TJ anula decisão do juiz Coitinho que repelia pedido de censura sobre a peça "Jesus, Rainha dos Céus"

Foi anulada esta tarde a decisão do juiz José Antonio Coitinho, que negou liminar para trancar a exibição do monólogo "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha dos Céus" (foto ao lado), conforme o que determinou o desembargador Francesco Conti, que considerou o magistrado da 2a. Vara da Fazenda Pública incompetente para julgar o caso.

CLIQUE AQUI para examinar a decisão do desembargador, que foi monocrática.

O advogado Pedro Lagomarcino, que ajuizou Agravo de Instrumento para atacar a sentença de Coitinho, não soube falar de prazos para nova decisão, porque Conti mandou tudo para o Juizado Especial da Fazenda Pública, a quem caberá dizer se acata ou não a liminar pedida para mandar a transsexual Renata Carvalho embora. A peça começa esta noite em Porto Alegre.

Na liminar, o juiz singular considerou o pedido como um desejo de censura, mas o advogado queria impedir desperdício de dinheiro público, já que o monólogo será pago com recursos da prefeitura e dos governos federal e estadual. O juiz elaborou sua sentença em cima da repetição dos conceitos apresentados pela própria atriz. Ele chegou ao ponto de comparar o pedido feito por Lagomarcino como algo semelhante aos ataques feitos contra o semanário francês Charlie Hebdo:

- Na essência, foram censurados. Aojuiz não compete censurar a fé ou a sua ausência.

CLIQUE AQUI para ler o que escreveu o juiz Coitinho, que agora não tem mais valor.

13 comentários:

Leigo católico disse...

Nós católicos e nossos irmão na fé cristão precisamos boicotar este tipo de espetáculo por nos agride e desrespeitar nosso Deus.
EXIGIMOS RESPEITO!!

Anônimo disse...

Sugiro que esse bosta faça uma peça de teatro com a mesma vagabundagem, daí escrachando Maomé e o Islã... Seria muito divertido...

Cap Caverna disse...

Um besta humana, que acha que é mulher, vai fazer essa heresia e assistido por outros e outras filhas do capeta chifrudo.

Anônimo disse...

Não entendo porque os homossexuais querem agredir o Cristianismo. Se dentro da Igreja existem tantos padres homossexuais.

Anônimo disse...

Imagine se o contrário tivesse ocorrido: Que um grupo religioso resolvesse criar um espetáculo teatral onde a comunidade glbt fosse escrachada e o politicamente correto fosse ignorado e essa peça teatral apresentasse diversas piadas que envolvessem a moçada que queima a rosca. Não tenho a menor dúvida que TODOS os juízes que julgassem a causa dariam ganho aos glbt. TODOS!
Sociedade hipócrita. Estado aparelhado com a agenda da esquerda e o politicamente correto.

Anônimo disse...

E a Igreja Católica não se manifestou neste caso?

Anônimo disse...

É certo que nunca veremos um único veado "macho" que terá a coragem de fazer uma peça teatral humilhando o islamismo, Maomé ou o alcorão. Mesmo sabendo que o islamismo é extremamente crítico e punitivo com relação à homossexualidade eles não terão essa hombridade. Eles bem sabem em qual face podem dar o tapa.
Da mesma forma essa viadagem aparelhada com a esquerda jamais apresentará uma apresentação teatral criticando os regimes comunistas que mataram milhares de homossexuais e os enviaram para campos de concentração na Sibéria. Conveniência diabólica.

Anônimo disse...

Essa é a única forma de um troço desses aparecer.

Anônimo disse...

Parabéns ao advogado Pedro Lagomarcino pela iniciativa, é meu candidato para Dep. estadual, e Marcel van Hatten agora para federal!

Façanha, o advogado do povo disse...

Agora os portadores de TARAS sexuais podem debochar de tudo e de todos!Esfregar suas PERVERSÕES nos altares católicos.

Carlo Germani disse...

Sugestão de leitura de artigo

Blog de Jorge Serrão: www.alertatotal.net

Artigo do historiador Carlos I.S.Azambuja

Artigo: Marxismo Cultural: A estratégia primária da esquerda ocidental
(19/9/2017)

PS-O termo Marxismo cultural,é mais preciso substituído por Contra-Cultura (ou "Politicamente correto","Progressismo",ou relativismo moral e cultural)
(vide Gramsci e a tomada do poder por dentro do Estado e da sociedade).

PS2-Todos os que estão engajados nessa insanidade estão,como dizia Stalin:
são "soldados rasos" ou idiotas-úteis do sistema.
Como a meta maior do esquerdismo é o poder ditatorial e totalitário,os idiotas-úteis serão destruídos.

Anônimo disse...

Chegar a ponto de comparar uma solicitação de liminar contra a dissipação de dinheiro público em uma peça que afronta valores cristãos, com um ataque de terroristas islâmicos que assassinaram a sangue frio muitas pessoas, que afrontavam valores de todas as religiões, mostra a desqualificação moral desse juiz para o exercício do cargo.
Ou se trata de um concurseiro bem sucedido preocupado em parecer politicamente correto, ou se trata de um pelego ideológico esquerdo-islamista, ou mais um hipócrita, laico só quando se trata de contrariar cristãos.
Será que se fosse uma peça afrontando valores islâmicos ele negaria liminar?

MARCELO POSSER disse...

Nossa igreja perde fiéis a cada dia. Eles não se posiciona, não se defende, não empolga o povo para suas causas. Tem que sair de cima do muro e se manifestar. Fiéis de verdade apoiarão.