Entrevista, Margrit Sauer - Ataques podem colocar em risco a credibilidade do candidato atacado

ENTREVISTA
Margrit Sauer, consultora em Marketing Político

Marina congelou seus índices, o que quer dizer que cairá daqui para a frente ?

O fenômeno Marina, precisa ser analisado com cuidado. Antes do início do processo eleitoral Marina Silva já apresentava um índice de intenção de voto em torno de 20%, que não são transferidos para Eduardo Campos, cuja morte coloca Marina com mais evidência na mídia. Por isso mesmo, ainda é cedo para prever com precisão o que acontecerá com Marina. É preciso esperar as pesquisas que sairão nesta semana para entender se ela começa a reverter seu crescimento, ou se atingiu um patamar de votos em torno do qual permanecerá até o final. É interessante observar que ela segue vencendo a presidente Dilma no segundo turno. Este é indicativo de que ela ainda não está em queda.

Aécio Neves dá sinais de que voltará a crescer.
Aécio Neves, não conseguiu fazer sua candidatura decolar até o momento, mas a pesquisa IBOPE apresentada hoje (17/09) mostra uma pequena melhora nos seus números. Estamos saindo da famosa “barriga” período eleitoral que tem pouca atenção dos eleitores. 

Que barriga é essa  ?
A “barriga” se dá após 15 dias do início e uns 15 dias antes do final da campanha, que são os dois momentos de maior atenção do eleitor à campanha.

Marina vem sendo fortemente atacada pelos seus adversários, mas será que estes ataques “colam” em Marina?
Vamos ver, até o momento ela resiste.

Na eleição de 2012, o então candidato a prefeito de São Paulo Celso Russomano-PRB, que  figurava nas pesquisas em primeiro lugar,  caiu vertiginosamente na última semana, terminando em terceiro lugar.
Os ataques que sofreu colocaram em risco sua credibilidade e Fernando Haddad, que estava em terceiro lugar, recebe os votos de Russomano, indo para o segundo turno e se tornando Prefeito de São Paulo.  Isso é possível, mas é cedo para dizer  se este fenômeno se abaterá sobre Marina Silva. Até o momento ela resiste aos ataques e pouco se altera a intenção de voto na candidata.

Casos de crescimento dos indecisos, como revela Datafolha no RS, como devem ser analisados ? A tendência pretérita dos indecisos foi caminhar para o vencedor ? Afinal, quem não escolheu quase até o final, acaba votando em quem vai ganhar ou está perto de ultrapassar o outro ? Refiro-me, claro, a Dilma e Marina, que estão tecnicamente empatadas.
O eleitor brasileiro não vota em partidos, vota na pessoa. No momento em que esta pessoa passa a ser o alvo dos ataques o eleitor resolve repensar seu voto. Não quer dizer que ele decida votar em outro candidato, mas neste momento está em dúvida. Este é um dos motivos que a proximidade da eleição contribui para aumentar o número de indecisos. Diante de tantas acusações o eleitor que pensava saber em quem votar, fica em dúvida.

O voto útil é possível ? Tem gente querendo inflar desde já o voto em Marina para impedir migrações indesejáveis para Dilma no segundo turno.
O voto útil pode acontecer, sim. E a probabilidade é do eleitor fazer uma opção por Marina, vendo nela a possibilidade de ganhar de Dilma.

Site: www.institrutoamostra.com.br
E-mail: margritsauer@institutoamostra.com.br

Vá esta noite com seus amigos, conhecidos, namorados.
5 anos o melhor do gênero, segundo Veja.
Cardápio, cartas de cervejas e chopes artesanais (mais de 100 rótulos de várias partes do mundo):
www.biermarkt.com.br

5 comentários:

Anônimo disse...

Sr. Políbio.
Marina deve vencer. Gerdau já pulou para o barco dela. E Gerdau está SEMPRE do lado dos vencedores desde 1500....@fitzca

Anônimo disse...

Tomara que aconteça o fenômeno Russomano aqui para governador, no caso a Ana Amélia ou o Tarso para a entrada do Sartori.

Anônimo disse...

A Marina = Dilma, Dilma = Marina.
Aécio firme para o segundo turno !

Anônimo disse...

Por que o Datafolha suspendeu a divulgação da pesquisa eleitoral para presidente que aconteceria hoje?

A Bovespa caiu o dia inteiro antecipando resultados.

Anônimo disse...

Por que o Datafolha suspendeu a divulgação da pesquisa eleitoral para presidente que aconteceria hoje?

A Bovespa caiu o dia inteiro antecipando resultados.