Servidores de Porto Alegre começaram greve política esta manhã

Os municipários de Porto Alegre estão em greve por tempo indeterminado.

A greve é política e começou esta manhã, já que foi chamada para protestar contra projetos de reforma administrativa enviados pelo prefeito ao Legislativo.

A liderança é do Simpa, dominado por opositores radicais de esquerda.

Todos os serviços municipais pararão, inclusive serviços de saúde, educação e abastecimento de água, mas transporte coletivo (Carris) e recolhimento de lixo (Dmlu) funcionarão normalmente, já que os servidores das duas áreas não estão sujeitos ao Sindicato dos Municipários.

3 comentários:

Anônimo disse...

Se cortar 5o% dos servidores municipais não farão falta, além de cortarem outros 50% da Câmara de Vereadores também ajudaria muito na economia de dinheiro público.

Anônimo disse...

Cidadaos fiquem atentos. Nenhuma vantagem ou despesa de servidores sera reduzida. Ao contrario aumentos e recomposiçoes salariais SERAO BANCADADAS COM O NOSSO DINHEIRO VIA AUMENTO ESCORCHANTE DO IPTU.
PASSAREMOS A PAGAR ALUGUEL PARA A PREFEITURA BANCAR SALARIOS E CORRUPCAO! CHEGA VAMOS REAGIR.
IPTU SE AUMENTAR NAO VAMOS PAGAR.

Anônimo disse...

Não vivemos na Índia,mas temos aqui uma das maiores CASTAS da nossa sociedade.
Estes funcionários públicos com seus pinduricalhos pra aumentar salários.
Em resumo,pagamos impostos somente pra pagar tetas pra essa gente.
Tapar buracos,nem pensar.
Quando é que isso vai terminar?
Nunca.