Opinião do editor - Temer, Renan e Maia falaram porque coxinhas e mortadelas ameaçavam unir-se nas ruas contra a nova corrupção

São invulgares entrevistas coletivas com caráter coletivo, como a que concederam hoje o presidente Michel Temer, o deputado Rodrigo Maia e o senador Renan Calheiros.
Somente crises políticas de graves proporções podem justificar procedimentos do gênero.
É óbvio que por trás da coletiva não está somente o desejo de circunscrever os efeitos das denúncias traiçoeiras feitas pelo ex-ministro Marcelo Calero.
Muito mais do que conter essa sangria política, justificou a coletiva, a convicção de Temer, Maia e Renan, a respeito da enorme indisposição popular diante dos arreganhos de deputados dispostos a emplacar a proposta de anistia ao caixa 2, contrabandeando esta maçã podre diretamente à cesta das "10 Medias Anticorrupção".
Sobre esta traição ao povo brasileiro, o que disse cada um:
Rodrigo Maia - Na terça-feira, quando da votação do relatório do deputado Onyx Lorenzoni, quem fizer esta proposta, poderá até conseguir levá-la a voto, mas a votação terá que ser nominal.
Renan Calheiros - No Senado, esta proposta não passará.
Michel Temer - Se chegar ao Planalto, eu vetarei a proposta.
O Planalto e o Congresso alarmaram-se com os protestos nas redes sociais, onde os opositores da anistia amearam unir-se até mesmo ao Psol, algo como a formação do seguinte exército:
- Coxinhas e mortadelas unirão forças nas ruas, como pamonhas, para derrotar de novo a corrupção, desta vez do lado de cá. 
Maia, Calheiros e Temer, também, além de unidos em torno da agenda única das reformas da economia, poderão aproveitar a hora para unificarem suas agendas políticas, que apresentam-se de mau odor e na contramão do que quer o povo brasileiro.

22 comentários:

Anônimo disse...

Governo Temer acabou.
Não decolou, esperemos a cessação da chapa em janeiro para ver o que vai dar.

Anônimo disse...

Mídia agora diz que "Santo" da propina em obras do governo paulista é Alckmin:

DOM, 27/11/2016

Jornal GGN - A Folha de S. Paulo, a reboque de publicação da Veja, agora diz que o apelido "Santo", encontrado em documentos da Odebrecht que levantam suspeitas sobre pagamento de propina em obras feitas em São Paulo, refere-se ao governador Geraldo Alckmin. Segundo o jornal, três delatores admitiram essa informação na rodada de negociações com a Odebrecht e os procuradores da Lava Jato. Mas há uma ressalva pessoal: ninguém teria discutido pagamentos diretamente com Alckmin.

Leia mais:

Doze fases se passaram e a Lava Jato ainda não sabe quem é o Santo da propina em SP


'Santo' que aparece em lista da propina da Odebrecht é Alckmin, diz revista

Da Folha

O personagem tratado pelo codinome "santo" em planilhas da Odebrecht que listam pagamento de propina é o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP), segundo a revista "Veja" que circula a partir deste sábado (26). A publicação diz ter confirmado essa informação com três fontes que participam do acordo de delação da Odebrecht, considerado o mais explosivo da Lava Jato.

A Folha revelou em março que o apelido "santo" aparecia associado a uma obra do governo Alckmin de 2002, a duplicação da rodovia Mogi-Dutra. Papéis apreendidos com o executivo da empreiteira Benedito Barbosa da Silva Jr. traziam as seguintes anotações: "valor da obra = 68.730.000 (95% do preço DER)". Logo a seguir aparecia: "custos c/ santo = 3.436.500". A palavra "apóstolo", que havia sido escrita originalmente na página, foi rasurada e trocada por "santo".

O codinome "santo" também é citado em e-mail de 2004, enviado por um executivo da Odebrecht que gerenciou a construção da linha 4 - Amarela do Metrô, chamado Marcio Pelegrino. Ele diz na mensagem que era preciso fazer um repasse de R$ 500 mil para a campanha "com vistas a nossos interesses locais". O executivo diz que o beneficiário do suposto suborno era o "santo". (...)

Anônimo disse...

Surreal! Mortadelas e coxinhas se fundem para proteger o que resta de dignidade do Estado. Em outras palavras: phodeu!!!

Anônimo disse...

RELATOR SINALIZA CONTRA DIVISÃO DE CHAPA E TEMER PODE SER CASSADO:

Ministro Herman Benjamin, relator no TSE do processo que pede a cassação da chapa que elegeu Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014, deu sinais a colegas de que votará contra a tese de que houve separação das contas dos dois; magistrado teria dito dois colegas do tribunal que "não vê sentido" na separação; caso o voto do ministro seja acatado pela maioria do Plenário, Temer terá o mandato cassado e novas eleições serão convocadas; se a decisão sair este ano ainda, serão eleições diretas.

27 DE NOVEMBRO DE 2016

247 - O ministro Herman Benjamin, relator no Tribunal Superior Eleitoral do processo que pede a cassação da chapa que elegeu Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014, deu sinais a colegas do Superior Tribunal de Justiça de que votará contra a tese de que houve separação das contas dos dois. Informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim neste domingo, 27.

"Benjamin, que só deverá liberar o processo para a pauta em 2017, afirmou a dois colegas do tribunal que "não vê sentido" na separação", disse Jardim.

Caso o voto do ministro seja acatado pela maioria do Plenário, Temer terá o mandato cassado e novas eleições serão convocadas. Se a decisão sair este ano ainda, serão eleições diretas. Se o TSE decidir a questão apenas em 2017, o substituto de Temer será eleito pelo Congresso Nacional.

TEMER, que já é ficha suja, não pode perder o posto que usurpou apenas pela chapa. Ele tem que ser deposto por CRIME DE RESPONSABILIDADE, pelo crime de advocacia administrativa.

Anônimo disse...

FOLHA: TEMER, AÉCIO E ALOYSIO NUNES NÃO APRENDERAM NADA:

Em editorial publicado neste domingo, a Folha de S. Paulo afirma que Michel Temer agiu "indevidamente", ao pressionar Marcelo Calero a liberar uma obra ilegal, para favorecer Geddel Vieira Lima; a Folha também critica os tucanos que saíram em defesa de Geddel; "Recorde-se, ainda, o abrangente coral de apoios a Geddel Vieira Lima, entoado por senadores tucanos como Aloysio Nunes e Aécio Neves. O que se viu de parte dos políticos nos últimos dias impõe uma dura conclusão. Não aprenderam nada. Não querem saber de nada. Não se importam com coisa nenhuma".

27 DE NOVEMBRO DE 2016

247 – Em editorial publicado neste domingo, a Folha de S. Paulo afirma que Michel Temer agiu "indevidamente", ao pressionar Marcelo Calero a liberar uma obra ilegal, para favorecer Geddel Vieira Lima.

"O desavergonhado episódio de indiferenciação entre interesse público e conveniência privada (o peemedebista adquiriu um apartamento no prédio em questão) mobilizou o próprio presidente da República, que indevidamente recomendou intervenção da Advocacia Geral da União num impasse em que se defrontava a prepotência de uma autoridade contra o parecer de um órgão técnico", diz o texto.

"Culminou-se, com isso, uma semana em que todo tipo de gestões suspeitas, de evidências de crime, de manifestações de cinismo e de aberta provocação foi lançado à face da opinião pública."

A Folha também critica os tucanos que saíram em defesa de Geddel. "Recorde-se, ainda, o abrangente coral de apoios a Geddel Vieira Lima, entoado por senadores tucanos como Aloysio Nunes e Aécio Neves. O que se viu de parte dos políticos nos últimos dias impõe uma dura conclusão. Não aprenderam nada. Não querem saber de nada. Não se importam com coisa nenhuma", diz o editorial.

"O governo Michel Temer parece ter reunido a seu redor um amplo grupo de tarimbados especialistas em fisiologia, desconversa, autoritarismo e turpitude, orquestrando-se em harmonia com um Congresso que sobrenada a custo em meio a investigações criminais sem data para terminar. Iludem-se se imaginam que, passado o impeachment, a sociedade está disposta a assistir acomodada ao espetáculo renovado do patrimonialismo, da impunidade e da corrupção. Quando a crise do Estado ameaça se aprofundar, é hora de reiterar que acabou a tolerância com os velhos hábitos da política."

QUAL A MORAL QUE a Folha golpista reivindica para si pois, agarrada a Aécio, Aluysio, FHC, Serra, Alckmin, TCU, PF, MPF, Moro, Janaina Paschoal, imprensa golpista em geral, MBL (até contratou o Kataguiri como colunista), Coxinhas e Trouxinhas em geral a Folha foi apenas cúmplice do golpe, o da Dilma e do de 1964, quando permitia que agentes do "dops" se infiltrassem no jornal para prender quem era contra o regime militar.

Luiz Campos disse...

Nao tem nada de coxinha e mortadela. Eh o povo mesmo que nao suporta mais carregar a Republica nas costas para o desfrute de meia duzia de oportunistas. Temer, Renan e Maia deveriam renunciar, dando lugar para a ministra Carmem Lucia conduzir o pais ateh 2018.

Anônimo disse...

DO JEITO QUE SÃO ATREVIDOS....SÓ EXISTE UMA CONCLUSÃO: ESTÃO MENTINDO.

Anônimo disse...

Coletiva foi sobre Calero: bye-bye, Temer!

27/11/2016 - Conversa Afiada

Efetivamente, evidentemente, curiosamente, finalmente substituem a mesóclise (Crédito: Beto Barata / Fotos Públicas)

Na entrevista coletiva deste domingo 27/XI, que foi transmitida exclusivamente pela Globo - que substituiu a NBR e a EBC! - o Traíra foi tragado pelo apartamento do Geddel.

À pergunta da BBC (tinha que ser uma repórter de um órgão de imprensa-não piguento! - o Traíra saiu-se com uma não-explicação: ele diz que "arbitrou o conflito entre uma decisão do IPHAN da Bahia e o IPHAN do Ministério da Cultura".

Como disse a repórter, não existe conflito NENHUM entre um órgão estadual e um FEDERAL, hierarquicamente superior!

O que houve, sim, foi a interferência do Presidente da República - "política tem dessas coisas, Calero" - numa maracutaia pessoal, numa jogada imobiliária de um ministro notoriamente conhecido como o "boca de jacaré"

Temer foi ajudar o Geddel a meter a mão naquele apartamento construído numa área tombada!.

A desculpa - do Temer e do Eliseu, que o ACM chamava de "Quardrilha" - de que a AGU deveria arbitrar "o conflito administrativo " é gravíssima!

Será que a AGU já estava no bolso do Geddel? O quer a AGU tem a dizer? Não havia o que arbitrar!

O IPHAN é soberano!

Temer cometeu um crime de responsabilidade que macula irreversivelmente esse Governo de canalhas, canalhas, canalhas , como dizem o Requião e o Lindbergh.

O Traíra está indignado com o grampo do Calero, obrado com a ajuda da Policia Federal.
(A PF é especialista na matéria: não foi a PF que gravou o mictório do Youssef, segundo o Marcelo Auler?)

Indignado? Muito simples!
Destitui o diretor-geral da PF!
Manda embora o Ministro da Justiça!
Manda prender o Calero!
E diz que o Moro é outro "indigno", porque entregou à Globo o grampo ilegal de uma conversa privativa da Presidenta da República.
Se o Calero é indigno, o que o Moro é?

Em tempo: em seguida à fuga do Traíra, entrou a Cristiana Globo que analisou a decisão do Traíra de vetar a anistia aos ladroes do Caixa Dois. Ou seja, comeu a linguiça que o Traíra botou no espetinho...

Em tempo2: o Traíra admitiu que está muito preocupado com as delações da Odebrecht. Aquela em que o Marcelo Odebrecht acertou com ele uma contribuição, em dinheiro vivo, na varanda do Palacio Jaburu ... E os R$ 23 milhões na Suíça para o Padim Pade Cerra. Imagina se não está...
Em tempo3: quem está preocupado, é o FHC Príncipe de Privataria que deve morrer de medo de o filhinho dele aparecer numa outra delação. O Janio sabe tudo de FHC Brasif: leia por que o FHC se enlameou com o Temer.
Como dizem o Wagner William e a TV Afiada do ansioso blogueiro, só um Mal Lott para reinstalar a Constituição.

E a primeira coisa a fazer, como diz aquele professor amigo, é estatizar o jornalismo da Globo!
PHA

Anônimo disse...

Da entrevista de Temer, só uma notícia: admitir que não há retomada da economia:

FERNANDO BRITO · 27/11/2016

Na oca entrevista de Michel Temer, Renan Calheiros e Rodrigo Maia – que, como se afirmou aqui, disse que “não existia” a anistia ao Caixa 2 – a notícia saiu lá no fim ,na ultima pergunta, quando o usurpador-presidente disse que recuperação da economia “só lá pelo segundo semestre do ano que vem”.

Recordar é viver:

Logo que se desenhou o impeachment de Dilma Rousseff, os “especialistas do mercado” falavam um “enxurrada” de capitais estrangeiros no Brasil. Que, afinal, ninguém sabe ninguém viu.
Como não aconteceu, passou-se a dizer que os “investidores” esperavam a votação pelo Senado, que garantiria a “estabilidade” de um governo que era interino (aliás, descarada mentira de Temer de que, enquanto interino, não poderia fazer propostas mais profundas: fez a PEC 241, com cortes para 20 anos, ou seja, para obrigar a nada menos que outros quatro presidentes).

Como não veio, de novo, a bonança na economia, o discurso passou a ser de que seria o último trimestre de 2016 o tempo da redenção econômica.

Nas últimas semanas, passou-se a dar o ano como perdido e transferiu-se o milagre dos resultados dos cortes para o início de 2017.

Hoje, na “rapa do tacho” de sua entrevista, Michel Temer admitiu que “só no segundo semestre do ano que vem” choverá prosperidade das nuvens do “corta-certa”.

Discursinho hipócrita dos neoliberais desde que o mundo é mundo (lembram do “preciso fazer o bolo crescer para depois dividir”?) , exatamente o que fazia Joaquim Levy durante o longo ano em que foi nos afundando na recessão.

Foi o único momento de sinceridade ( ou semi-sinceridade, porque não há como ter certeza que virá, mesmo no final de 2017) da entrevista, pontuada, como sempre, pelas “varridinhas” de mão com que Temer trai o seu desdém por tudo o que não é a sua própria vacuidade.

E PARA ESTRAGAR A FESTA do traira e da Globo, os Democratas, do OBAMA, que ajudou a derrubar a Dilma, perde a eleição nos EUA, quando o traira já sinalizava que ia sair dos BRICS, que segurava e economia do Brasil, comprando nossos produtos. Vão vender para quem agora?

Anônimo disse...

Rodrigo Maia é a peça chave do metagolpe:

27/11/2016 - Tadeu Porto - O Cafézinho

Hoje eu acordei meio Luis Nassif, doido para montar um Xadrez sobre o “Iphangate” e suas consequências.

Assim que Calero saiu escrevi um texto argumentando, basicamente, que o ex-Ministro da Cultura saiu por algum tipo de racha no PMDB. Pois bem, o desenrolar da crise “La vue” culminou em diversas consequências, todavia, destaco duas declarações altamente reveladoras que corroboram com a mini teoria da conspiração que criei há seis dias.

Primeiramente, [fora] Temer disse a colunista do Estadão, Eliane Cantanhêde, que Calero pode ter agido por influência de “amigos do Rio de Janeiro” (quem são eles e quais seus objetivos?). Em segundo lugar, Geddel declarou ao porta voz extraoficial do governo, o jornalista Jorge Moreno, que caiu numa armadilha do Moreira Franco, a “cama de gato do gato angorá”.

Ficou mais evidente, assim, que os “amigos do Rio” decidiram enfrentar o núcleo duro governista, contando com uma a traição interna corporis de Franco. Justamente essa jogada traz à tona um novo capítulo no xadrez: Rodrigo Maia, genro de Moreira, tentará ser Presidente da República. Com isso, o PMDB carioca se aproxima de DEM e PSDB pelas mãos do estado do Rio de Janeiro para derrubar Temer.

Vamos aos motivos:

1) Moreira Franco foi o primeiro político ameaçado, abertamente, por Eduardo Cunha quando este foi cassado. Sendo assim, o ex-governador do Rio precisava de contra atacar para se salvar e resolveu partir pra cima do irmão siamês do ex-presidente da câmara, Michel Temer (afinal, Temer é Cunha e Cunha é Temer);

2) A jogada de Moreira é incrível (o gato angorá é danado): derruba Geddel com duas hipóteses: na primeira, Temer resiste e Franco pega a vaga do baiano e o Foro Privilegiado. Na segunda, Temer cai junto com Geddel e ninguém mais, ninguém menos que seu próprio genro, Rodrigo Maia, assume a presidência interinamente;

3) Maia é uma figura mais jovem e muito menos saturada que Michel Temer e faz parte do DEM partido bem mais próximo do PSDB, que parece estar muitíssimo interessado no golpe além do golpe, o “metagolpe”;

4) O filho do César Maia certamente deve contar tanto com o poder do PMDB-RJ para derrubar Temer (a influência de Picciani é inegável) quanto com Mendes (simpático ao PSDB) para cassar a chapa completa Dima/Temer no TSE;

5) Rodrigo foi o candidato escolhido pelo establishment da câmara contra o poderoso Centrão de Eduardo Cunha (representado por Rogério Rosso). Sendo assim, a disputa “Maia x Cunha/Temer” já está aberta desde a sucessão para presidente da câmara;

6) Maia está comprando o desgaste - imenso - de salvar a pele de mais de 300 deputados com a emenda de anistia ao caixa 2. Se conseguir sair dessa disputa ileso, ganha muita moral para vencer uma eleição indireta, facilitada pelo fato dele já estar no cargo e poder montar uma equipe de ministros (e ministras, pois ele não vai ser burro como o Michel) no sentido de negociar os cargos em busca dos votos. Curiosamente, logo após a queda de Geddel, Temer mudou de posição e sinalizou que vai vetar a anistia, ou seja, estava do lado do deputado do DEM e não está mais;

7) A cartada de Temer - que de traição entende bem - foi convocar Maia numa coletiva onde tenta tirar do atual presidente da câmara o poder de “comprar” centenas de deputados com a anistia. Vamos acompanhar essa entrevista conjunta de perto, dependendo do resultado volto a escrever ainda hoje sobre o assunto.

E assim o Paraná vai fazendo escola e a República do Rio de Janeiro vai se articulando para derrubar um presidente. Temer perdeu muito tempo brincando de House of Cards e seus amiguinhos da cidade maravilhosa migraram logo para o Game of Thrones. Bom, pra mim, cinco livros batem quatro temporadas!

Façam suas apostas!

Anônimo disse...

O MAIA CHEIO DE CAQUETES ENTORTANDO TODA HORA O PESCOÇO ELE É BEM NERVOSO PARECE Q TÁ TEMENDO ALGO PARECE QUE SUA FRIO AO FALAR EM PUBLICO E AQUELA CARA DELE D ETERNA DOR DE BARRIGA O RENAN CANALHEIROS ALIADO DO PT ENTAO É DOSE CAVALAR O RODRIGO MAIA SE FAZENDO DE VITIMA É CLARO QUE ESTAO AGINDO NA SURDINA ELES QUEREM SE SAFAL DA LAVA JATO, E PIOR =ELE DIZ Q NAO TEM NADA DA PAUTA P VOTAR SÓ AS 10 MEDIDAS MAS É MENTIRA PORQUE NA HORA VAO INVENTAR UM MONTE DE PENDURICALHOS E VAO SIM COLOCAR NO MEIO ESTE NEGOCIO DO CAIXA 2 E EMBUTIDO VEM DENTRO- CAMUFLADO ANISTIA AO CAIXA 2, CRIME DE PECULATO, LAVAGEM D DINHEIRO TODOS CRIMES Q LAVA JATO ESTÁ INVESTIGANDO E MAIS AINDA QUEREM TIRAR O PODER DA JUSTIÇA- DOS JUZES E DA POLICIA FEDERAL ESTAO INVENTANDO ATACANDO A JSUTIÇA A JUSTIÇA JA TEM LEI QUE A PUNE MAS ELES ESTAO INVENTANDO DIZENOD Q A JUSTIÇA ESTÁ ACIMA DA LEI. ORA ORA QUEM TÁ ACIMA DA LEIA SAO OS POLITICOS Q SE ESCONDEM ATRAS DO FORO PRIVILEGIADO, O RODRIGO MAIA E RENAN ALIADO DO PT MALEDITO NEM TOCARAM NESTE ASSUNTO POIS ESTAO JA PRESTES PRONTOS P COLOCAR EM VOTAÇAO A PUNIÇAO P A JUSTIÇA- ABUSADOS SAO VOCES RENAN, RODRIGO MAIS E POLITICOS SUJOS, VAMOS INVADIR BRASILIA SE COLOCAREM ISTO EM DISCUSSAO E VOTAÇAO

ATENTO disse...

A INTERNET SALVADORA

ANTES QUE A IMPRENSA MENTISSE DE NOVO, A QUADRILHA EM GOVERNO NÃO CONSEGUIU SEQUER ARTICULAR O GOLPE DA ANISTIA, E O MUNDO DA INTERNET ,QUE INOVOU,QUE FAZ AS COISAS SE MOVIMENTAREM EM TEMPO REAL, OBRIGOU AS "EXCELÊNCIAS" SE PRONUNCIAREM QUE NÃO IAM MAIS DAR UM GOLPE, QUE "NUNCA PENSARAM NISSO"

SALVE A INTERNET,SALVE O NOVO MUNDO QUE DESMASCARA AS MIDIAS MENTIROSAS E PESQUISAS MERCENÁRIAS.

VIVA A MORTE DO SANGUINÁRIO FIDEL

CONCORDO COM TRUMP,DISSE PARA O MUNDO, ÀS CLARAS EM BOM SOM:

MORREU UM OPRESSOR DE SEU POVO!


Mordaz disse...

Nova corrupção? O PMDB está unido ao PT desde o primeiro momento. É a continuidade da corrupção que mudou de marca fantasia. Temer nas últimas eleições subiu ao palanque jurando que tudo estava bem e que o PT era de uma lisura sem par. Mentiroso nato.

Anônimo disse...

O PORRA LOUCA DO EX MINISTRO ENGANOU TODO MUNDO.

ERA FAKE PURO, PEGADINHA E TOODOS CAIRAM.

ELE FOI MANDADO,TANTO POR PADILHA COMO POR TEMER PARA A- "AGU" -QUE É O ÓRGÃO ADEQUADO PARA FAZER UMA ACUSAÇÃO DESTAS.

PADILHA E TEMER ASSIM O RECOMENDARAM ERA ONDE DEVERIA TER IDO . FEZ UMA GRAVAÇÃO ,NÃO MOSTROU, E DIZ QUE ACONTECEU O QUE NÃO ACONTECEU.

CRIOU FUMAÇA ONDE NÃO HAVIA FOGO E VIERAM TODOS DE BOMBEIROS.

UM EX MINISTRO QUE NINGUÉM VAI QUERER TER COMO PARCEIRO,ALÉM DE MENTIROSO, UM FALSO TRAIDOR.

VOCE DARIA UM EMPREGO A UM CARA ASSIM?

GANHOU MIDIA, MAS NEGATIVA PARA SEMPRE.

Anônimo disse...


Só mesmo um assunto destes para unir coxinhas e mortadelas.

A bandalheira está demais.

Os de sempre, depois que deixaram a esquerda assumir o poder, tiveram as entranhas do poder escancaradas ao público. Agora todos sabem como funciona a maracutaia, de modo que os de sempre não tem mais como esconder as tramoias, tendo assim, que dar o braço a torcer de vez em quando, mas tudo numa jogada ensaiada, ou até o povo esquecer. Logo, logo, darão um jeitinho seja aprovando por debaixo dos panos, mesmo que tenham que conceder algum beneficio aos "opositores".

ganhatudo disse...

Se supõe que o MP deseja as DeSmedidas pois a inexistência delas é prejudicial a investigação Lavajato e/ou qualquer outra.
Será isto verdade?
Acho que não. As leis existentes foram suficientes para a realização de todas investigações já feitas. As leis existentes foram suficientes para decretação de todas prisões temporárias, preventivas e expedição de todas mandados judiciais.
As leis existentes foram suficientes para todas denúncias já feitas pelo MP.
As leis existentes foram suficientes para o processamento e julgamento de um sem número de réus e inclusive a condenação daqueles contra quem se apresentou provas da ação delituosa.
As leis existentes foram suficientes, inclusive, para que a condenação fosse confirmada em Segunda Instância.
Para que mesmo o MPF quer as DeSmedidas? Só pode ser para ampliação do seu projeto de poder.
Vejo com um grande risco para a sociedade brasileira.

Anônimo disse...

A IGNORÂNCIA se espalha e os oportunistas se aproveitam.

Anônimo disse...

Caro Políbio uma explicação sobre o Instituto do Recall caberia bem.

Anônimo disse...

Temer se saiu inferiorizado no meio do renan e do maia.

Péssimo para o mercado internacional.

Marcelo disse...

Políbio para de aceitar esses comentários 'copia e colar'

Anônimo disse...

CAra xarope este ai de cima fica colando estes textos enormes ele acha q alguem vai mudar de ideia com isto deve ser pago pelo pt ou usando computdores em alguma secreatria do pt sai pra la mortadela o seu chefao 9 dedos logo logo vai pra jaula somos 93% contra o luladrao,ei polibio por que vc nao censura este cara ai- vou parar de vir em seu blog se ele nao parar com esta chatice de colar textos ridiculos me ajuda ai mestre polibio braga

Anônimo disse...

ESTAMOS COM TEMER ATÉ 2018 DEPOIS TCHAU QUERIDO

AGORA OS PETRALHAS E OS DO PSOL E REDE NANICOS PEDEM SAIDA DE TEMER MAS DE RENAN QUE É UM SEM VERGONHA NAO DAO UM PIO,AGORA QUER PUNIR A JUSTIÇA PRA SE VINGAR E ESCAPAR DA LAVA JATO ACHA QUE NOS ENGANA ,NAO PASSARÁ- O HOMEM COM 11 INQUERITOS COM GRAVISSIMAS ACUSAÇOES CONTINUA MANDANDO NO PAIS E NO STF E OS VERMELHSO NAO DAO UM PIO- DEIXEM DE SER RIDICUOS E PATETICOS VCS N TEM VERONGA NA CARA SE TIVESSEM TERIA EXIGIDO HA MUITO TEMPO A SAIDA DE RENAN CANALHEIROS MAS NAO PEDEM PORQUE SAO ALIADOS E TEM MEDO DELE POIS ELE É FARINHA DO MESMO SAC...

O