Força Sindical usa mobilização em SP para elogiar o governo Temer

O ato era unitário contra o governo Temer e a favor dos governos corruptos de Lula e Dilma, os discursos foram predominantemente contra o governo, mas o presidente da Força Sindical e do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, mudou o tom.

 Ele disse ser a favor da PEC do Teto dos Gastos, elogiou Michel Temer e atribuiu a crise econômica à ex-presidenta Dilma Rousseff.

A manifestação, na manhã desta sexta, diante da Superintendência do INSS em São Paulo, no Viaduto Santa Ifigênia, não teve a presença da CUT, ao contrário do previsto. Participaram representantes da CGTB, CSP-Conlutas, CTB, Força, Intersindical, Nova Central e UGT. Já a CSB não participou dos preparativos do ato.

No discurso que fez, Paulinho jogou a responsabilidade pela crise no “governo Dilma Roussef”. Ao falar com jornalistas, afirmou que Temer está “corrigindo os erros” do governo anterior e elogiou a PEC. “Mostra ao mundo que o Brasil tem rumo.” Ele avalia que a situação do país estará melhor daqui a quatro ou cinco meses. O dirigente da Força e do Solidariedade falou também sobre a demissão do ex-ministro Geddel Vieira Lima. “Foi um motivo muito pequeno. Falei com ele por telefone hoje e disse que ele não deveria sair. Mas renúncia é uma questão pessoal.”

9 comentários:

Unknown disse...

Paulinho... por que não revisar a legislação de greve... das paralisações e das manifestações???
Este é o trabalho parlamentar!!! O resto é politicagem!!!

Unknown disse...

O problema não é Gedel... á a fraqueza de Temer!!!

Unknown disse...

Temer tem que abrir mão de ser político profissional e ser mais pragmático!!!
Só assim conquistará a aprovação que necessita!!!
Dória está aí para comprovar o que afirmo!!!

Anônimo disse...

Concordo com o Paulinho, todos brasileiros sabem que foi Lula e Dilma que colocou o Brasil no atoleiro da crise e da corrupção com desvios bilionários de entes políticos em seus desgoverno.

Anônimo disse...

Querem que o Temer ou outro, consertem os estragos de uma Perda do Tsumame que se abateu no Brasil de 2003 à 2016?

Anônimo disse...

Sindicato Pelego, editor?

Anônimo disse...

paulinho da força rompeu com luladrao e o partido dele é contra o pt, ele anda sempre com bolsonaro em brasilia

Anônimo disse...

essas eleicoes dentro de sindicatos sao piadas, urnas fraudadas, atas adulteradas e coisa muito masi grave

Anônimo disse...

Tudo o que vem dos sindicalistas é suspeito. O Temer tem que se afastar dos sindicatos. E tem que acabar com a contribuição sindical obrigatória!