A quebrada Trensurb vai pagar R$ 150 mil por empregado, tudo de diferenças de URV. Serão R$ 105 milhões no total.

Dia 18 de maio a estatal altamente deficitásria Trensurb vai pagar a diferença da URV (Unidade Real de Valor, que garantiu a transição para a nova moeda, o real) aos empregados. O valor é de R$ 105 milhões. Este valor é parte da dívida, pois não engloba todos os empregados que tem direito. A dívida com relação a URV é bem maior. Neste pagamento cada empregado receberá, em média, R$ 150 mil.

Nenhum trabalhador de empresa privada jamais recebeu URV.

O dinheiro que será usado pelo Trensurb sairá do bolso dos contribuintes, sobretudo do bolso dos trabalhadores.