Artigo, Jorge Pontes, Estadão - O império (do mal) contra-ataca

- O autor é delegado federal e é da Interpol.

A farsa do “escândalo” causado pelo vazamento das conversas entre o então juiz Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol nos traz algumas lições importantes.

A primeira é que ainda há efetivamente um Brasil do atraso, atuando como um bandido velho e decrépito, que reage desesperadamente com todas as suas energias, contra as forças das mudanças, tão desejadas pela imensa maioria da nossa população.

A segunda é que já decorridos cinco anos da primeira fase da Operação Lava Jato, e depois de duas eleições para o Congresso Nacional, o nosso Parlamento aparentemente não passou pela renovação política que a sociedade brasileira tanto almejava e necessitava.

A terceira é que o jogo jogado pelas velhas oligarquias – e os partidos políticos que as sustentam – não têm limites éticos nem freios para o enfrentamento da (talvez) última batalha contra a onda de moralidade que vem varrendo suas bases. Os atores dessa delinquência institucionalizada são capazes de se associarem ao underground da espionagem internacional, de buscarem apoio em potências estrangeiras, e em toda sorte de gangsterismo e mercenarismo periféricos. Não há fundo nesse poço chamado velha política brasileira.

A quarta, e mais triste de todas, é que alguns ministros do Supremo Tribunal Federal parecem estar dispostos a concorrer para que essas forças do atraso prevaleçam.

CLIQUE AQUI para ler mais.

22 comentários:

Anônimo disse...

A gente sabe que Gilmar, Toffoli, Lewandowski e Marco Aurélio estão do lado dos corruptos, das empreiteiras milionárias, dos saqueadores dos cofres públicos. Eles podem mandar a PF na minha casa me prender, mas não vão calar os milhões de brasileiros que pensam como eu.

Anônimo disse...

As forças ocultas do mal estão emergindo das trevas, não vencerá, a verdade e a justiça que o povo almeja vencera, prevalecerá sobre essas forças do mal e do atraso.Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.

Anônimo disse...

Caro Políbio
Excelente artigo. Parabéns ao autor.
Esther

Anônimo disse...

Que texto espetacular: lúcido, preciso, sagaz e muito bem escrito. Parabéns.

Anônimo disse...

Moro admitiu que ficaria sob suspeição se aceitasse cargo público:

"Em novembro de 2017, o próprio Moro dizia reconhecer um dos argumentos do HC de Lula que será julgado no Supremo na terça-feira. O de que ele assumir um cargo político colocaria em dúvida o trabalho dele como o juiz. Ou ele foi hackeado?"...

23/06/2019 - Brasil 247

Cris disse...

A sociedade está atenta...
Barrar o Moro para o STF é suicídio político...
Destruir o trabalho da Lava Jato é suicídio político também...
Mais do que isto...
É lançar o país em um descrédito internacional em relação a sua segurança jurídica para investimentos e moralidade de dimensões imprevisíveis para a economia...
Esperneada a parte dos corruptos... lugar de marginal é e sempre foi na cadeia...

Anônimo disse...

Se nós quiséssemos ler este panfleto petista iríamos lá, ninguém se interessa por esse lixo, aqui somos cidadãos do bem.

elias disse...

Da-lhe 247
E o polibio publica em seu site.

Anônimo disse...

EXCELENTE TEXTO! SINTÉTICO, CLARO, QUE INDUZ PARA A SAÍDA DO POVO ÀS RUAS, OU SE NECESSÁRIO, A INTERVENÇÃO CONFORME O ARTIGO 142.

NÃO TEM OUTRA SAÍDA! O PRAZO ESTÁ NA METADE! ATÉ DEZEMBRO DESTE ANO SABEREMOS NOSSO DESTINO!

Anônimo disse...

Urgente , urgentíssimo..... É necessário o afastamento de Moro do comando do Ministério da Justiça para que os fatos sejam investigados com a devida isenção. Isso é para ontem !

Anônimo disse...

O autor disse tudo em quatro pontos. Parabéns, Delegado Jorge Pontes, pelo poder de síntese .!!!
Tia Glória.

Anônimo disse...

Daqui a pouco Darth Vader. Chega ser tosco, na verdade são crianças que não cresceram mentalmente.

kkkkkkk

Anônimo disse...

Realmente há uma gama de políticos corruptos e fisiológicos que não entenderam, ainda, que o povo quer mudanças e tá cansado de pagar a conta da corrupção e das mordomias, tem que fechar o Congresso e o STF urgentemente, pois estão querendo governar e quem deve governar é o Presidente, para isso o elegemos. BRASIL ACIMA DE TUDO

Anônimo disse...

23 de junho de 2019 19:16

Dá pena ver seu esforço, logo esse site, tenha dó petralha.

Anônimo disse...

Se a sociedade brasileira, esse lixo que reflete na câmara e senado, almejasse renovação política naquele puteiro que se faz de legislativo, os que estão parlamentares não estariam e o Brasil não seria uma república de ladrões. Ponto.

Marco Antônio disse...

E o teu corrupto mor de estimação está preso, babaca!

Anônimo disse...

Quem for pego pela polícia, na rua, dirigindo um carro roubado, será enquadrado como ladrão, ou se não roubou o veículo, será acusado de RECEPTAÇÃO.
Pois bem, quem é réu confesso de ter roubados mensagens privadas e ainda as divulga para a mídia cúmplice, não deveria também sofrer enquadramento por receptação? Ou os "excelsos do pretório" só tem sentimentos para proteger a quem os nomeou?
Quase todos os ministros do supremo, já tem tempo de sobra para pedir a aposentadoria, e porque não o fazem? Tem ainda eles "dívidas" com quem os nomeou? Vão esperar ter que andar apoiado em bengalas ou muletas, para se locomoverem, mas não querem largar o osso?
No Brasil esta tudo errado, principalmente a forma como é composta a titularidade do STF, com ministros escolhidos por presidentes corruptos, com cargos praticamente vitalícios, onde a política muda por vontade do povo, mas a composição do STF, fica como herança maldita de governos expurgados pelo eleitor.
O lula esta preso, mas seus ministros, continuam a barbarizar a justiça do pais e a impedir que seja feito a limpeza necessária.
Até quando teremos que aturar uma suprema corte que vive de costas para a nação e a proteger vagabundos.

Anônimo disse...

Para o BR dar certo a curto prazo, só com intervenção militar ou uma armada para limpar de vez. Mas tem que ter paredão. Infelizmente estamos muito longe.

Unknown disse...

Gostei da parte que o delegado vir A que a mudança realizada pelo eleitor no congresso parece não ter dado resultado.ou seja, muitos novato terminam contaminados pela.ambicao e o corporativismo. Estaremos atento sobre esses novatos para a próxima eleição.

Justiniano disse...

A montanha pariu um rato e se chama verdevaldo, o presidiário foi preso com provas e não foi só o ele, todos os tesoureiros da quadrilha foram presos baseados em provas.

Manipulação quem sabe fazer muito bem é a esquerda, principalmente assassinar reputações, mas deram com burros na água com o Morro.

Morro enrabou todos os ladrões e corruptos do Brasil, começando pela organização criminosa do PT e seus aliados.

Anônimo disse...

Força do atraso é essa elite do funcionalismo público que suga recursos para engordar seus bolsos.

Vivem numa realidade paralela onde a palavra crise não existe.

Agora, que estão aparecendo malfeitos do Judiciário, MPF e PF se agarram na bandeira do combate a corrupção para que não sejam punidos e responsabilizados.

Cade os princípios da ética, moral e isonomia?

Me parece que vale somente para os súditos, ou otários, como queiram.

Anônimo disse...

Hoje (25/6/2019) é o último dia de inscrições no concurso público do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Rio Grande do Sul/Santa Catarina/Paraná):
https://www.concursosfcc.com.br/concursos/trf4r119/index.html
Remuneração Inicial:
Ensino Superior (Classe A/Padrão 01): R$ 12.455,30
Ensino Médio (Classe A/Padrão 01): R$ 7.591,37
Cargos/Áreas/Especialidades
- Analista Judiciário - Área Judiciária
- Analista Judiciário - Área Judiciária - Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
- Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade Infraestrutura em Tecnologia da Informação
- Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade Sistemas de Tecnologia da Informação
- Técnico Judiciário - Área Administrativa
- Técnico Judiciário - Área Administrativa - Especialidade Segurança e Transporte
- Técnico Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade Tecnologia da Informação
Inscrições (exclusivamente via Internet):
Valor da Inscrição:
R$ 71,00 (setenta e um reais) para os cargos de Ensino Superior.
R$ 61,00 (sessenta e um reais) para os cargos de Ensino Médio.
Período de inscrição para todos os candidatos:
Das 10h do dia 03/06/2019 às 14h do dia 26/06/2019 (horário de Brasília)
https://www.concursosfcc.com.br/concursos/trf4r119/edital_de_concurso_publico_2019_versao_final__2_.pdf
https://www.concursosfcc.com.br/concursos/trf4r119/edital_2_do_concurso_publico_2019_-_republicacao_tabelas_e_inclusao_conteudo_programatico.pdf
https://www.concursosfcc.com.br/concursos/trf4r119/edital_3_do_concurso_publico_2019_-_retificacao_conteudo_programatico.pdf