Entrevista, Claudio Diaz - Vou conversar com o PP, mas também converso com o PMDB.

-Diaz mora e trabalha em Rio Grande, onde ajudou a fundar o PSDB no RS, que no Estado nasceu ali. O ex-deputado cria cavalos e ovelhas na propriedade que possui na Estrada para o Cassino. Seu caminho partidário poderá ser o PP ou o PMDB, já que o PSDB virou-lhe as costas.

Claudio Diaz, ex-deputado Federal e ex-presidente PSDB do RS

O senhor vai mesmo assinar ficha no PP?
Vou tomar café, semana que vem, em Porto Alegre, com a senadora Ana Amélia. Todos sabem que minha situação dentro do PSDB é desconfortável, porque o Partido não me deixa respirar. E isto não ocorre só comigo.

O PP seria boa opção?
Por que não? O PP é um Partido social-democrata, como o PSDB ou o PMDB. Aliás, estou conversando também com o PMDB, que aqui em Rio Grande tem excelentes relações comigo.

O senhor já se definiu?
Certamente não, mas quero ouvir PP e PMDB. Fiz 80 mil votos para deputado Federal, sou primeiro suplente da bancada federal e nunca abriram espaço para mim na Câmara. Tudo que é Partido faz isto, mas o PSDB não faz. E não é só comigo que agem desta forma.

Do que depende sua decisão?
Quero ser respeitado pela minha história, pelos meus eleitores e pelo meu entorno. Antes de qualquer decisão, falarei com a ex-governadora Yeda Crusius, que também tem sido maltratada pelo PSDB.

8 comentários:

Luiz Vargas disse...

Se continuar neste ritmo de malemolência e indolência o PSDB não fará nenhum deputado na próxima eleição em 2014. Os egos e ambições pessoais se sobrepõem ao interesse maior que é o partido, que para obter resultados positivos, deveria marchar unido e coeso (unidade de postura e de discurso).
Claudio Diaz tem história e sempre foi lutador presente dentro do PSDB. Se ele sair será uma enorme perda. Pois numa guerra se precisa de guerreiros.
Parece que o PSDB despreza os guerreiros e lutadores e prefere privilegiar amebas paralíticas. Estas amebas não defenderam e nem defendem os governos tucanos e a história dos tucanos.
Onde está a bancada estadual do PSDB que se encolhe e não confronta a esbórnia que se instala no estado botocudo através de um governinho pífio promovido por um embusteiro stalinista tabajara?
Já enviei muitos e-mails cobrando isto dos deputados tucanos e NENHUM deles se dignou a dar retorno a meus questionamentos. Também é demais querer que amebas sejam lutadores e se transformem em guerreiros.
Será um imensa perda se Claudio Diaz optar por um outro partido.

Anônimo disse...

O PSDB RS se tornou um partido de um único dono, o sr. Nelson Marchezan Jr. que faz o que quer, na hora que bem quer e de um grupo de deputados, fracos e sem atitudes, que com medo, não são capaz de tomar uma atitude que contrarie as vontades do menino presidente. Com a saída de Cláudio Diaz, quem perde na verdade são eles, o que aliás, é bom aproveitar enquanto podem, porque em 2014, o PSDB elegerá apenas um deputado, e olhe lá. Acorda tucanda, antes que seja tarde de mais.

Anônimo disse...

Realmente o PSDB no RS deixou de ser um pequeno partido para se tornar partido de um homem só. Virou PSDM = Partido só do Marchezam.
Tentam se iludir dizendo que aumentou o número de votos, mas isto se deve unica e exclusivamente ao Eduardo Leite, Prefeito de Pelotas e não ao partido que reduziu significativamente no RS.
O PSDB agoniza nas mãos do ditador estadual e as verdadeiras lideranças migram, pois os deputados estaduais que fazem parte da Executiva Estadual se omitem deixando superpoderes nas mãos do Presidente.

Anônimo disse...

QUEM DAR MAIS, LEVA, HEHEHEH, QUE LEVEM PRA BEM LONGE ESSE CIDADÃO, HEHEHEHEHE

Anônimo disse...

Pela foto nem parece que está a tanto tempo sem ocupar um cargo público, de certo, fez boas e fartas economias quando esteve na assembleia gaúcha.

Anônimo disse...

Para estar desesperado assim atrás de uma boquinha, as reservas que ele fez na época de deputado, devem estar acabando.

Anônimo disse...

O Diaz cria cavalos muito antes de ser político. Pura ignorância de quem não conhece a trajetória desse cara.

Anônimo disse...

Realmente muitos não sabem de sua trajetória de vida e luta, tanto na vida pessoal quanto profissional, uma pessoa de força e garra incomparáveis. Desde cedo enfrentando como minguem os caminhos turbulentos da vida.