Artigo, Antonio Carlos de Almeida Castro, Folha - A Lava Jato e o posto Ipiranga

"De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade." (Joseph Goebbels,foto ao lado).

Quando a operação Lava Jato começou, o setor estruturado do marketing fez uma opção que considerei infantil e maniqueísta, mas que se revelou eficiente. 

As pessoas que ousassem apontar excessos eram tachadas de contrárias ao combate à corrupção.

Como se a dita operação fosse a solução dos problemas do Brasil, quase uma entidade divina para dar respostas a todas as perguntas existenciais do brasileiro, entoando: pergunte à Lava Jato.


Essa opinião falsa e covarde tomou ares de verdade.O que interessava era calar qualquer crítica. Com o sucesso, resolveram ir além. Usaram o prestígio da operação para encampar alguns projetos pessoais ou das instituições e aperfeiçoaram a estratégia. Tudo o que fosse contrário aos interesses era apontado como forma de tirar credibilidade.

CLIQUE AQUI para ler mais.

30 comentários:

Anônimo disse...

Os criminalistas são sócios dos bandidos corruptos.......de onde sai os muitas dezenas de milhões que irrigam as contas bancarias destes advogados :: da corrupção... sim.. sem duvida....E agora este causidico, todo choroso, chora porque seus clientes já não tem o dinheiro farto de antes...Sr. Advogado olhe como funciona a justiça de paises sérios.. É O QUE QUEREMOS AQUI NO BRASIL....

Anônimo disse...

Políbio, tenha piedade dos seus leitores. Só recentemente, 3 artigos ridículos da Falha de SP. Um do Magnoli, outro do Spark e agora este do Antônio Carlos de Almeida. Todos eles torturando a inteligência dos leitores, distorcendo a verdade, promovendo a doutrinação esquerdista. Tenha dó!!! Qual seu objetivo? Expulsar seus leitores sérios?

Não bastaram as inúmeras críticas dos leitores aos artigos anteriores? O Editor não tem sensibilidade aos argumentos dos leitores? Afinal, vale a pena perder tempo em escrever alguma coisa aqui ou somos totalmente ignorados?

Silas disse...

Kakai no papel de Kakai. Advogado na defesa do interesse dos seus clientes. Nenhuma novidade.

Anônimo disse...

Opinião tendenciosa de um dos interessados em lucrar com o caso, mais um, só ignorar.

Mordaz disse...

Que que é isto, Políbio. Dando voz ao advogado maior dos corruptos? Argumentando em causa dos seus clientes. Que "negros, pobres e despossuídos" serão beneficiados pelo indulto de natal que alivia para os corruptos?

Sheila disse...

"Os detentores da virtude e da verdade" sempre apoiarão a condenação de corruptos...Seja através da Lava Jato ou não. É bom o milionário advogado que defende corruptos de toda ordem e e exibe o viés comunista sem qualquer constrangimento saber que Fernando Pessoa era contra essa tirania nefasta que dizimou mais almas em apenas um século do que todas as guerras da Humanidade juntas: "O comunismo não é um sistema: é um dogmatismo sem sistema — o dogmatismo informe da brutalidade e da dissolução. Se o que há de lixo moral e mental em todos os cérebros pudesse ser varrido e reunido, e com ele se formar uma figura gigantesca, tal seria a figura do comunismo, inimigo supremo da liberdade. Tudo quanto o homem tem conquistado, até hoje, de espiritualidade moral e mental — isto é, de civilização e de cultura —, tudo isso ele (o comunismo) inverte para formar a doutrina que não tem."

Mordaz disse...

Devia ter posto a foto do Kakay que dispensaria a leitura do texto.

Mordaz disse...

Qual advogado de defesa "prova" a culpa do seu cliente? Advogado de defesa não se interessa pela justiça, mas pela impunidade de seu cliente, por pior que ele seja.

Anônimo disse...

Dando espaço para advogado que é contra a lava jato?

Anônimo disse...

Que texto é este? Qual a intenção dele neste blog? Realmente,a maior parte das críticas a lava jato são com o único intuito de desmontá-la, principalmente para salvar os próximos que ela vai pegar, como uma boa leva de dinossauros políticos do PMDB. E sobre o indulto de Natal é uma excrescência. Pena é para ser cumprida e é na Justiça que ela deve ser questionada ou alterada.

Anônimo disse...

Toda vez que ouço ou leio o nome desse advogado de renomados bandidos sinto "despertar em mim os mais primitivos instintos", lembrando Bob Jeff em 02/08/2005, referindo-se ao ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, então deputado federal, durante processo de cassação do mandato do petista na Câmara dos Deputados: "Vossa excelência desperta em mim os mais primitivos instintos".

Anônimo disse...

Vindo de quem vem, nem vale a pena ler.

Anônimo disse...

Aceita qualquer causa, desde que paguem o preço do serviço.

Nelson disse...

Triste artigo deste cidadão. Reservo-me ainda o direito de desconfiar de qualquer um que ataque a maior operação anti-corrupção que nosso país já teve e que condenou o líder da quadrilha nesta semana.

Unknown disse...

Que me desculpe, adevogado...
O mantra que é repetido atualmente pelos poderosos e mídia aliciada é o de que "pelo menos as instituições funcionam no Brasil", o que é uma mentira descarada!!!
Autoridades constituídas dos três poderes não assumem suas responsabilidades e vivem no compadrio e comprometimento em relação à impunidade e privilégios!!!
Isto qualquer cidadão de bem sabe!!!

Marcelo disse...

Kakay é um tremendo de um parlapatão. A vida toda esteve ligado ao estableshiment. Se a gente ler tudo ao contrário do que ele escreve, talvez encontre alguma verdade.

Anônimo disse...

Infelizmente, por mais que o combate incessante à corrupção, verdadeiro câncer da nossa vida pública, seja absolutamente necessário, os excessos e um certo "macartismo" jurídico se acha presente, pelo que o articulista tem toda razão. Urge que a operação seja, ao menos na sua face de espetáculo midiático, recolocado na sobriedade e serenidade que a justiça, para ser feita, exige.

Anônimo disse...

Olha quem escreveu isso. Acho que viu seus rendimentos diminuídos com os infindáveis recursos. Piada...

Anônimo disse...

Polibio, a opiniao desse advogadinho da ONU pra mim e' bosta

Anônimo disse...

Quanto mimimi só porque fizeram cumprir a lei sem enrolação, sem pixulecos e sem artifícios de terceiro mundo.

Anônimo disse...

Falou aquele que ficou milionário defendendo corruptos.

Garivaldino Ferraz disse...


Antônio Carlos de Almeida Castro, vulgo "KAKAY", é advogado e assumiu os encargos de Luis Greenhalgh, aquele que de acordo com Bolsonaro, adquiriu LER (lesão por esforço repetitivo) por tanto contar dinheiro arrancado dos cofres públicos pela "cOmissão da Calúnia". Não é atoa que ele tem 21 clientes enrolados em processos da operação Lava Jato.

Anônimo disse...

Artur Nogueira diz:
Tá todo mundo esperneando. Ótimo!
A operação Lava Jato está desnudando os grandes impostores- que marcaram o território e tiveram enorme presença e atividades durante o lulopetismo.
Essa verdadeira derrama de dinheiro proporcionado pelo maior esquema de corrupção do mundo, proporcionou aos "amigos do rei" uma vida fácil, dolce far niente. São empresários corruptíveis, advogados de defesas indefensáveis, marxistas caviares, estudantes que só querem vagabundear, funcionários do Estado que só querem receber, ONGs, enfim , uma grande corja que hoje terá que correr atrás de outros ofícios, enfim encarar a realidade. Esse cafajeste do Kakay, defensor de bandido de colarinho branco, certamente é a favor da continuação da impunidade, pois é o filão seu, onde ganha muito dinheiro, diga-se de passagem, do Estado(nosso). Quer ser o Marcio Thomaz Bastos da vez.

Unknown disse...

Assino embaixo!

Anônimo disse...

A OPERAÇÃO LAVA JATO , JUNTO COM OS HERÓIS DA JUSTIÇA FEDERAL PROCURADORES , AUDITORES DA RECEITA FEDERAL E POLÍCIA FEDERAL FORMARAM UMA FORÇA CONJUNTA QUE DESMONTOU TRÊS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS PERIGOSAS QUE TOMARAM O ESTADO BRASILEIRO DE ASSALTO. ORCRIM PT , ORCRIM PMDB E ORCRIM PP. O RESTO É CHORO DE COMUNISTA.

Anônimo disse...

Com idéias assim que esse Kakay tá MULTIMILIONÁRIO. O errado é o delegado, o certo é o bandido assaltante de dinheiro do povo.

Anônimo disse...

Não vão seguir a origem dos milionários honorários?

Anônimo disse...

kê ké isso, Políbio? Dando voz a esse pessoal no seu blog???? Eles já ocupam toda a grande mídia, as universidades, igrejas, etc. Não polua seu blog com este lixo! E, sobretudo, não torture seus leitores, conforme mostram os comentários indignados acima.

Anônimo disse...

No Brasil tivemos quatro atos civilizatórios: 01) A abdicação de D.Pedro I para o filho; 02) A Abolição da Escravatura; 03) A luta conta o Comunismo; 04) Lava Jato. O resto é bobagem.

Anônimo disse...

A LAVAJATO é um SAFARI do judiciário, caçando cabeças para exibir como troféus.