O assassinato do coronel do Doi-Codi: uma morte muito conveniente

Esta gangue de PMs envolvida na morte do coronel do Doi-Codi, o coronel Molinas,  soa estranha e muito conveniente.

3 comentários:

Anônimo disse...

Precisavam matá-lo na rua para roubar as armas dele guardadas em casa ??

Anônimo disse...

O que me estranhou foi a pompa que TARSO entregou documentos "encontrados" na casa do militar, após a ação dos "bandidos", pelos policiais que revistaram a casa.

Convenientes coincidências para a esqueradlha raivoza.

Anônimo disse...

Tudo eh muito estranho,como os assassinos sabiam que o cel tinha armas,porque o cel guardou doc ,ou foram plantados,como um homem de segurança ,militar , não percebeu que estavam seguindo, a dpf que sabe tudo não interceptou a operação pelo guardião ,alias a brigada também tem.Seria interessante uma analise mais profunda,estes PM ,devem ser muito bem guardados ,pois o mandante pode querer matalos