Porteiro confessa que mentiu para comprometer Bolsonaro

Depois de mais de quarenta dias depois de dois depoimentos mentirosos, o porteiro do condomínio Vivendas da Barra, onde mora Jair Bolsonaro mudou a versão que deu à Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do O Globo, o porteiro depôs nesta terça-feira à Polícia Federal e "não confirmou a versão inicial dada por ele".

Ainda de acordo com o jornalista, a PF não conseguiu apontar se o porteiro se confundiu ou se foi pressionado a citar “Seu Jair” em seus depoimentos anteriores — e, se houve pressão, de quem partiu, mas vai fundo na questão. O porteiro confessou que mentiu para comprometer Bolsonaro.

O desmentido soterra as dúvidas caluniosas que boa parte da mídia e dos políticos lulopetistas colocaram no caso

30 comentários:

Anônimo disse...

Mentiu a mando de quem? Do Ronie Lessa? Da polícia do RJ? Do PT? Do PSOL? Do Adelio? Evidente que o porteiro não falou com Sr. Jair. Evidente que o outro porteiro ligou para a casa do Lessa e falou com Lessa. O Brasil está podre e os criminosos não tem escrúpulos.

Anônimo disse...

Um cara desse tem de ser preso até piar. Ou até aquela meia dúzia soltar, fazer o quê!

Anônimo disse...

Tudu curpa dumoru!

Anônimo disse...

mentiroso= Foro SP ?

Mordaz disse...

Está claro que a polícia civil do Rio de Janeiro está empenhada, desde o início, de desviar as atenções sobre os reais atiradores e mandantes do crime. Justamente os principais suspeitos, a policia civil e a PM carioca, que ficaram insistindo para investigar o crime. Esta foi mais uma pista falsa colocada por ela no inquérito.

Mordaz disse...

O PT e o PSOL estão mais interessados na versão do que no mandante real deste crime.

Anônimo disse...

Sei...................Se "confundiu" !!! O pobre foi e, muito pressionado ! Coisa da globosta e da esquerdalha ! Que ele dê nome aos bois !

Anônimo disse...

I N C E N T I V A D O por quem ?

Anônimo disse...

Com a mudança no depoimento este porteiro deve ficar milionário.

Anônimo disse...

Será que o porteiro não está ocultando alguém ao asdumir a culpa?Qual o motivo teria para comprometer o Presidente?No minimo estranho. Perguntar não ofende:Isso aconteceu onde?

Anônimo disse...

Há uma contradição na notícia.
Se a Polícia Federal disse que não conseguiu apontar se o porteiro se confundiu ou se foi pressionado a mencionar o "Seu Jair" [Bolsoanro], como é possível que ele, o porteiro, tenha confessado que mentiu para comprometer Bolsonaro??!!
De onde tirou essa, "jornalista" Políbio?

Anônimo disse...

Na minha infância, na casa dos meus pais, tinha uma mesa. Só cabiam oito sentados. O menorzinho é claro ficava no colo da minha mãe. Assim é a vida.Todo mundo quer sentar junto a mesa, mas nem todos podem. Mas tentam. Tirem as conclusões que quiserem.

Anônimo disse...

Ele diz que foi pressionado a acusar Bolsonaro mas, com medo de morrer, se recusa a dizer quem o pressionou, ou seja, o covarde que o pressionou ainda está solto e, assim, são os mandantes do assassinato de Marielle, portanto !

Anônimo disse...

Se mentiu, ALGUÉM MANDOU ELE MENTIR!! Nenhum porteiro mentiria um assunto dessa envergadura se não tivesse uma "ajuda" da parte interessada!

Anônimo disse...

O willian booner também "deu" essa noticia (bem rapidinho); agora vamU esquecer esse assunto, e "arrumar" outro assunto pra atacar o Bolsonaro.

Anônimo disse...

Estranhamente agora tb tem hipótese...

https://exame.abril.com.br/brasil/cbn-policia-avalia-tese-de-envolvimento-de-carlos-na-morte-de-marielle/

ZAPELINO B disse...

Tem que apertar este porteiro, porque fica evidente que ele está sob chantagens e ameaças. Ele mentiu agora ou mentiu no início, quando deu dois depoimentos semelhantes e diferente do de agora? Que razões ele teria para envolver o seu Jair? Que motivos tem agora para desmentir isso? Olha,votei e fiz campanha para o Bolsonaro é torço para que seu governo dê certo, mas sua figura não me convence mais, porque acho que ele é um TRAIDOR de suas promessas de campanha, principalmente de combate à corrupção. Para mim ele não é um cara íntegro e seu envolvimento com milicianos, ele é seus filhos, a cada dia mais fica evidente. Quem sabe os generais que o cercam também não pensem assim, porque seu apoio a ele é muito aquém do que deveria ser! Fazer o que com o barco andando? Torço para que eu esteja equivocado e que ele prove sua lisura!

Nada mais que verdades disse...

Com a mudança no depoimento este porteiro deve ficar milionário.
20 de novembro de 2019 19:09

Hummm! Não meça outros com sua régua.
Não se confunda, esses são os métodos da esquerda,"COMPRAR, MENTIR,ELIMINAR". Tenho pena desse coitado, se não cantar como um rouxinol terá o mesmo fim " companheiro" Celso Daniel"
Lembra???

"OS OITO CADÁVERES DO CASO CELSO DANIEL E O PAPEL DE CADA UM
Ou o caso Celso Daniel é uma tramoia muito bem urdida ou e uma das maiores somas de coincidências do mundo... E com detalhes um tanto espantosos
A questão de fundo de parte da nova fase da Operação Lava Jato é o assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel, que foi sequestrado e apareceu morto no dia 18 de janeiro de 2002. Era, então, o coordenador da pré-campanha de Lula à Presidência.
Desde aquele dia, tem-se uma fila imensa de cadáveres e poucas respostas....

Todos os mortos
A lista de mortos ligados ao caso impressiona. Além do próprio Celso, há mais sete. Um é o garçom Antônio Palácio de Oliveira, que serviu o prefeito e Sérgio Sombra no restaurante Rubaiyat em 18 de janeiro de 2002, noite do sequestro. Foi assassinado em fevereiro de 2003. Trazia consigo documentos falsos, com um novo nome. Membros da família disseram que ele havia recebido R$ 60 mil, de fonte desconhecida, em sua conta bancária. O garçom ganhava R$ 400 por mês. De acordo com seus colegas de trabalho, na noite do sequestro do prefeito, ele teria ouvido uma conversa sobre qual teria sido orientado a silenciar....

1) Celso Daniel : prefeito. Assassinado em janeiro de 2002.
2) Antônio Palácio de Oliveira: garçom. Assassinado em fevereiro de 2003.
3) Paulo Henrique Brito: testemunha da morte do garçom. Assassinado em março de 2003.
4) Iran Moraes Rédua: reconheceu o corpo de Daniel. Assassinado – dezembro de 2003.
5) Dionízio Severo: suposto elo entre quadrilha e Sombra. Assassinado – abril de 2002.
6) Sérgio Orelha: amigo de Severo. Assassinado em 2002.
7) Otávio Mercier: investigador que ligou para Severo. Morto em julho de 2003.
8) Carlos Delmonte Printes: legista encontrado morto em 12 de outubro de 2005."
Integra:
https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/blogs/171196-os-oito-cadaveres-do-caso-celso-daniel-e-o-papel-de-cada-um-por-reinaldo-azevedo.html#.XdZoJdVKipo

Anônimo disse...

A gentalha quer por que quer, unir Bolsonaro (de vida pública conhecida) à GRANDE marielle.... Latrinamerica.

Anônimo disse...

Se o porteiro ficar milionário é por ser amigo do pessoal do Carniça vermelha!

Anônimo disse...

A esquerda é a banda ideologizada das comadres fofoqueiras, mestres em destruir reputações. são fake news ambulantes!

Anônimo disse...

Poisé, mas o UOL/Folha praticamente afirma que foi Carlos Bolsonaro que mandou matar a vereadora! Que eu saiba, ele não desmintiu! E agora?

Anônimo disse...

Oh sim. Ele se equívocou para comprometer Lula. Foi isso. E Sr Jair mandou matar Celso Daniel.

Anônimo disse...

E Aí falso testemunho,vai ficar por isso mesmo?

Anônimo disse...

Um cara desses tem que apanhar até o CX criar bico.

Anônimo disse...

Mentiu antes... ou mentiu agora???

Anônimo disse...

Depois de um bafo quente na nuca de milicianos bolsonaristas, quem não muda de ideia...?

Anônimo disse...

Hehe, memória fraca desse aí. Acho que os bozo ajudaram ele... Kkkkkk

Anônimo disse...

Tenho pena desse porteiro e de sua família.
De um lado, os esquerdopatas.
Do outro, os neofascistas.
Coitado, tá fodido de qualquer maneira...
Que Deus proteja ele.

Anônimo disse...

Carluxo deu uma mesada boa pra ele mudar de ideia...