TRF4 fulmina novo pedido lulopetista de suspeição contra Moro

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) não conheceu dois embargos de declaração (EDs) em exceção de suspeição criminal impetrados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A sessão da 8ª Turma ocorreu nesta tarde.

Nos dois Eds, a defesa alegou omissão à aplicação do artigo 145, IV, do CPC, que trata da suspeição do juiz, e pediu novamente que o juiz federal Sérgio Moro fosse considerado suspeito para julgar o réu.

9 comentários:

Anônimo disse...

O juiz Sergio Moro só pode ser suspeito de aplicar justiça aos corruptos da Lava Jato:todos na cadeia.

Anônimo disse...

Precisa aplicar litigância de ma fé! Um pedido atrás do outro. Gente sem noção mesmo.

Luiz Vargas disse...

Onde anda a afamada Receita Federal, que dos trabalhadores confisca até os centavos, que não FISCALIZA os gastos e de onde saem os recursos para bancar a camarilha de rábulas que trabalha para o maior bandido, ladrão e corruPTo da história do mundo?
Onde anda a Receita Federal que não investiga de onde o seu Zé Dir$eu tira dinheiro para se manter e veranear na Bahia a bordo de jatinho com um séquito de capangas e uma quenga?

Anônimo disse...

alguém esperava algo diferente?

Anônimo disse...

PROCURADOR QUE COBROU FACEBOOK NO CASO MBL JÁ DISSE QUE NAZISTAS ERAM DE ESQUERDA
Twitter MPF-GO

O procurador Ailton Benedito, do MPF de Goiás, que deu 48 horas para o Facebook explicar a retirada de 196 páginas e 87 perfis de fake news ligados ao MBL, já afirmou no Twitter que o nazismo era de esquerda; "Partido Nacional SOCIALISTA dos Trabalhadores Alemães, conhecido como NAZISTA. Os próprios nazistas se declaravam SOCIALISTAS", escreveu; além disso, ele organizou evento de direita, com participação de Kim Kataguiri

25 DE JULHO DE 2018 ÀS 21:09 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

ESPOSA DE MORO ABRE EMPRESA DE PALESTRAS

A esposa do juiz Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro, abriu uma empresa de palestras e cursos; Hzm2 Cursos e Palestras Ltda tem como atividade principal "treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial"; entre os sócios está o advogado Carlos Zucolotto Júnior, acusado pelo ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran de o ter procurado pedindo US$ 5 milhões para facilitar um seu acordo de delação premiada; Zucolotto é padrinho de casamento de Rosângela e Sérgio Moro

25 DE JULHO DE 2018 ÀS 21:56 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Erro da defesa de Lula, tem de pedir a suspensão não só do juiz de primeiro grau mas também da Turma do TRF4.

Anônimo disse...

Para tudo! Voces podem dizer que amam de paixão o judge Moro porque ele fez o que vocês queriam, que era prender Lula de qualquer jeito, e tentar tirar ele das eleições.
Agora é certo que nao foi justiça, pois Lula foi condenado sem provas num processo político-jurídico-midiático cheio de malabarismos e artimanhas ilegais para atingir seus objetivos.
E até para coxinhas adestrados é óbvio que o juiz é imparcial, manter Lula preso é o objetivo pessoal dele desde bem antes do julgamento, com base em manchete de O Globo e em um powerPower cheio somente de convicções, fazendo o papel de carrasco e não de juiz, a que é motivo de suspeição sim.

Anônimo disse...

Estes recursos, embargos e outras pilantragens, precisam ser eliminados do código penal, a lei permite e favorece sempre aos bandidos.