Ricardo Pessoa delata a gráfica que "produziu" milionárias campanhas para Dilma e Jaques Wagner

Beckenbauer Rivelino é irmão do jornalista Kennedy Alencar, que sempre revela muita proximidade com o PT e o governo.

Ao lado, as provas do crime.

A reportagem a seguir é da revista Istoé deste sábado. Ela revela o que disse ao MPF o empreiteiro Ricardo Pessoa, que na quarta-feira fez acordo de delação premiada.

Neste bloco, as revelações comprometem diretamente Dilma Roussef e o seu ministro da Defesa, Jaques Wagner.

Leia:

Aos procuradores, o dono da UTC teria indicado que parte dos R$ 26,8 milhões que o PT pagou a VTPB Serviços Gráficos e Mídia Exterior teve origem no Petrolão. Só a campanha de Dilma injetou na VTPB quase R$ 23 milhões, dinheiro que daria para imprimir 368 milhões de santinhos do “tipo cartão”, modelo descrito nas notas fiscais anexadas à prestação de contas. O montante é duas vezes e meia o total de eleitores habilitados no País. Denunciada pela mídia como uma “gráfica fantasma”, a VTPB também recebeu R$ 3,5 milhões das campanhas do deputado federal Arlindo Chinaglia (PT) e do governador da Bahia, Rui Costa (PT).

 O dono da VTPB é o empresário Beckembauer Rivelino de Alencar Braga. Criador de cavalos de raça, ele diz que a VTPB encomenda de outras gráficas a produção e usa o citado endereço apenas para comprar matéria prima e pagar os encargos. “É de conhecimento público e notório que a empresa VTPB prestou efetivamente todos os serviços para os quais foi contratada, em representação e parceria com empresas do setor, inclusive para outros candidatos e partidos, a exemplo do PSDB e do PMDB, e todo o material de campanha produzido foi devidamente auditado pelos partidos e aprovado pela Justiça Eleitoral”, disse o empresário em nota. De fato, a gráfica também prestou serviço a campanhas tucanas, mas os valores são bem inferiores aos pagos pelo PT. Em suas conversas com os procuradores, Pessoa afirmou que a gráfica foi usada para que dinheiro fruto do Petrolão chegasse à campanha petista como se fosse uma doação oficial. Com isso, endossou a tese de investigadores da Lava Jato sobre a possibilidade de o caixa oficial da campanha ter sido ferramenta para lavar dinheiro de corrupção.


A suspeita sobre o uso da VTPB levou o vice-presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes, a oficiar a Procuradoria Geral da República, a Receita Federal, a Secretaria de Fazenda de São Paulo e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Em seu despacho, Gilmar alegou “indícios de irregularidades” nas contas da “gráfica fantasma”. A iniciativa, que agora terá o apoio do Ministério Público, servirá para rastrear a origem do dinheiro e seu destino final, saber se a UTC bancou diretamente os custos de impressão dos santinhos ou se o dinheiro passou pela conta do PT, e se os serviços foram realmente prestados

11 comentários:

Anônimo disse...

Agora só falta ele delatar o pipoqueiro da esquina! Lula e Dilma? Ele não conhece nem nunca ouviu falar!!!!

Anônimo disse...

Richa diz que delação de criminoso não vale:

Sob pressão, governador tucano afirma que tem sido "alvo de ataques de todos os tipos", mas que "agora passaram do limite"; "Pegaram um criminoso, réu confesso, preso por abuso de menores, para me acusar sem nenhuma prova", diz Beto Richa, em vídeo no Facebook, ao negar que tenha usado dinheiro de propina em sua campanha, conforme delatou o auditor da Receita Estadual do Paraná Luiz Antônio de Souza; nessa semana, o ex-presidente Lula fez uma defesa semelhante em referência ao doleiro Alberto Youssef, delator na Lava Jato, que faz acusações sem provas contra o PT; o que o PSDB dirá neste caso?
Xiiiiiii........Xiiiiiiii.........Youssef é SANTO, já LUIS ANTONIO é bandido, ou seja, para o PSDB não vale nadica da nada já contra o PeTe se qualquer chinelo denunciar o MPF, o Juiz Moro e as organizações lobo, Abril e Falha de SO, aceitam.

Anônimo disse...

É incrível como esse partido foi e é corrupto, faziam e acredito que fazem, as coisas na cara do povo, acho que nos chamavam de etários, e ainda sorriam da cara da gente, como aquele deputado do PT Vargas que esta preso fez do lado do Joaquim Barbosa na câmara, lembram? É assim que me sinto diante deste poder, pior que acho também, que eles dao risada da cara daqueles que os apoiam e votaram neles. Pense nisto!

Anônimo disse...

Falaram tanto do Maluf. Cassaram o Collor. Perto da roubalheira dessa petralhada o Maluf é pivete e o Collor é trombadinha. Tá lôco... não termina nunca. Todo o dia tem novidade. Tá tudo dominado. Vão quebrar o Brasil, se já não quebraram.

Anônimo disse...

Estás no fundo do poço de lama, petralha. Não adianta ficar dizendo que os outros também são desonestos.

Gustavo disse...

esse beckembauer é com "m" pois é brasileiro e petralha..

Anônimo disse...

Só esse fato de a campanha de petralha terrorista ter pago milhões de reais à uma gráfica que nunca funcionou já é motivo suficiente para se anular a eleição passada!!!!! Mas que merda de país é esse e que merda de justiça eleitoral é essa?!
Cadê os militares, quando é que eles vão tirar as bundas das cadeiras?! Estão esperando as "instituições democráticas" fazerem os seus trabalhos?!

Anônimo disse...

Queria ver o Beto Richa ser preso, e apanhar tanto na prisão dos demais presos, como mandou fazer a pouco com os professores, só pra ele ver como dói o lombo.

Anônimo disse...

Depois que a quadrilha estiver enjaulada, os escudeiros fugido pra Cuba, vamos descobrir coisas escabrosas que eram compradas com o dinheiro que deveria ser da educação, saúde, segurança, etc...

Justiniano disse...

Anônimo 20:16 veja a mensagem da presidente do sindicato dos professores, comentando sobre os salários pagos no Paraná.

A mesma comenta que professor ao final de carreira se aposentam com mais de R$ 8.000,00 e que funcionário das escolas aposentam com 2.800,00.

https://youtu.be/Hj3OnIT2VWQ

Massacre da verdade tamanha são as mentiras divulgadas. Estes professores são os mais bem pagos do país e vem fazer greve política insuflada pelo PT nacional.

Anônimo disse...

Adianta sim! Mostra a imaturidade política a que estamos sujeitos: quando é o candidato do outro, ataco mas quando é o meu, escondo. E chamar alguém de petralha também não agrega nada ao debate