Artigo, Alexandre Schwartsmann - A conta do desleixo

No artigo que escreveu na Folha de S. Paulo esta semana, Alexandre Schwartsman, doutor em economia pela Universidade da Califórnia e ex-diretor do Banco Central, explica que embora tenha finalmente reajustado os preços dos combustíveis, o governo ainda resiste a adotar uma regra que relacione preços domésticos aos externos, usando, para isso, dois argumentos, como de hábito, equivocados. Leia tudo:

Afirma (o governo) primeiro, que não poderia "indexar" a gasolina num momento em que supostamente luta contra a indexação. Adicionalmente argumenta que trabalhadores ganham em reais, não em dólares, não sendo, portanto, justo que tenham que arcar com o preço internacional do combustível.
O primeiro argumento é risível. A começar porque ligar o preço doméstico da gasolina à sua contrapartida internacional não guarda nenhuma relação com indexação. Esta consiste em reajustar automaticamente preços (ou salários) de acordo com a inflação passada, como ocorre com os aluguéis ou as mensalidades escolares.

. No caso da gasolina, seu preço lá fora pode aumentar ou diminuir, assim como o preço do dólar (a taxa de câmbio) pode subir ou descer. Nada sugere que preços internacionais de gasolina se guiem pela inflação (americana?) passada, nem que a taxa de câmbio passe por qualquer processo semelhante.

Diga-se, aliás, que -se isso fosse mesmo um problema de indexação- o governo teria também problemas com os preços da carne, da soja, do aço, das TVs, dos automóveis ou de qualquer outra mercadoria.

CLIQUE AQUI para ler tudo. 

8 comentários:

Luiz disse...

Morreu Mandela, o Lula da Africa

Anônimo disse...

O discurso do PT é voltado para o segmento "bolsa família", então junta-se deseducação temperada com hipocresia, quanto mais melhor. Tem gente que até hoje acredita que o Brasil pagou toda dívida externa e somos auto-suficiente em petróleo conforme foram iludidos pelo Lula. E assim, o nosso povo vai ficando cada vez mais ignorante.

Anônimo disse...

NÃO É DESLEIXO

É

"ENROLEIXO"

OU

"TERTÚLIA FLÁCIDA PARA ACALENTAR BOVINO"
(conversa mole prá boi dormí)

Alberto/NH disse...

E os custos do sorteio da Copa "caça-níqueis"/2014? No Maracanã vai haver o "anti-sorteio" onde o povo carioca vai tentar mostrar ao mundo quem está na verdade pagando esta conta...

Unknown disse...

Polibio,veja o pq do índice de desemprego supostamente esta baixo,o rendimento médio esta estagnado desde 2002, em junho de 2002 o rendimento médio era de 1648 r$, em setembro de 2013 o rendimento médio foi de apenas 1758 r$, ou seja em 11 anos de governo petista houve apenas uma melhora de 110 r$ no rendimento médio.
É um dado que a oposição não usa contra o PT.
Fonte IBGE
Tabela completa http://migre.me/gU5T1
Tabela em barras jpg
http://migre.me/gU9Az

Anônimo disse...

Falam do Lula, mas só tem analfabeto comentando.

Anônimo disse...

As 18:49h passou um ser que caminha em quatro patas e mesmo assim acocora na Papuda!

Anônimo disse...

E cego lendo, seu PTRALHA das 18:49!