

PT sempre foi aquele partidinha pré 2002 que só vivia de reclamar.

É só perder os cargos que todos ficam desempregados por que não tem 1 emprésario ou 1 profissional liberal sério.

Anônimo disse...

GOOGLE E WHATSAPP DEVEM REVELAR AUTORES DE VÍDEO DE BOLSONARO QUE ATACA MINISTROS DO STF

Depois de mandar o Google excluir oito vídeos do Youtube, o ministro Carlos Horbach, do TSE, também determinou que o site forneça os dados dos apoiadores do candidato Jair Bolsonaro (PSL) que foram responsáveis pela publicação dos vídeos que atacam ministros do Supremo Tribunal Federal.

14 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 12:19 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Do Conjur - Depois de mandar o Google excluir oito vídeos do Youtube, o ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral, também determinou que o site forneça os dados dos apoiadores do candidato Jair Bolsonaro (PSL) que foram responsáveis pela publicação dos vídeos que atacam ministros do Supremo Tribunal Federal.

A decisão atende um pedido do Ministério Público Eleitoral. Conforme a decisão deste sábado (13/10), o Google tem 48 horas para atender a ordem. Já o WhatsApp tem 24 horas para o bloqueio do compartilhamento do link do vídeo e 48 horas para o rastreamento "do mais remoto upload do arquivo e identificação do usuário responsável". (...)

Anônimo disse...

MÉDICO NEGRO, QUILOMBOLA E FILHO DE LAVRADORES PEDE VOTO EM HADDAD


"Sou médico, negro, nordestino, de origem humilde, quilombola, filho de lavradores e acima de tudo brasileiro! E por isso prezo pelo bem do país e dos brasileiros", diz João Costa, graduado recentemente em medicina. "Quero deixar claro que não sou totalmente a favor do que o PT cultua e pratica, mas em momentos de turbulência o melhor e mais sensato é ficar ao lado do povo, ao lado daqueles que queiram o melhor para todos, independente do sexo, cor, religião ou condição econômica e principalmente ao lado dos que NÃO disseminam o ódio e a violência", afirma, antes de pedir voto em Fernando Haddad

14 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 08:24 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

BOLSONARO QUER MEXER NA SUA APOSENTADORIA JÁ NO COMEÇO DE 2019
Fernando Frazão/Agência Brasil

“Se for presidente, vamos votar em 2019 uma reforma nossa da Previdência”, disse Bolsonaro a jornalistas na casa do empresário Paulo Marinho, na zona sul do Rio de Janeiro, onde foi gravar programas eleitorais de rádio e TV

14 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 06:04 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube


BRASÍLIA (Reuters) - O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou neste sábado que pretende votar a reforma da Previdência num eventual primeiro ano de governo, em referência à mudança na Constituição que é considerada crucial para reequilibrar a grave crise fiscal do país.

Anônimo disse...

BOLSONARISTA LUTADOR DE JIU-JITSU ESPANCA JOVEM EM SP


Um jovem foi agredido, nesta sexta-feira (12), após discussão política em uma lanchonete em Itatiba; Vinícius Costa, de 18 anos, ao discordar da opinião política do agressor, um lutador de jiu-jitsu, recebeu vários socos na cabeça enquanto era chamado de 'viado';"Hoje, se não fossem os garçons da lanchonete, eu poderia acabar como mais um Mestre Moa", afirmou o jovem em um desabafo nas redes sociais

14 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 10:06 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

247 - Um jovem foi agredido, nesta sexta-feira (12), após discussão política em uma lanchonete em Itatiba. Vinícius Costa, de 18 anos, ao discordar da opinião política do agressor, de nome Ricardo, recebeu vários socos na cabeça enquanto era chamado de 'viado', segundo reportagem da Tribuna de Jundiaí.

O agressor, Ricardo, fugiu antes da polícia chegar ao local. De acordo com Vinícius, o estabelecimento tem câmeras de segurança e deve liberar as imagens após pedidos da Justiça.

Anônimo disse...

NASSIF: MILITARES PODEM DERRUBAR BOLSONARO E BRASIL TERÁ A PAZ DOS CEMITÉRIOS


"No início, o governo Bolsonaro não será expressão do poder militar, mas apenas um celerado no poder. Com o caos, haverá razões de sobra para as Forças Armadas entrarem em cena, contendo as loucuras até o limite de substituir Bolsonaro por um governo militar autêntico", diz o jornalista Luis Nassif. "Aí o país encontrará de novo a paz dos cemitérios. E todos aqueles que se auto-iludiram em um momento crucial para o país, terão o resto de suas existências para fazerem autocrítica".

14 DE OUTUBRO DE 2018 ÀS 05:54 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube


Trecho da coluna do jornalista Luis Nassif – No início, o governo Bolsonaro não será expressão do poder militar, mas apenas um celerado no poder. Com o caos, haverá razões de sobra para as Forças Armadas entrarem em cena, contendo as loucuras até o limite de substituir Bolsonaro por um governo militar autêntico, tocado pelo candidato a vice-presidente general Mourão.

Aí, a loucura ultradireitista será submetida a um modelo racional e inevitavelmente autoritário, expressão autêntica da racionalidade militar.

Anônimo disse...

Dodge já sabe que vai dançar:

Quem mandou ir na calada da noite ao Jaburu?

14/10/2018 - Conversa Afiada

Procuradora foi ao Palácio da Propina perguntar a que horas era a posse. Quá, quá, quá! (Reprodução/TV Globo)

Por Lauro Jardim, no Globo Overseas (empresa que tem sede na Holanda para lavar dinheiro e subornar agentes da FIFA com objetivo de ter a exclusividade para transmitir os jogos da seleção):

A resistência
A equipe de Raquel Dodge está tensa com a perspectiva da eleição de Jair Bolsonaro. Embora a maioria seja formada de antipetistas, a fama de Bolsonaro na PGR é ainda pior, principalmente por suas posições em relação aos direitos humanos e ao meio ambiente. A defesa da derrubada de árvores, feita pelo general Oswaldo Ferreira, provável ministro dos Transportes de Bolsonaro, que disse que antigamente "não tinha o MP para encher o saco", foi muito mal recebida. A avaliação é que caberá a Raquel ser a resistência a Bolsonaro - e ela não pensa muito diferente.

Sem recondução
Raquel já comentou com pessoas próximas que sabe serem nulas as chances de uma recondução ao cargo de PGR com a eleição de Bolsonaro, que foi denunciado por ela ao STF por racismo. Seu mandato expira em setembro.

O medo
O temor na PGR é que Bolsonaro não respeite a lista tríplice e nomeie um integrante do Ministério Público Militar como procurador-geral. A Constituição diz que o presidente deve escolher como PGR qualquer integrante do Ministério Público da União, que abrange também o MP Militar.

Anônimo disse...

Fake news: fãs de Bolsonaro usam inauguração de obra para inventar que Haddad tem Ferrari:

​ 14 out 2018 - DCM

A metralhadora de mentiras mantida pelos apoiadores de Jair Bolsonaro na internet inventou uma nova calúnia contra Fernando Haddad: a imagem do “político ostentação”. Nada mais distante da atuação sempre honesta e da personalidade do candidato. O time do Zap do Lula tem recebido diversas denúncias de imagens e vídeos mostrando Haddad com um relógio que valeria mais de R$ 400 mil ou que o colocam como proprietário de uma Ferrari amarela. É mentira!

O que os criminosos não sabem é que, tentando atacar a imagem de Haddad, mostram um dos muitos sucessos de sua gestão como prefeito de São Paulo. Usam um vídeo em que o candidato aparece saindo de uma Ferrari para dizer que o carro é dele. Não é. Na verdade, as cenas foram feitas na entrega de obras no Autódromo de Interlagos, na capital paulista, para o GP 2016 de Fórmula 1.

As obras, que começaram em 2013, colocaram o autódromo em um nível de modernidade igual ao dos europeus. Mesmo com a falta de recursos, a São Paulo Obras conseguiu resolver as questões operacionais e garantir a Fórmula 1 na cidade até 2020. Todos os detalhes foram publicados no próprio site da prefeitura de São Paulo.

Na entrega, Haddad, orgulhoso de mais um importante feito, teve a oportunidade de dar uma volta de Ferrari na lendária pista. Essa é a verdade! Nas fotos do evento, você não só pode desmentir a mentira dos Bolsofakes como ver mais detalhes dessa obra de Haddad para a cidade!

Sem coragem para debater ideias e propostas, os apoiadores de Bolsonaro tentam deturpar o passado para criar mentiras em benefício próprio. Mas, ao contrário do candidato deles, o passado de Haddad é motivo de orgulho e só confirma porque ele é o homem de confiança de Lula.

Outra mentira que tem sido muito denunciada é o suposto valor do relógio que o candidato usa, na ordem de centenas de milhares de reais. Isso é outra mentira que mostra o nível de desespero dos criminosos. O acessório foi um presente da família quando Haddad venceu a eleição para a prefeitura de São Paulo. “Se eu soubesse que ele valia R$ 400 mil reais, como estão dizendo, eu nem andava com ele. Nem a pulseira eu troco!”, ironizou o candidato na manhã deste domingo (14).

“Eu não tenho carro no meu nome e virei proprietário de uma Ferrari [nas fakenews divulgadas]”, denunciou. “Não é assim que se ganha uma eleição, e todos os dias eu faço esse apelo para que parem com isso. Ele [Bolsonaro] diz que não pode se responsabilizar, mas quem está pagando por isso? Quem é que paga por essa campanha por WhatsApp?”.

“Fica o alerta e o apelo para que parem com isso, que não é assim que se ganha uma eleição. Isso é ruim para o Brasil!”, afirmou. “Vamos debater propostas. Ele não participa dos debates porque não pode dizer na minha cara as coisas que diz na internet. Frente a frente, não se sustenta. Não é assim que se faz campanha, isso nunca aconteceu no Brasil”, encerrou. (...)

Anônimo disse...

Miriam Leitão: PT, de fato, combateu corrupção, e ameaça à democracia é com Bolsonaro:

14/10/2018

Jornal GGN - Após ser atacada por seguidores de Jair Bolsonaro nas redes sociais, Miriam Leitão publicou, em O Globo deste domingo (14), um novo artigo reafirmando que é o candidato do PSL, e não Fernando Haddad, do PT, a ameaça maior à democracia brasileira. "A opinião que provocou a fúria dos seguidores de Jair Bolsonaro repito aqui: os riscos à democracia não são equivalentes nos dois cenários eleitorais. São maiores com Bolsonaro", escreveu.

A jornalista aproveitou o texto para reconhecer que o PT, de fato, estruturou o combate à corrupção fortalecendo e dando autonomia às instituições. Porém, em sua avaliação, Miriam assinalou que o partido de Haddad falhou no mea culpa tanto na economia quanto com os escândalos que atingiram suas lideranças.

"O PT cometeu os erros que — os que seguem esta coluna sabem — jamais deixei de criticar, mas o partido de fato fortaleceu a Polícia Federal, escolheu o primeiro da lista para o Ministério Público, nomeou ministros do Supremo que em sua maioria tiveram e têm posições de independência. Aprovou a Lei da Delação, da Ficha Limpa e do Acesso à Informação. O partido acabou vendo seus dirigentes denunciados pelo MP e condenados pela Justiça. Em vez de fazer autocrítica pelo vasto esquema de corrupção no qual se envolveu, o PT preferiu dizer que o julgamento não foi justo e que é perseguido por procuradores e por juízes. Também não reconheceu os erros que cometeu na economia e que levaram o país à recessão e ao desemprego."

Já Bolsonaro, por sua vez, "fez, de forma sistemática, na sua carreira política, a apologia do regime ditatorial, exaltando inclusive os seus piores crimes como a tortura e a morte de adversários políticos. Isso é incontestável. Há palavras demais dele confirmando essa visão."

A jornalista reclamou ainda que a imagem de Bolsonaro foi por sua campanha vinculada às Forças Armadas, e a corporação, que deveria por obrigação afastar essa aproximação e manter-se neutra, decidiu cruzar os braços. "O silêncio é eloquente", escreveu Miriam.

Anônimo disse...

‘Fake news’ contra Haddad não poupam nem os mortos:

14 out 2018 - Blog do Esmael Morais

As notícias falsas estão sendo uma das principais armas da extrema direita nestas eleições. Neste caso, nem a falecida atriz Betriz Segall foi poupada.

A campanha de Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila criou canais para receber denúncias e muitas delas já foram “derrubadas” pela Justiça Eleitoral.

A disseminação desses conteúdos ganhou um espaço muito forte nas redes sociais, em especial no Whatssapp. Muita gente simplesmente repassa os conteúdos sem verificar a origem e a veracidade dos fatos.

E, muitas vezes, quando a “fake news” é desmarcada, o estrago já está feito.

Mas tem horas que a notícia falsa é tão descarada, que beira o ridículo, como esta imagem de uma senhora que teria sido agredida por petistas. Acontece que a imagem é da atriz Beatriz Segall, falecida há pouco mais de um mês.

A imagem mostra os feriamentos que a atriz sofreu em 203 ao levar um tombo na rua no Rio de Janeiro. Acesse aqui a matéria original.

Anônimo disse...

Tv 247? Que MERDA Petista é essa? Credibilidade ZERO!!!!

Anônimo disse...

Polibio , quando o Handrade diz nao entender porque tantos militantes para bolsonaro, um comunista jamais vai entender uma coisa dessas, se ele entender ele deixa de se pt, kkkkk

Anônimo disse...

Bolsonaro é Temer, Temer é Bolsonaro:

PSL foi mais fiel aos canalhas golpistas que o MDB

14/10/2018 - Conversa Afiada

Na convenção do PSL que oficializou a sua candidatura à presidência, no último domingo (22), Jair Bolsonaro atirou para todos os lados, com críticas ao seu adversário eleitoral, Geraldo Alckmin, mas também contra os governos de Dilma Rousseff e de Michel Temer.

Contudo, apesar dos ataques, o partido de Bolsonaro - o PSL - foi o que mais se alinhou às pautas do atual governo Temer em 107 votações realizadas no primeiro semestre de 2018 na Câmara. É o que aponta um levantamento da consultoria política Arko Advice, que mostrou 67,73% de fidelidade dos deputados do PSL às pautas do governo. Esse índice supera até mesmo o partido de Temer, o MDB, que tem fidelidade de 64,34%, sendo seguido por PSDB (63,05%), PPS (63,03%) e PP (58,26%).

Dentre as pautas, estão a questão da intervenção no estado do Rio de Janeiro, o cadastro positivo e temas ligados à Petrobras (PETR3 +1,77%;PETR4 +2,08%) e à Eletrobras (ELET3 +1,48%;ELET6 +2,12%).