Dilma aprova reajuste salarial médio de 27,9% para os militares

O Palácio do Planalto informou ainda há pouco ao editor que o governo encaminhou ontem ao Congresso Nacional o Projeto de Lei que trata do reajuste salarial dos militares das Forças Armadas. 

A mensagem da Presidência da República foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. 

O Ministério da Defesa, desde o início do ano, estabeleceu uma série de diálogos com a equipe econômica do governo. Nos últimos dias, conseguiu elevar o índice de reajuste do soldo dos militares, que anteriormente estava em torno de 25,5%, para uma média de 27,9%.

15 comentários:

Anônimo disse...

Em quatro anos, ou seja: 5% ao ano com uma inflação projetada de 10% ao ano. Portanto não configura aumento e nem reajuste, pois não repõem nem a inflação. Mas claro que no atual contexto, de incompetência e corrupção, não se poderia esperar por um reajuste adequado, maior que a inflação. Mass

Anônimo disse...

Já se mantinham calados. Agora, ficarão mudos para sempre.

Anônimo disse...

Dinheiro não dá cria. Estão sendo ofertadas cirurgias plásticas, reajustes em um país quebrado. A nossa dívida já está custando R$ 400 bilhões de juros ao ano. Tirem esta populista de lá ou mandem a conta para o partido dela e para os comunista de plantão.

Anônimo disse...

Os militares merecem , ganham pouco , por um trabalho honesto, dedicado, patriotico e sem horas extras , de dedicacao integral a patria. O Brasil ainda nao se deu conta do alto nivel profissional de suas Forcas Armadas. Destruiram a principal empresa do Pais, a Petrobras , acabaram com o Itamaraty, sempre elogiado no cenario internacional, debilitaram a nossa economia , mas nao conseguiram apequenar as nossas Forcas Armadas !!!

Anônimo disse...

Exército, para que exército se nosso único inimigo real é interno e não fazem nada para combatê-lo? Estão destruindo o Brasil e não são os americanos não, são os bolivarianos!

Anônimo disse...

Noticia incompleta, não tem data de reajusta, em quantas parcelas, para os leigos fica a impressão que este aumenta será concedido em uma única vez.

Anônimo disse...

O aumento será concedido ao longo dos próximos quatro anos, sendo 5,5% a partir de agosto de 2016, ou seja, menos da metade da inflação do período.

Anônimo disse...

Políbio,

A Dillma+Barbosa vão estourar a "boca do balão".

JulioK

Anônimo disse...

Pior somos nós, do Judiciário Federal (exceto magistrados), que estamos desde 2009 SEM UM ÚNICO CENTAVO DE REAJUSTE SALARIAL!!! Desafio alguém DEMONSTRAR o contrário!!!!!

Anônimo disse...

Quero saber de onde virá o dinheiro? FMI? Mais pedaladas? Dinheiro novo emitido pela casa da Moeda? O país está totalmente quebrado! A madama sabe que governa no Brasil ou nos "Esteites"?

Anônimo disse...

Vergonha os militares estão com salários defasados d mais,agora esta merreca em 4 anos,pouca vergonha

Unknown disse...

Essa noticia está incompleta, não menciona a contar de quando entrará em vigor, nem se será parcelado ou não esse ¨REAJUSTE¨como ocorreu no desgoverno Lula

Mario disse...

Políbio
O "reajuste", que não cobre nem a inflação de 2015, de 11% e mais a de 2016 (viés de alta) , começará a ser pago em agosto de 2016 (5%) , e será quitado em quatro anos.Uma vergonha. Outras categorias, com poder de barganha, tem a reposição de no mínimo a inflação anual. Você poderia atualizar a matéria! Da maneira que está, como já foi dito em outros posts, parece que tudo será pago de uma vez, e que a milicada vai encher o bolso. O que fazer? Como diz a patroa, se sentar no pátio e dizer que não vamos trabalhar, quem notará a nossa falta?

Carlos Petry disse...

Medidas idiotas como esta só servem de estímulo aos jovens brasileiros de não fazerem carreira militar. AS Forças Armadas já praticamente não existem.

Anônimo disse...

Por que a notícia foi postada desta maneira, sugerindo um aumento que não corresponde à realidade?