Minha Casa Minha Dívida

Vitrine do governo Dilma Rousseff na próxima eleição, o programa que pretende entregar moradias populares subsidiadas a 3 milhões de famílias até o final deste ano, apresenta índice recorde de inadimplência, segundo revela a revista Veja desta semana. Leia todo o texto da matéria:

. O programa “Minha Casa Minha Vida” foi lançado em 2009, consumiu R$ 134,5  bilhões para construir 2,1 milhões de casas, sendo que 1 milhão foi entregue.  A própria Dilma faz as entregas.

. O programa é subsidiado, o que significa que o governo paga uma parte das prestações, mas assim mesmo o índice de inadimplência na faixa do financiamento com pessoal de renda até R$ 1.600,00 já é de 20%, número dez vezes maior do que a média dos financiamentos imobiliários no Brasil, 4 pontos mais alto do que a percentagem de atrasos em pagamentos de hipoteca nos Estados Unidos em 2007, quando ocorreu a crise de 2008.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

14 comentários:

Anônimo disse...

Aí o governo dá uma anistia aos endividados e ganha um "caminhão" de votos.
E segue o populismo !

Anônimo disse...

Torno a repetir: isso não tem a menor importância. Em ano eleitoral o governo paga tudo e ainda dá um bônus de fidelidade.

Anônimo disse...

Mas gente, usar a Veja como fonte não dá mais.

Houve uma época que Veja era respeitada, mas hoje em dia virou uma piada...

Anônimo disse...

O projeto está quebrado. Nos EUA quando a inadimplência chegou a 16% o país quebrou. Como o MCMV % é pequeno em relação aos financiamentos totais, o impacto, por enquanto, não será grande. Mas, o projeto MCMV quebrou.

Anônimo disse...

A anônimo das 09:43 gosta mesmo é de ler o Gramna !! e depois dar-lhe o devido destino e economizar com papel higiênico.

Anônimo disse...

Para o cumpanhero Anônimo das 09:43, a Veja certamente virou piada só depois que passou a mostrar os podres do PT.

Anônimo disse...

Se não nos informarmos pela VEJA, devemos nos informar pela Zero Hora, anônimo das 09:43 ???

Tenha paciência !!!

Anônimo disse...

Se a Veja é ou não confiável, não interessa, o que interessa é que relamente existe essa inadimplência... Essa informação é pública e foi o próprio governo que emitiu nota sobre.
Portanto, petralha das 9:43, não adianta insistir na tática de desmerecer a fonte, verdade é verdade, pelo menos para gente honesta...

Anônimo disse...

Acho que o anônimo das 9:43 não lê nem gibi de pornografia.Dou um conselho primeiro veja revistas só com figuras,depois vc progride para ler revistas que montram figuras com apenas uma frase e assim sucessivamente vc consegue ler um Livro,Veja,Exame,Estadão,Folha de São Paulo,Info ou até mesmo uma Play Boy que tem boas entrevistas.

Anônimo disse...

É o Brasil descendo a ladeira.

Anônimo disse...

Gente, gente. Não sou petralha, nem esquerdopata... mas Veja, pessoal? Sério mesmo?

Anônimo disse...

Ainda bem que temos a Veja. A Cartilha Capital irá publicar a matéria do The Economist a respeito da economia tupiniquin?????

Anônimo disse...

ESSE PROJETO FOI COISA IMPOSTA AOS MUNICÍPIOS PARA ENCHER O BOLSO DAS EMPREITEIRAS E BENEFICIAR MEIA DÚZIA DE POLÍTICOS CORRUPTOS QUE COMO SEMPRE RECEBERAM SUAS POUPUDAS COMISSÕES POR FORA.

E O POVO BENEFICIADO COM ESSAS HABITAÇÕES, MEROS FANTOCHES E MASSA DE MANOBRA.

COMO SEMPRE NÃO FAZEM NADA EM PROL DO POVO SEM GANHAR UMA BOA QUANTIA POR FORA.

SE PELO MENOS AS HABITAÇÕES FOSSEM DE QUALIDADE, MAS NEM ISSO!!

Anônimo disse...

PARA QUEM GANHA POUCO, É SÓ ATRASAR 3 OU 4 PARCELAS DAS MUITAS QUE SE TEM QUE PAGAR, PARA A DÍVIDA VIRAR ALGO IMPAGÁVEL.

O MESMO PARA QUEM FICAR UM CURTO PERÍODO DESEMPREGADO.