Dica do editor - Na Netflix, veja, hoje, "Missão no Mar Vermelho"

1.700 anos atrás, surgiu uma comunidade de judeus na Etiópia. Entre 1979 e 1991, o governo israelense organizou e patrocinou algumas levas de operações altamente arriscadas para tirar da Etiópia assolada por guerra civil, seca e uma das piores crises humanitárias do século 20, algo como 90 mil judeus negros e levá-los para Israel. A primeira dessas operações, e a mais curiosa delas, é o tema de Missão no Mar Vermelho, que acaba de estrear na Netflix. O editor viu ontem a noite e recomenda.

4 comentários:

Anônimo disse...

Já vi o filme. Excelente passatempo com fatos históricos...

Anônimo disse...

o governo israelense organizou e patrocinou algumas levas de operações altamente arriscadas para tirar da Etiópia assolada por guerra civil, seca e uma das piores crises humanitárias do século 20, algo como 90 mil judeus negros e levá-los para Israel.

algo que os cristãos ja não fazem com os próprios cristãos...

cristãos da Etiópia e da Eritrea estão sendo perseguidos por uma Africa cada mais islamizada e ninguém faz nada...

nem mesmo o argentino Bergoglio, que se diz representa maior dos cristãos na Terra...

aqui onde eu moro alguns estão sendo resgatados e recebidos...

é fabuloso ver descendentes dos primeiros cristãos face a face...

pra quem não sabe, a Etiópia foi o primeiro país declaradamente cristão, seguido depois pela Armenia...

Anônimo disse...

Muito grato pela dica, Polibio. 👍

Anônimo disse...

Por isso que você não libera os comentários, fica assistindo filme todo dia.