Governo Dilma pode aumentar impostos para compensar novos benefícios


Diante dos protestos nas ruas, o governo federal não descarta aumentar impostos para compensar despesas que surgirem para atender às demandas da sociedade. Em entrevista ao jornal O Globo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reforçou o compromisso fiscal. “Qualquer renúncia será acompanhada de corte de despesa ou de outra tributação para compensar”, disse Mantega.

. Já é possível calcular em pelo menos R$ 50 bilhões os gastos extras com três propostas apresentadas no mês das manifestações: 10% da receita corrente bruta para a Saúde, isenção de tributos federais para o combustível e novas regras para divisão do Fundo de Participação dos Estados. Nos últimos dez anos, os governos petistas gastaram menos do que o previsto no social: aplicaram só 61% do dinheiro destinado à Saúde e 38% do que seria usado em Educação.


- O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) marca, na manhã deste domingo, R$ 770 bilhões em recolhimento de tributos. O valor representa o total pago pelos brasileiros em tributos federais, estaduais e municipais desde 1º de janeiro.

7 comentários:

Anônimo disse...

“Dentre as coisas que faltam, uma delas é a Polícia (E QUEM A COMANDA) fazer seu trabalho com os bandidos e cumprir seu dever moral com as pessoas de bem, estejam em casa ou na rua.”
E finaliza: “Dentre outras coisas que faltam, acrescento: lugar de deputado, senador, ministro e presidente tratar da saúde é no SUS. E o lugar dos filhos deles estudarem é na escola pública. Simples assim. E que pais e filhos usem transporte público (sem carro oficial). Rapidamente, o SUS, escolas e transportes públicos ficarão muito bem, obrigado.

Anônimo disse...

O PSDB deve realizar uma convenção interna para ver quem vem para Presidente, ou Serra, ou Alkmim, ou Fernando Henrique (88 anos) e, por último, aécio, assim não dá mais:

Nos, da elite, maioria da pesquisa, não pudemos dar o golpe. Mas não dá mais pra ver Pobre comprando carro, andando de avião, e tirando vaga da universidade federal, passando nos concursos públicos mais procurados é o cumulo, não pode, só nós temos esse direito. KKKKKK


Anônimo disse...

e com isso cai mais ainda a popularidade da sapa

Anônimo disse...

Se ela aumentar impostos, vai zerar sua "popularidade"!

Anônimo disse...

Grande Teoria:....


A teoria do Caos e as manifestações por R$ 0,20:

Do site Professores UFF

A Teoria do Caos

Quando os gregos queriam se referir a um vazio abissal, usavam a palavra cháos.

Caos nem sempre é uma coisa ruim. No sentido de pura desordem, realmente, pouco se pode dizer a seu favor. Mas o que o matemático James Yorke estava querendo dizer quando tomou este termo emprestado em 1975, era desordem ordenada - um padrão de organização existindo por trás da aparente casualidade.

E isso é uma coisa muito boa.

A "teoria do caos" - o estudo dessa desordem organizada - entrou em vigor somente nos anos 80, mas suas sementes foram lançadas em 1960, quando um meteorologista do M.I.T, Edward Lorenz desenvolveu modelos computacionais dos padrões do tempo. Como todo mundo sabe, é muito difícil fazer uma previsão de tempo a longo prazo, ainda que possamos isolar muitos dos fatores que causam as mudanças. Lorenz, como outros, pensava que tudo o que era preciso para uma melhor previsão era um modelo mais abrangente. Então, escreveu um programa baseado em doze equações simples que em linhas gerais modelava os principais fatores que influenciam o tempo.

Anônimo disse...

Agora os elementos "porta vovozes do governo", digo, do "caos" espalham que o governo vai aumentar os impostos.

Surfista Prateado disse...

Os governos federais do PT, de 2002 para cá, já aumentaram em mais de 50% os impostos sobre as empresas privadas, principalmente as pequenas, para financiar as bolsas-esmola e outras "políticas" cretinas. COM ABSOLUTA CERTEZA, isso vai acontecer novamente agora, para pagar a conta das "bondades" que Dilma fará para tentar recuperar sua popularidade.