PGR pedirá abertura de inquérito contra governadores do Rio e do Acre, por citações na Lava Jato

Apesar de o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), negar qualquer envolvimento com o achaque aos cofres da Petrobras, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu que vai pedir abertura de inquéritos no Superior Tribunal de Justiça contra ele, por ter sido citado na Operação Lava Jato.

Janot entende que há elementos suficientes para os pedidos das investigações. Os procuradores envolvidos descartam solicitar o arquivamento das citações. A mesma avaliação fazem os procuradores no que se refere ao governador do Acre, Tião Viana (PT).

3 comentários:

Cap Caverna disse...

Esses canalhas ladrões, sempre negam os seus crimes. Nunca fizeram nada errado, nunca participaram de falcatruas, são uns santos. Tem mais é que processar essa outra remessa de safados, pois este mes de março vai ser de muita casa caindo na politica. Fontes creditéveis garantem que será pedido o pedido de impeachment da bisexual e em abril a PF irÁ cair de pau encima do dedo duro , alcagueta, para coloca-lo na cadeia. Vamos ver se acontece.

Anônimo disse...

E Sérgio Cabral? Não tinha sido citado?

Anônimo disse...

Eu acho que isso não vai dar em nada. Pezão já disse que não tem envolvimento no caso e a investigação dele sobre o esquema da Petrobrás foi deixada de lado.