Artigo, Pyr Marcondes, M&M Consulting - Inteligência artificial e jornalismo: funciona ?

- Pyr Marcondes é diretor-geral da M&M Consulting

A julgar pelas participantes do painel "AI and The Future of Journalism", mesmo diante das incertezas de algo que poucos dominam ainda, sim.

No painel “AI and The Future of Journalism” aprendemos, aqui em Austin, que a Inteligência Artificial não vai roubar o emprego dos jornalistas (bom, pelo menos dos que pensam :-), que ela não funciona (ainda) para conteúdos analíticos, que ela tem que ser atualizada permanentemente para que entregue o que tem de melhor, sendo, portanto, um non stop job, que ela é ótima para enriquecer com dados e informações em tempo real as histórias que os jornalistas estão produzindo, que ela é matadora para endereçar personalização de conteúdo porque aprende o que cada leitor prefere (mas temos que tomar cuidado na redação por que ela vai ficar sempre oferecendo os mesmos conteúdos correlatos para aquele leitor, o que reduz, em vez de ampliar, sua amplitude de interesse nos conteúdos gerados como um todo), que ela dificilmente será uma boa repórter investigativa, que funciona hoje já, a todo vapor, em algumas das grandes publicações mundiais que conhecemos, para conteúdos editoriais em que histórias repetitivas precisam ser atualizadas, como cotação de bolsa e indicadores econômicos em geral, resultados esportivos, resultados de eleições, etc., que ela veio para ficar, e que, a julgar pelo painel composto apenas por mulheres, ela se entende bem com o sexo feminino.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

4 comentários:

Anônimo disse...

Inteligencia e jornalismo são incompativeis, logo nao deve funcionar.

EUGENIO disse...

"...cada leitor prefere (mas temos que tomar cuidado na redação por que ela vai ficar sempre oferecendo os mesmos conteúdos correlatos para aquele leitor, o que reduz, em vez de ampliar, sua amplitude de interesse nos conteúdos gerados como um todo), que ela dificilmente será uma boa repórter investigativa..."

Quem escreveu não entende muito,quase nada para escrever o artigo: trecho que transcrevi acima, só é verdadeiro se os criadores dos programa de IA assim quiserem , pos criam-se algoritmos os mais variados e diversos inclusive com VARIANTES dos sistemas padrões, para aperfeiçoar um perfil modificado do leitor,POIS O LEITOR EVOLUI,os sistemas introduzem variações de pesquiza,CORRIGEM OU NÃO, ad eternum...

OBS.: SOFTWARES INTELIGENTES JÁ PODEM GANHAR DE HUMANOS,COM O QUE ESTAMOS FICANDO OBSOLETOS E SEM SERVENTIA...

Emmanuel disse...

Dependendo o tipo de jornalismo ... nem com artificial ....

Anônimo disse...

A Inteligência Artifical não vai tirar o emprego dos jornalista, mas a Burrice Natural vai tirar.