Nesta segunda, Passo Fundo saberá como é que Tarso entregou sua herança maldita para Sartori

A Caravana da Transparência do governo do Estado começa nesta segunda-feira (30), em Passo Fundo. O evento ocorre a partir das 19h20, no prédio no prédio U1 do Campus 1 da Universidade de Passo Fundo (BR 285, km 292, Bairro São José). Nos encontros, representantes do Executivo detalharão a situação das contas públicas, que vêm se agravando ao longo dos anos, e as medidas para o enfrentamento da crise.Também serão debatidas ações prioritárias que irão integrar o Plano Plurianual (PPA), coordenado pela Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento Regional. "É um ato de transparência e respeito à sociedade", diz o governador José Ivo Sartori. 
A situação das finanças é tão crítica que, ao nascer, cada gaúcho tem uma dívida de R$ 6.840,00. Em um período de 44 anos, foram em apenas sete que o Estado conseguiu gastar menos do que arrecadou. Em 2015 faltarão R$ 5,4 bilhões nos cofres públicos - é preciso desembolsar R$ 30,8 bilhões para cumprir todos os compromissos, e a arrecadação prevista é de R$ 25,5 bilhões. Ainda, há outros R$ 663 milhões em despesas realizadas e não pagas - só para os hospitais chegam a R$ 255,1 milhões. 

A dívida do Estado com a União é o dobro do valor arrecadado, chegando a R$ 54,8 bilhões. Fora isso, as fontes de financiamento praticamente se esgotaram: não há capacidade para novos empréstimos, os recursos do Caixa Único e dos depósitos judiciais estão baixos e não há rendimentos decorrentes de correção de inflação, por exemplo. 

Para enfrentar essa situação, o governo vem adotando medidas com vistas a atingir o equilíbrio financeiro - redução nas despesas com horas-extras, pagamento de diárias, viagens, locações e novos contratos. Houve a reprogramação do Orçamento de 2015, estabelecendo cotas para despesas de custeio ajustadas pela Secretaria da Fazenda com os demais órgãos do governo. A meta é obter uma economia de R$ 1,073 bilhão.


Caravana da Transparência - Programação 
Dia 30/3 - 19h20 - Passo Fundo
Dia 31/3 - 9h - Ijuí
Dia 31/3 - 16h - Santa Maria
Dia 06/4 - 13h30 - Novo Hamburgo
Dia 07/4 - 19h - Osório
Dia 10/4 - 13h30 - Alegrete
Dia 13/4 - 13h30 - Pelotas
Dia 14/4 - 13h30 - Lajeado

Dia 16/4 - 19h - Caxias do Sul

5 comentários:

Anônimo disse...

Todos sabemos que Tarso foi o pior governador que o RS já teve.
Melhor seria se fosse responsabilizado pelos seus "desmandos".
Porém, acho que o choro já passou dos limites. Tenho visto poucas ações práticas e as que vejo são criação de secretarias e cargos para parentes. Isto não é ético.
De concreto, podemos esperar policiamento nas ruas, salário justo para professores e melhorias na saúde?

Anônimo disse...

Tarso foi o pior governador... porém está passando o.troféu para este néscio aí...
Viagenzinha aqui e ali... diária lá. essa caravana vai dá muito lucro pra trupe soltá abobrinha.
solução nenhuma. senão já tinham agido.
sartori não vai... sabe q será hostilizado

Anônimo disse...

Engraçado que os mesmos que participaram do governo Britto , privatizaram quase tudo , renegociaram com FHC, divida que falavam que em pouco tempo seria liquidada, querem reclamar de um problema que eles mesmos criaram. Tem muitos da equipe do Britto que estão no atual governo. O que mudou foi do Busatto para o Busatinho.

Anônimo disse...

AINDA acho que pior do que TARSO somente o OLIVIO!

OS EFEITOS do governo OLIVIO temos hoje e para o futuro, falta de receita até para pagar nossos marajás!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.