Política de preços de combustíveis muda, mas governo diz que Petrobrás não vai perder

A nova política de preços é algo como fazer omelete sem quebrar os ovos.

O  governo anunciou há pouco que embora tenha mudado a política de preços dos combustíveis, a Petrobrás não perderá nada, porque os valores serão estabelecidos a partir da porta da refinaria para fora, mantendo-se os critérios atuais.

O governo não explicou como acontecerá isto, mas se presume que haverá livre competição a partir das distribuidoras e postos de combustível.

Eis o que disse o ministro Carlos Marun:

- A política de preços da Petrobras continua intacta e preservada até a porta da refinaria. Da porta da refinaria para frente, o governo brasileiro decide dispor de recursos para garantir uma política de preços na bomba que seja compatível com a realidade brasileira, reconhecendo que a imprevisibilidade estava causando transtornos à vida do cidadão brasileiro.