Ex-governador acusa Blairo Maggi de ser chefe de esquema de corrupção no Mato Grosso

A revista Época de hoje conta que em delação, Silval Barbosa diz que ministro da Agricultura organizou pagamentos de propina com bancos e empresas nos moldes do mensalão.

Blairo Maggi, na foto com Temer, deveria vir neste domingo até a Expointer, Esteio, RS. 

Leia a reportagem de Diego Escosteguy e Aguirre Talento.

Sentado em uma confortável poltrona de couro de seu amplo gabinete, na qual costumava conversar à vontade com seus visitantes, o então governador de Mato Grosso Silval Barbosa, do PMDB, recebia um velho conhecido no início do ano de 2011 – o senador recém-eleito Blairo Maggi, hoje exercendo o cargo de ministro da Agricultura do governo de Michel Temer. A cena é descrita na delação premiada de Silval, à qual ÉPOCA teve acesso com exclusividade. Segundo Silval, Maggi estava sendo achacado devido a uma das pendências financeiras de sua gestão à frente do governo do estado. Silval Barbosa escutava com atenção o relato. Segundo ele, Blairo, sentado no sofá em frente, aparentava nervosismo. De acordo com a delação de Silval, empresários eram beneficiados irregularmente para gerar propina cobrada por autoridades públicas de diversos escalões – a regra do jogo. Silval, segundo disse ao Ministério Público, concordou em criar uma manobra para gerar desvio de recursos públicos que seriam usados para quitar a pendência financeira de Blairo Maggi junto ao empresário Júnior Mendonça, que cobrava R$ 17 milhões repassados ilicitamente para abastecer as campanhas políticas do grupo.

Esse relato, surpreendente por expor um verdadeiro laboratório da corrupção enraizada em uma gestão estadual, é um dos 60 eventos criminosos contados pelo próprio Silval Barbosa aos investigadores da Procuradoria-Geral da República para obter um acordo de delação premiada, homologado no último dia 9 pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, que a classificou de “monstruosa”.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

8 comentários:

Anônimo disse...

Só tem mafioso nesse governo do temer. E tem gente que ainda defende isso!

Unknown disse...

Pelo visto, todo chefe do Executivo tem que ser também chefe da Orcrim!!!
Quanto chefe!!!






































Anônimo disse...

Como sempre, os meios de comunicação da Globo, entre eles a revista Época, ressaltam na notícia que têm acesso às fontes, com exclusividade.

Anônimo disse...

O Brasil tem em seu comando uma quadrilha especializada. Abusaram do povo. As raposas felpudas cuidando do galinheiro.

Anônimo disse...

Antes que venham petistas aqui, encher o saco, o PMDB era ALIADO DO PT quando esses roubos aconteciam Brasil afora, sob os olhares de CUMPLICIDADE de Lula e Dilma!!!

Anônimo disse...

O Q ESPERAR SE ELE ERA DO GOVERNO ANTESESTA ANOS O POVO VOTA EM LADROES ESTÁ ANOS .ISTO AI FOI EM ANOS PASSADOS AINDA QUANDO PMDB TAVA NO GOVERNO DO PT NANICO POIS ERA VICE, ESTE ESQUEMA FOI DURANTES O DESGOVERNO PT- TEMEROSO ERA VICE DA BANDILMA- TUDO EM CASA...EM 2018 ADEUS TEMER ESTE NAGGI JAFOI DESMASCARDADO NOE SCANDALO FA CARNE PODRE MAS CONTINUOU NO DESGOVERNO AGORA D NOVO VEIO A TONA MAIS PODRIDAO ELE DEVERIA SAIR FORA NAO TEM MORAL P CONTINUAR MINISTRO

Anônimo disse...

Blairo Maggi é raposa velha e felpuda, tem longa experiência nessa área, por isso virou Ministro, tem perfil para sê-lo. Se Temer estivesse comprometido com a ética e a moralidade no seu governo o tiraria fora.

Anônimo disse...

VÃO ACUSAR ATÉ A VIRGEM MARIA!

NÃO PUDERAM INCRIMINAR TEMER VÃO ATACAR LOUCAMENTE SEUS MINISTROS...

PIOR QUE OS POLITICOS SÃO MANDANTES E IMPRENSA SAFADA, DE ESQUERDA BOLIVARIANOS,DETURPANDO E DESTRUINDO GENTE DECENTE

ATÉ ELEIÇÃO NÃO VAI ESCAPAR DA BOCA PETISTA NEM A VIRGEM MARIA