Outro cidadão gaúcho é assaltado e abatido a tiros, como gado, em Porto Alegre

Um cidadão gaúcho de 74 anos, Yoshiki Sato, foi assassinado a tiros, ontem a tarde, durante um assalto no bairro Sarandi, na zona norte de Porto Alegre. O crime ocorreu na Avenida 21 de Abril, 14h.

Yoshiki Sato estava em uma camionete Tucson quando foi abordado e assassinado por homens armados, que o mataram com tiros no peito.

A Brigada diz que Sato reagiu ao assalto.

3 comentários:

Anônimo disse...

Ele tinha arma para reagir ao assalto? Bandidos são covardes, matam por prazer, um cidadão com essa idade não tem como reagir e levar vantagem, direito depo cidadão ter uma arma no Brasil, já passou da hora.Na região da Paulista em São Paulo, um cidadão foi assassinado na calçada na frente de N carros passando, se o brasileiro tivesse o Direito a posduir uma arma esse bandido não seria tão ousado, tinha no minimo uma duvida que os traseuntes poderiam estar armados.Eles fazem isdo por terem a certeza que o cidadão e um cordeiro para ser abatido e nunca terá um pastor para impedir.Brasil, País de Tolos.

Anônimo disse...

Ele tinha arma para reagir ao assalto? Bandidos são covardes, matam por prazer, um cidadão com essa idade não tem como reagir e levar vantagem, direito depo cidadão ter uma arma no Brasil, já passou da hora.Na região da Paulista em São Paulo, um cidadão foi assassinado na calçada na frente de N carros passando, se o brasileiro tivesse o Direito a posduir uma arma esse bandido não seria tão ousado, tinha no minimo uma duvida que os traseuntes poderiam estar armados.Eles fazem isdo por terem a certeza que o cidadão e um cordeiro para ser abatido e nunca terá um pastor para impedir.Brasil, País de Tolos.

elias disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.