Sartori já sabe que déficit público estadual de 2015 será de R$ 5,3 bilhões

O governador José Ivo Sartori, que passa o ano novo em Caxias do Sul, já está de posse dos números do  fluxo de caixa do Estado, apontando para um  déficit de R$ 5,3 bilhões para 2015.

. E com os cofres sem fundo do caixa único e depósitos judiciais raspados.

. O governo petista de Tarso Genro escamoteia os  números. 

6 comentários:

Anônimo disse...

Como sabem que não tem competência para fazer um bom governo, já começaram as desculpas atribuindo a falta de dinheiro e o editor sabedor disto (desta falta de capacidade), para não mostrar que sempre faz as escolhas erradas, trata de ir arranjando as devidas desculpas. Vão trabalhar e mostrar serviço. Chega de desculpas. Não sejam ridículos!

Anônimo disse...

chute, acho que nem deus sabe, enquanto tivermos um estado que promete tudo e não da nada, atualmente a sociedade já paga mais de 50% para ficar em casa,este modelo de estado so ira fabricar déficits crescentos, ilusão achar que políticos tradicionais farão algum milagre e mudar,acreditar nisso é um tremendo autoengodo

Anônimo disse...

O cara é petista. Não pode negar sua natureza.

Anônimo disse...

Tem que "fabricar" urgentemente
novos setores produtivos que
aumentem a arrecadação do Estado como um todo e que não envolvam
recursos financeiros, apenas
destravar a máquina´do Estado que
é a grande desestimuladora e
oneradora do setor produtivo.
Começando pela área do meio ambiente, para a qual tudo é pecado. Para se ter noção, pode
se enumerar qualquer atividade
relacionada ao meio ambiente
onde o governo não entra com NADA(financiamentos nem pensar), e olhar as exigências e o tempo que
leva para que a iniciativa privada tenha
a liberação de qualquer empreendimento, sao MESES OU ANOS e ANOS,como a simples autorização
para a construção de açudes. Pelos critério adotados hoje, tudo que foi feito ao longo de décadas teria que ser reconstruido, foi feito errado, inclusive a maioria de açudes e barragens construidos no Rio grande,pois foram feitos sem autorização ambiental. É uma monumental contradição e falta de modéstia fazer tal afirmação, pois os antepassados sabiam da importância em guardar as águas da chuva, que caso contrário iriam embora, seguiriam o seu ciclo-escoando para os rios e mares e seriam apropriadas por populações de outros paises conscientes desta realidade.
Esta mesma área do meio ambiente
que quando se trata de SUA ATUAÇÃO
direta se mostra de GIGANTESCA INCOMPETÊNCIA para resolver problemas como os recorrentes no rio do Sinos.

Anônimo disse...

Políbio,

Não há corte que chegue. Ferrou!!!

JulioK

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus. O pior cego é o que não quer enxergar. A bosta do PT só afundou o estado. Destruiu a economia do país. Distorceram informações, dados,estatisticas, manipulam a mídia e eu ainda tenho que ler um analfabeto político querer culpar um governo que nem assumiu.