Líder opositor preso na Venezuela afirma que "mudança" precisa de gente na rua

Plaza Brión de Chacaíto a esta hora, domingo.


Manifestantes prosseguem com protestos no país neste domingo em Caracas e outras cidades do país

O site da revista Veja informa neste domingo que o líder do partido opositor venezuelano Vontade Popular (VP), Leopoldo López, que está preso em um presídio militar desde 18 de fevereiro, disse que “a mudança política e social” que ele reivindica em sua luta contra o presidente Nicolás Maduro deve ser feita em paz, “mas na rua”. Leia tudo:

Neste domingo, a capital Caracas e outras cidades da Venezuela voltaram a ser palco de protestos convocados pela oposição. Imagens mostram que algumas das manifestações reúnem milhares de pessoas.

“A mudança só pode chegar pelas mãos de milhões de pessoas na rua, em paz e sem violência, mas na rua", ressaltou em uma entrevista publicada neste domingo pelo jornal oposicionista El Nacional.


O economista, prefeito entre 2000 e 2008 do município de Chacao, epicentro dos protestos que se repetem desde 12 de fevereiro, disse que não se arrepende de ter se entregado voluntariamente após ter sido acusado de atos de violência registrados em uma marcha pacífica que terminou em incidentes que causaram a morte de três pessoas. López revelou que na penitenciária reservada para chefes militares acusados de delitos só pode ser visitado por sua esposa, pais e advogados, e que é impedido ter contato com outros presos. “Sou um preso político, um preso de consciência de Maduro e sua institucionalidade manipulada", comentou.

6 comentários:

Anônimo disse...

O editor é insistente, não consegue buscar uma foto consistente da "grande" revolta da Venezuela. Essa então, parece mais uma grande feira. Nada de revolta, nada de nada.

Anônimo disse...

Que anônimo idiota útil. Só trouxas acham que alguém gosta de comunismo e ditaduras.
O admiravel na Venezuela é que o povo está fazendo manifestação pacífica e ordeira. O governo é que manda seus milicianos apavorar os manifestantes, mas nem assim o povo desiste. São verdadeiros heróis esse povo Venezuelano.

Anônimo disse...

Esperar que um esquerdista seja ao menos factualmente honesto é malhar em ferro frio, como diz Reinaldo de Azevedo, portanto as manifestações aqui postadas pelos petralhas, mostram o grau excepcional da imbecilidade.

Anônimo disse...

Petralhas em estágio de pura negação dos fatos, que piada.

Anônimo disse...

Políbio,

O PT esta com medo que o Maduro caia e a moda se espalhe!!

JulioK

Anônimo disse...

A esquerdopatia brazuca não se conforma com o fim da ditadura bolivariana! Aparecem aqui tentando minimizar os fatos, fazendo piadinhas, tudo fruto do desespero.