Gaúcho preso na Operação Arquivo X era empregado de Eike Batista

Um ex-funcionário de uma das empresas de Eike Batista foi ogaúcho preso na manhã desta quinta-feira em Porto Alegre durante 34ª fase da operção Lava Jato. 

A ofensiva, chamada de Arquivo X, cumpriu, além do mandado de prisão, um mandado de busca e apreensão em uma casa no bairro Cristal, na zona Sul da Capital.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal (PF), o homem preso, Danilo Souza Baptista, foi encaminhado à sede da PF em Porto Alegre e mais tarde seguirá de avião para Curitiba, onde está localizada a Superintendência do órgão responsável pelas investigações da Lava Jato. 



Um comentário:

Anônimo disse...

eike, que abocanhou um contrato de 920 milhoes de dolares, sem experiencia de construir plataformas, disse o que ouviu da voz amável do mantega. foi só!

mada de troca de favores! Ora Ora