Gaudêncio Fidélis (Queermuseu) falará sob condução coercitiva na CPI dos Maus Tratos do Senado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos no Senado aprovou em sessão na quarta-feira o pedido para que sejam levados para depoimento, em condução coercitiva, o artista Wagner Schwartz e o curador da exposição Queermuseu: Cartografias da Diferença na Arte Brasileira,  o gaúcho Gaudêncio Fidélis.


Schwartz foi o artista que fez, nu, uma performance interativa no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), em setembro

69 comentários:

Anônimo disse...

Está demorando muito para tomar depoimento, é muito tro-ló -lo, quem não deve não teme.

Anônimo disse...

Está demorando muito para tomar depoimento, é muito tro-ló -lo, quem não deve não teme.

Anônimo disse...

nao ha performance alguma em ficar nu e se tocado pelo outros...

va pintar um quadro (decente), compor uma musica, escrever uma peça, esculpir um objeto...

ficar pelado como "performance" é o mesmo que que consultoria petista: ambas "no ecsistem".

Anônimo disse...

Essa eu não quero perder, mas
nao perco mesmo! Quero ver esses vagabundos tentando se explicar na frente dos Senadores!

Anônimo disse...

estas exposições não teriam a menor divulgação ou importância, não fosse a aberração de envolver crianças.
LIXO

jose oliveira CXSRS

Anônimo disse...

Dizem que estas mostras organizadas por gente ligadas às esquerdas foram orquestradas para conjuntamente nas grandes capitais agredir à família, a moralidade e a fé das pessoas. Os comunistas natos são contra a família e a religião, felizmente estão em extinção no mundo, nestes dias que completam 100 anos da Revolução russa que dizimou maus de 100 milhões de pessoas, um genocídio contra a humanidade.

ebuenogm disse...

Tá com cheiro de falta de assunto importante... É um pouco de moralismo medieval.
A putaria tá generalizada. Pior de todas é o descaso com a saúde, a educação, o transporte e a segurança públicas.

Anônimo disse...

esses fascistas machões de internet são umas gazelinhas ao vivo...filhos da puta

Anônimo disse...


Não vou torcer para serem currados coercitivamente porque eles gostam.

Anônimo disse...

"Essa eu não quero perder, mas
nao perco mesmo! Quero ver esses vagabundos tentando se explicar na frente dos Senadores!" eta povo bobalhão enquanto ficam discutindo homem pelado os caros politos entre eles senadores metem a mão no teu bolso babaca

Jorge disse...

achar que ficar pelado é obra de arte só pra militantes da esquerda brasileira

Anônimo disse...

Se eu estivesse por perto do homem nu, eu gostaria de ter lhe enfiado um sabugo para ver como ficaria sua performance.

Anônimo disse...

Manda ele fazer esta performance no Presídio Central. Os presos vão agradecer.

Anônimo disse...

esse vagabundo e' grande amigo da ma do rosario

Anônimo disse...

Sob coerção é? Siempre assim, com crianças e mulheres são sempre bem machos, mas quando o bicho pega mostram as galinhas que são.

Anônimo disse...

Sujeitos rasos, que acham que afetação é sinônimo de cultura. Assistiremos a um espetáculo no Senado que demonstrará a fragilidade de suas ideias e que explicitará a absoluta falta de talento para produzir qualquer coisa melhor do que essas tais "performances".

Anônimo disse...

CPI APROVA CONDUÇÃO COERCITIVA DE CURADOR DA QUEERMUSEU E ARTISTA DO MAM

A Comissão Parlamentar de Investigação (CPI) dos Maus-tratos no Senado aprovou nessa quarta-feira, 8, o pedido do senador Magno Malta (PR-ES) para que sejam levados para depoimento, em condução coercitiva, o curador da mostra Queermuseu, Gaudêncio Fidélis, e o artista Wagner Schwartz, que fez, nu, uma performance interativa no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), em setembro; Fidélis criticou a medida e negou que tivesse se negado a comparecer à CPI
9 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 16:05 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ou seja, vai viajar de "graça" até Brasilia para depor na CPI, onde tem o direito constitucional de se manter calado.

Ou seja, o Senador Evangélico Magno Malta tinha que arrumar uma promoção pessoal, afinal precisa estar na midia para se reeleger.

Anônimo disse...

Perguntar não ofende: O Senador Magno Malta, do PR/ES não é um dos que já estiveram enrolados com a máfia das sanguessugas, ambulâncias? Foi ao plenário e chorava igual uma criança.....

Anônimo disse...

Troca de e-mails mostra que Magno Malta recebeu propina de R$ 100 mil:

Helena Sthephanowitz - 15/08/2016 - RBA

O senador Magno Malta (PR-ES) virou uma espécie de ídolo da extrema-direita com seus discursos raivosos e ataque a políticos à esquerda. Como se tivesse uma ficha limpíssima, usa a tribuna do plenário do Senado para falar em "moral e os bons costumes", acusar adversários políticos e até debochar. Enquanto Malta acusa sem apresentar provas, o jornal Folha de S.Paulo diz ter tido acesso a e-mails que comprovam caixa 2, ou propina, para o senador na eleição de 2014.

Segundo reportagem do domingo (14), e-mails comprovam a denuncia de R$ 100 mil de caixa dois do presidente da cozinha Itatiaia, Victor Penna Costa, a Magno Malta. De acordo com o jornal, as trocas de mensagens entre o dirigente de uma das maiores fabricantes de móveis de cozinha do país e o senador são de 8 de setembro de 2014.

Outras mensagens entre funcionários e direção da Itatiaia indicam que Malta viajou no avião particular da empresa em 2012 e 2013. Das conversar participam o presidente da empresa, Penna Costa, seu filho Daniel – que era gerente financeiro à época– e um assessor da firma, Hugo Gabrich.

Em um deles, o presidente da empresa diz que precisa pagar R$ 400 mil para "consultoria" de Gabrich. O assessor responde: "Estou entregando a NF (nota fiscal) que cobre o montante de R$ 500 mil conforme orientação do dr. Victor. Impostos serão incluídos na NF, totalizando R$ 575 mil."

Na nota emitida pela Vix Consulting, de Gabrich, a contratante é a Itatiaia. O acerto mostra que a contratante pagou os R$ 75 mil de impostos para a Vix – o que sugere que a nota foi encomendada.

Na sequência dos e-mails, Costa manda o filho depositar para a Vix Consulting somente R$ 475 mil. "Os outros 100.000 são para compensar a retirada em dinheiro de R$ 100.000 do Malta. Não sei como foi contabilizado (a saída desse valor da empresa)", escreve o presidente da Itatiaia.

Daniel, então, pergunta: "Quem realizou o pagamento do Malta? Existe NF, foi declarado a doação?"

Victor encerra: "Não existe NF, não declaramos. Veja com Lailton (tesoureiro da empresa). Favor apagar todos os e-mails sobre este assunto".

Procurado pelo jornal, Gabrich afirmou que a empresa fez nota fria para justificar pagamentos de caixa 2 da Itatiaia. O destino do restante do valor da nota (R$ 400 mil) não aparece na troca de e-mails.

De acordo com a Folha, a pedido da reportagem as origens das mensagens foram analisadas pelo perito em ciências forenses Reginaldo Tirotti. O especialista atestou a autenticidade delas, identificando a sequência de códigos gerados pelos remetentes das mensagens.A Itatiaia foi fundada em 1964 e tem duas fábricas, em Ubá (MG) e em Sooretama (ES).

Já em outro e-mail, de 8 de julho de 2014, um ano após a Itatiaia inaugurar a unidade capixaba, que recebeu incentivos fiscais, Gabrich descreve a Victor Costa o cenário político no Espírito Santo. Menciona candidatos "viáveis" ao governo, fala de Magno Malta, que fechou aliança com Renato Casagrande (PSB), governador do Estado na época. Disse que a mulher do senador, Lauriete, não disputaria a reeleição para deputada federal e citou o deputado Marcelo Santos (PMDB). (...)

Malta no jatinho
Outros e-mails mostram que o senador usou avião particular da Itatiaia ao menos duas vezes: em 20 de julho de 2012, de Vitória a Aracaju, e em 27 fevereiro 2013, no trajeto Brasília-Rio. (...)

Sobre a viagem a Aracaju, há um e-mail enviado ao presidente da Itatiaia pelo então diretor Beto Rigoni, que relata problemas no trajeto: "Eram 7 pessoas quando só cabem 4 no avião. O Yunes (piloto) tinha duas opções: dar duas viagens ou colocava todos dentro na aeronave. Como o senador pressionou ele bastante, ele (...) seguiu para Aracaju em 8 pessoas dentro do avião (além da insegurança, fizeram uma 'festa no ar')". (...)

Anônimo disse...

Senador Magno Malta foi indiciado por suspeita de participação na Máfia dos Sanguessugas:

11/07/2017 - Plantão Brasil

O senador Magno Malta (PR-ES) foi indiciado pela Polícia Federal por envolvimento no escândalo dos sanguessugas. Ele é acusado de ligação com o esquema de venda superfaturada de ambulânciaspara prefeituras, suspeito de ter cometido crime de corrupção. O parlamentar é acusado de receber um Fiat Ducato para apresentar uma emenda ao Orçamento que destinaria recursos para a compra de ambulâncias que seriam vendidas por Luiz Antônio Vedoin, chefe da máfia dos sanguessugas.

Malta foi investigado também pela CPI dos Sanguessugas, juntamente com outros 70 parlamentares, mas seu nome não apareceu no relatório final da comissão. Ele foi absolvido no processo por quebra de decoro parlamentar aberto no Conselho de Ética do Senado.

Para a PF, não é necessário que o parlamentar tenha beneficiado a empresa para ser responsabilizado pelo suposto crime. Apenas a promessa de apresentar uma emenda ao Orçamento, que beneficiaria a Planam, na avaliação dos responsáveis pelo caso, já justificaria o indiciamento do senador.

Na época, Malta argumentou que não recebeu o veículo da Planam, como dissera Vedoin em depoimento à Justiça de Mato Grosso. Malta disse que o carro lhe foi emprestado pelo deputado Lino Rossi (PP-MT), porque o senador precisava de um veículo grande para transportar integrantes de sua banda gospel. Ontem, o senador não foi encontrado para falar sobre o indiciamento. Segundo seus assessores, ele está no interior do Espírito Santo, incomunicável.

A PF trabalhou com informações de que mais de 80 parlamentares estariam envolvidos no esquema, com base numa lista feita pela ex-assessora do Ministério da Saúde Maria da Penha Lima, acusada de defender os interesses da quadrilha no governo federal. Muitos não conseguiram se reeleger e agora respondem a processo na 2ª Vara Federal de Mato Grosso. Por ter foro privilegiado, o caso de Malta tramita no Supremo Tribunal Federal.

Outros 31 parlamentares já foram indiciados pela PF nos inquéritos no Supremo e na Justiça Federal de primeira instância. Eles são acusados de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha, entre outros crimes.

Anônimo disse...

Pouca vergonha... Ainda mais envolvendo crianças! Vão tomar vergonha na cara e deixem nossas crianças em paz! Estaremos SEMPRE vigilante contra esses doentes
e monstros pervertidos. Se preciso for baixamos "a lenha" ou "tiraremos o pó" dessa cambada!!!

Anônimo disse...

Perfil de Magno Malta na Wikipédia é adulterado após excluir escândalos:

Descrição negativa e denúncias tinham sido retiradas de biografia na rede.

Site mostra que edição havia sido feita por computador do Senado Federal.

01/09/2016 - G1

A página do senador do Espírito Santo Magno Malta (PR) na Wikipedia foi adulterada por internautas nesta quinta-feira (1). O ato aconteceu após a biografia do senador ser editada e todos os escândalos políticos em que ele foi citado serem apagados.
O assessor de comunicação do senador disse ao G1 que ninguém do gabinete retirou as informações negativas e que, caso as brincadeiras continuem, medidas judiciais podem ser tomadas.
A Wikipédia é uma enciclopédia virtual com diversos idiomas e escrita de maneira colaborativa. Isso significa que internautas do mundo todo podem fazer alterações, que depois são submetidas a análise do site.

No dia 29 de agosto, às 19h 31, um usuário que usava o IP (identidade do computador) 201.54.48.46 modificou toda a descrição do senador, excluindo o envolvimento em escândalos citados.

Em uma pesquisa em sites que buscam a localização geográfica mostra que trata-se de um computador do Senado Federal.
Página foi editada por computador do Senado e descrição negativa retirada (Foto: Reprodução/ Wikipedia)

Página foi editada por computador do Senado e descrição negativa retirada (Foto: Reprodução/ Wikipedia)

No mesmo dia, um outro usuário do site voltou a publicar toda a informação que tinha sido apagada.

Internautas perceberam as mudanças e decidiram acrescentar informações em tom de brincadeira na página. Algumas já foram apagadas pela própria Wikipédia.

Na nova redação, Magno Malta é descrito como "Pastor evangélico e ladrão de galinha gospel Tempero do Mundo" e que "começou sua carreira em 1993 como vendedor de pipoca em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo".

A descrição antiga era: "Pastor evangélico e integrante da banda gospel Tempero do Mundo. Começou sua carreira em 1993 como vereador em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo".

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Resumo da Opera: Quem acessar o You Tube sobre Magno Malta só vai encontrar noticias "eanaltecendo" o senador....

Anônimo disse...

Sanguessuga: PF indicia senador Magno Malta:

Do G1 - 05/05/2007

A Polícia Federal (PF) indiciou o senador Magno Malta (PR-ES) por suspeita de participação na máfia dos sanguessugas. Segundo a PF, o parlamentar foi indiciado por formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

As investigações da Polícia Federal e do Congresso mostraram que o esquema dos sanguessugas fazia compras superfaturadas de ambulâncias para prefeituras com dinheiro do Orçamento.

A assessoria do senador afirmou que, oficialmente, ele não sabe de nada, pois ainda não foi notificado. Segundo a assessoria, Magno Malta estranhou o indiciamento. A assessoria de imprensa ainda não conseguiu contatar Magno Malta neste sábado (5), pois ele está no interior do estado.

Magno Malta, que foi absolvido no processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética do Senado, é acusado de receber uma Fiat Ducato para apresentar uma emenda direcionada às empresas de Luiz Antônio Trevisan Vedoin, apontado como chefe da máfia dos sanguessugas.

Anônimo disse...

Magno Malta é ele mesmo a “anomalia” que quer combater:

Kiko Nogueira - 19 mai 2015 - DCM

O senador Magno Malta contém, em si mesmo, todas as interpretações possíveis do termo picareta. Na noite em que o plenário do Senado aprovou o nome de Luiz Edson Fachin para o STF por um placar de 52 a 27, Malta pediu a palavra.

Citando a Bíblia e a expressão “profissão de fé” a cada 30 segundos, pôs-se a justificar seu voto numa confissão de ignorância e maldade de dar gosto a Belzebu.

Ele tinha “dificuldade de votar” porque, na sabatina, Fachin só respondeu com “‘rolando lero’ jurídico”. O indicado de Dilma teve “escorregões jurídicos” ao escrever, por exemplo, o prefácio de um livro sobre poligamia.

Do púlpito, agitando os braços, detonou a marcha da maconha e a posição de Fachin sobre ela, segundo ele, favorável à liberdade de expressão. E se os pedófilos quiserem marchar, perguntava, apoplético.

“Se você não aplaude o homossexualismo, é homofóbico. Somos todos homofóbicos, então”, gritou. E a chave de ouro que não poderia faltar a um evangélico fundamentalista: “Fui eleito pelos que acreditam em família nos moldes de Deus, macho e fêmea. Fora isso é anomalia.”

MM já havia chamado de “anomalia” a PL 122, que incentiva, diz ele, a criação de um “império homossexual”.

Seu currículo de imbecilidades já havia sido alçado a um novo patamar em janeiro, quando enterrou o nariz no saco de Aécio Neves em seu retorno ao Senado depois da derrota na campanha presidencial. “Vossa Excelência não perdeu as eleições. Vossa Excelência recebeu um livramento da parte de Deus”, falou, num aparte antológico.

O medo e a raiva dos gays é parte do que Freud chamava de “formação reativa”, o conflito contra os símbolos externos de um sentimento que está sendo sufocado internamente.

Em seu teatro sobre Luiz Fachin, Malta foi sincero num ato falho. “Diziam ‘amanhã ele vira ministro do Supremo, caí um processo seu na mão dele e você estará arrebentado’”.

É esse seu receio, é essa a razão de toda sua conversa baseada no ódio e no preconceito: que seja julgado por Fachin no Supremo. Malta é a anomalia de que tanto fala. Onde está Deus que não opera um livramento onde é necessário?

Anônimo disse...

Senador Magno Malta é retirado de avião após bater boca com duas mulheres:

12 de setembro de 2016 - Debate Progressista

Magno Malta (PR-ES) foi retirado do avião onde acabara de embarcar no aeroporto internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília-DF. O senador – que votou pelo golpe contra a presidenta eleita, Dilma Rousseff – bateu boca com duas mulheres que se manifestavam contra ele dentro do avião, as manifestantes chamaram ele de golpista.

Por questão de segurança, o comandante do voo sugeriu que os três desembarcassem da aeronave e a Polícia Federal foi acionada. Magno Malta, em tom machista, reclamou da “histeria” das mulheres dentro da aeronave.

Anônimo disse...

CPI controlada por fascistas do MBL ordena sequestro do curador do Queer Museum:

Miguel do Rosário - O Cafézinho - 09 nov 2017

Os leitores me perdoem se pareço exagerado ao chamar “condução coercitiva” de sequestro. É que é assim que eu entendo.

O instrumento de condução coercitiva está sendo usado no Brasil como uma maneira de sequestrar e prender pessoas pelo tempo necessário à sua humilhação pública.

A vítima da vez é o curador do Queer Museum. A ordem vem do senador Magno Malta (PR-ES), inspirado pelos ataques fascistas do MBL e da extrema direita à liberdade artística.

O sequestro do curador é, portanto, mais um capítulo do regime de exceção que parece endurecer cada dia mais, com a cumplicidade de uma imprensa golpista, antidemocrática, antinacional e covarde. (...)

Anônimo disse...

Magno Malta e A Virgem Amamentando: o que o senador medieval falaria?

Joaquim de Carvalho - 9 nov 2017 - DCM

A Virgem Amamentando, de Giampietrino
O MASP tem batido recordes de visitação este ano e está sendo muito frequentada a exposição História da Sexualidade, que passou de classificação restritiva para maiores de 18 anos para classificação indicativa para maiores de 18 anos.

A mudança atendeu a uma sugestão do Ministério Público, que não viu razões para a proibição aos menores de 18 anos, embora a temática seja a sexualidade e haja obras com nus.

As organizações medievais, como o MBL, ameaçaram realizar protestos, mas não houve nada significativo até agora na porta do museu.

Uma visita ao acervo mais importante do Hemisfério Sul, que inclui a exposição permanente, conta a história de como a arte quebra tabus e provoca a reflexão.

Há no acervo permanente, por exemplo, um quadro de Giampietrino, da Lombardia, pintado por volta de 1500. Mostra a Virgem amamentando o Menino e São João Batista criança em adoração.

Se hoje os ignorantes (ou mal intencionados, que querem desviar o olhar da Nação, posto na corrupção, para a arte que dizem ser imoral) se escandalizariam com esse quadro, que mostra um seio belíssimo da Virgem, com o mamilo róseo de fora, imagine-se à época.

(Em pleno século XXI, surge a notícia de que o senador Magno Malta, que faz política conectado à pauta supostamente evangélica, conseguiu aprovar a condução coercitiva de um ator que se apresentou em instalação no MAM nu, como em praias brasileiras).

A arte seguiu adiante, como seguirá, para deleite da humanidade. Os ignorantes (ou mal intencionados) passaram. Mas seu espírito de quando em quando volta, para nos atormentar.

Anônimo disse...

E o que dizer do templo Lakshmana em Khajuraho, Índia?

Os idiotas mandarão invadir a Índia e destruir tudo?

Anônimo disse...

Veja quem será o polêmico vice de Bolsonaro nas eleições 2018:

Josias Oliveira -31 jul 2017 - Folha Brasil

O presidenciável Jair Messias Bolsonaro escolheu um dos mais polêmicos senadores da atualidade para ser seu candidato a vice-presidência. Evangélico com forte atuação na defesa da Família Tradicional e odiado pelas Esquerdas, Bolsonaro terá ao seu lado um grande parceiro na mobilização de eleitores pelas redes sociais.

O senador Magno Malta (PR) confirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que pode ser vice na chapa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) para a presidência da república em 2018.

O senador capixaba não descarta, ainda, inverter de posição com o deputado, saindo como candidato à presidência com Bolsonaro como vice. “Temos conversado que, em 2018, todos estaremos juntos, independente de posições. Aliás, não só eu e ele, mas todos aqueles que repudiam esse modelo esquerdopata que destruiu o País. Quem pode ser vice também pode ser o verso”, afirmou o senador.

Em vídeo postado nas redes sociais em junho ao lado de Malta, Bolsonaro fez um afago ao senador. “Magno, você tem muita responsabilidade para com 2018. Porque, sempre digo, se a gente quiser mudar o Brasil, tem que ter gente no nosso perfil sentado naquela cadeira presidencial. (…) No ano que vem, uma certeza aqui: estaremos do mesmo lado”, disse Bolsonaro.

Magno Malta rasgou elogios ao colega. “Gosto do Jair, tenho boa relação com ele. É um bom nome para presidente. Se não for para o 2º turno, é ele quem vai definir a disputa”, afirmou.

Bolsonaro já afirmou que está 99% acertado com o Partido Ecológico Nacional (PEN). A filiação, segundo o próprio, deve ser anunciada em breve. “É um noivado nota 10. Estamos, inclusive, estudando a mudança do nome do partido. Quero que o partido se chame PAB (Pátria Amada Brasil).Em poucos dias devemos selar esse casamento”, disse o deputado.

Anônimo disse...

Bolsonaro indica senador Magno Malta como testemunha em processo contra Maria do Rosário:

Os deputados Pastor Eurico (PHS-PE), Rogério Marinho (PSDB-RN) e Sílvio Torres (PSDB-SP) também foram escalados como testemunha

16/10/2017 - Época

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) escalou o time de parlamentares que vai ajudá-lo a se defender das acusações de injúria e apologia ao crime atribuídas a ele pela petista Maria do Rosário (RS). Bolsonaro indicou como testemunhas de defesa o senador Magno Malta (PR-ES) e os deputados Pastor Eurico (PHS-PE), Rogério Marinho (PSDB-RN) e Sílvio Torres (PSDB-SP). O ministro Luiz Fux, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), mandou intimá-los.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Testemunhas "abonatórias" x videos? Prova técnica x puxa sacos?

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Polibio não faz assim. Tendo formação jurídica sabes melhor do que eu que a condução coercitiva ocorre sim desde que desobedecido Mandado de Intimação anterior desobedecido e sem a justificativa, mas não obriga a ninguém a falar ou responder perguntas.

Anônimo disse...

Enquanto isso........

Globo afasta Waak por racismo. Todo Boris um dia solta a “franga”:

FERNANDO BRITO · 09/11/2017 - O Tijolaço

preto
No mundo do “tem sempre alguém gravando”, que a mídia idolatra, o feitiço vira contra o feiticeiro.

O apresentador irônico e impiedoso do Jornal da Globo, Willian Waack, foi pego numa gravação, supostamente em off, ( veja ao final do post) xingando alguém que buzinava, na preparação de uma de suas entrevistas, como fazendo “coisa de preto”.

O suposto intelectual, de aparentes maneiras chiques, quando as luzes não estão acesas é um bárbaro preconceituoso e cruel, revelando não ter só os maus modos que quer julgar mas , mais que isso, revela-se sem humanidade

A Globo o afastou de suas funções de apresentador. Diz que “a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos.”

Está, claro, desgraçado profissionalmente para o resto da vida.

Colheu o que plantou, se dispondo a ser intérprete do reacionarismo. Porque este papel o faz falar e pensar pelos que pensam, mas não falam.

Aos jornalistas patronais, antigamente, chamavam-se-os de penas de aluguel.

Aos de hoje, pelas mudanças na mídia, poder-se-ia chamá-los de boca de aluguel.

Waack, depois de uma dúzia de anos como inquilino do pensamento dos Marinho, vai ganhar um pontapé. Vai ser jogado fora.

Infelizmente, porém, não será jogado fora o ódio e a discriminação com que, com palavras menos duras do que a gravação revelou, ele espalhou a milhões de brasileiros.

Ao fim das contas, tenho certa pena dele. Buzinou quando não devia, de uma fora em que não devia, toda a sua incivilidade, sua desumanidade.

No conceito que ele professa, e não eu, “fez coisa de preto”.

O que prova, talvez, que todos sejamos iguais.

Mas isso vai além de seu entendimento, como parte da elite de merda que este país formou.

Anônimo disse...

Guru de Bolsonaro: mulher ganha menos porque “há menos mulheres geniais”:

FERNANDO BRITO · 09/11/2017 - O Tijolaço

O economista Adolfo Sacshida, atual guru econômico de Jair Bolsonaro, gravou, em 2013, um vídeo onde reconhece que as mulheres têm salários menores que os homens mas nega que haja uma discriminação no mercado de trabalho.

Claro, ele passa pelas explicações convencionais (e discriminatórias) de que a mulher não pode ter o mesmo “plus” de produtividade – que em princípio seria igual, mas, no caso delas, limitadas pelas tarefas domésticas – ou porque não querem trabalhar mais horas pois vão cuidar da casa e dos filhos, ou porque largam o trabalho, na idade mais produtiva, para engravidar, ter filho e cuidar dele por um tempo, ou porque têm maior custo com licença-maternidade, ou por “levar o filho ao médico”.

Mas tem uma que eu nunca tinha ouvido, nem dos maiores energúmenos, que está aos 4’35” do vídeo. Diz Sachsida que a inteligencia da mulher, em média, é igual à do homem. Muito bem, “Seu” Sachsida, parecia que o senhor iria dizer alguma coisa útil afinal…

Mas veja o que ele diz: como existem muitos homens”otários” e muito menos mulheres imbecis, para que a média seja igual, há muito mais homens geniais do que mulheres geniais, que não são tantas quanto eles! Uau!

A conclusão, claro é que “quanto mais proteção vocês derem às mulheres, maior vai ser o desemprego entre as mulheres”.

Eu não sei em que ponta colocar o guru de Bolsonaro, mas como ele mesmo diz que há muitos homens imbecis, suponho que esteja com a maioria.

O único consolo que se tem diante de tanta asneira é o comentário de um economista que conhece o Dr. Sachsida e que me chegou por um amigo: “a coisa boa nisso tudo é que, se o Saschida está no meio, não tem risco de dar certo”.

Assista e veja se pode dar certo.

Anônimo disse...

Enquanto isso.....

Economist chama Bolsonaro de “demagogo de direita”, “radical”, “extremista” e diz que ele “quer ser Donald Trump”

9 nov 2017 - O Essencial/DCM

Da Gazeta Online:

Reportagem publicada na edição desta semana da revista britânica The Economist afirma que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) “quer ser um Donald Trump brasileiro”, mas com uma retórica ainda mais “indecorosa”. Com o título “Ele não é o messias. Ele é um garoto muito levado”, a reportagem questiona: “Um demagogo como Jair Bolsonaro pode ser o próximo presidente?” O texto classifica o parlamentar como um “nacionalista religioso, anti-gay, pró-armas e defensor da ditadura, que matou e torturou brasileiros entre 1964 e 1985”.

A Economist acompanhou a chegada de Bolsonaro ao aeroporto de Belém (PA), onde ele foi recebido por centenas de apoiadores “como se fosse um herói voltando para casa”, segundo a publicação. A revista lembra que, se a eleição presidencial fosse realizada agora, o ex-capitão do Exército seria o segundo colocado, atrás apenas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), de acordo com pesquisa do Ibope. Mas pondera que o resultado não é confiável, faltando tanto tempo para a votação, e que o eleitorado de Bolsonaro pode não estar consolidado.

A reportagem lembra que Bolsonaro dedicou seu voto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 2016, ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra — apontado pela publicação como “torturador-chefe da ditadura” — e que, em 2014, disse a uma parlamentar que não iria estuprá-la porque ela não merecia — numa referência ao ataque verbal à deputada Maria do Rosário (PT-RS), pelo qual Bolsonaro foi condenado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A Economist considera que o parlamentar fala pouco sobre o que faria, se fosse eleito presidente, além de “restaurar a lei e a ordem”, e lembra que, em entrevista recente à agência Bloomberg, ele admitiu ter conhecimentos superficiais sobre economia. O texto continua dizendo que Bolsonaro defende o relaxamento dos mecanismos de controle de armas, a restrição dos investimentos chineses no Brasil e uma aproximação com o governo de Donald Trump, nos EUA.

Insatisfeitos com a economia, a criminalidade e a corrupção podem aderir à candidatura do deputado, na avaliação da revista, que lembra que a taxa de desemprego no Brasil chega a 12,4% e que as taxas de homicídios estão em elevação no país. A publicação afirma que o pré-candidato está apostando no poder das redes sociais, onde tem 4,8 milhões de seguidores no Facebook — “mais do que qualquer outro político brasileiro” — e ouve apoiadores: “Bolsonaro é o único candidato honesto. Não há prova de que ele seja racista ou homofóbico”, disse à revista Bárbara Lima, voluntária de 27 anos.

A revista britânica considera, no entanto, que o entusiasmo em torno do pré-candidato pode diminuir se a economia brasileira der sinais de recuperação e quando os eleitores começarem a prestar mais atenção à campanha eleitoral, mas avalia que o segundo lugar de Bolsonaro diz muito sobre o estado de espírito “turbulento” dos brasileiros. “Uma escolha entre ele e Lula, que foi condenado por corrupção por uma corte de primeira instância, seria realmente sombria”, sentencia a publicação, lembrando que Lula está recorrendo da sentença.

(…)

Anônimo disse...

Enquanto isso.....

“Ele faz o comentário de graça”, afirmam os responsáveis pelo vazamento de vídeo de Waack

9 nov2017 - O Essencial/DCM

Do Portal da Jovem Pan:

Um vídeo que está circulando na internet virou de ponta cabeça a vida do jornalista William Waack.

Nas imagens, Waack se prepara para uma entrevista durante a cobertura das eleições norte-americanas do ano passado, quando alguém na rua começa a disparar uma buzina na rua. Contrariado, ele xinga a pessoa e depois solta um comentário que aparentemente diz: “é coisa de preto”.

A Jovem Pan conseguiu conversar com exclusividade com os responsáveis pelas imagens. São eles: o operador de VT Diego Rocha Pereira, 28; e o designer gráfico Robson Cordeiro Ramos, 29. Ambos também são produtores de uma festa de música negra na cidade de São Paulo.

A imagem original foi obtida por Diego, que é ex-funcionário da Rede Globo. De acordo com ele, a equipe de link externo se preparava para a entrada de Waack com um consultor. Para quem não sabe, mesmo quando não está sendo transmitido na televisão, os operadores têm acesso às imagens do link. “Tudo aconteceu enquanto a produção estava colocando o microfone nele”, explica Diego. “Eu ainda voltei as imagens para ter certeza, não estava acreditando que ele teria falado aquilo. Fiquei tão revoltado que filmei com meu celular”.

Já a divulgação do vídeo foi feita por Robson. “Soltei o vídeo em um grupo de líderes do movimento negro”, afirma. “Mas não foi premeditado essa repercussão, a ideia era mostrar para os amigos que um jornalista influente como ele também poderia ser racista”.

Indagados porque só divulgaram o vídeo agora, quase um ano depois, ambos explicam que já haviam mostrado isso para a imprensa, mas não teve a mesma repercussão de agora. “Chegamos a ouvir, ‘se não é do William Bonner’, não interessa”, diz Ramos.

A dupla também rebate os comentários negativos que estão surgindo na internet. “Se nosso objetivo fosse fama ou dinheiro, teríamos feito antes”, diz Ramos.

Diego afirma que chegou a perdeu o material em um determinado momento. “O vídeo original ficou em um celular que perdi durante o Carnaval. Mas o Robson tinha ele em um backup, quando foi atualizar o telefone recentemente, o vídeo apareceu”, detalha o operador de VT.

Indignação

Tanto Ramos quanto Pereira são negros e dizem ter se sentido afetados com o comentário. Os dois afirmam que a maior indignação é que o tipo de comentário que Waack fez parece ser algo natural para ele. “Ele faz o comentário de graça, tá tudo normal no estúdio, e ele fala de graça”, diz. “Eu me revolto porque ele [Waack] trabalha com milhões de negros dentro da Globo. Ele é o âncora, ele traz a informação, mas em volta dele tem um monte de negros trabalhando. Fico imaginando como ele é fora da câmera”, diz Ramos.

Ramos acredita que devido ao fato de o jornalista ser considerado referência intelectual no País, as pessoas vão olhar com outros olhos para a questão racial. “As pessoas vão pensar: ‘olha o que aconteceu com ele, se eu tiver a mesma atitude, acontecerá comigo também’”

Para Diego, outro parte negativa da situação é a reação das pessoas na momento do comentário. Em sua visão, atitudes racistas como a do apresentador precisam ser combatidas no cotidiano. “Ele não foi repreendido depois. Ali estava cheio de gente, tinha coordenador, diretor de imagem, o próprio entrevistado poderia ter reclamado da ‘piadinha’”, afirma Diego.

(…)

Anônimo disse...

Enquanto isso.....

Hashtag “É coisa de preto” chega ao primeiro lugar no ranking do Twitter:

9 nov 2017 - o Essencial/DCM

A hashtag É Coisa de Preto, em resposta a William Waack, da TV Globo, atingiu o primeiro lugar no ranking de postagens no Twitter, o Trends Topics. As postagens são criativas, homenageando personagens negras que ficaram na história como realizadores de grandes feitos — ao contrário do jornalista, que se dirige para o lixo da história. Seguem alguns exemplos de postagens (...)


"

Anônimo disse...

Enquanto isso......

Incêndio no Projac da Globo está sendo chamado nas redes de “Vingança do Waack”:

9 novembro 2017 - O Essencial/DCM

Um incêndio atingiu no início da noite de quinta-feira o galpão Santa Cruz, que fica no interior dos Estúdios Globo, em Curicica, na Zona Oeste do Rio.

Ninguém ficou ferido, mas uma pessoa que teve uma crise nervosa precisou ser atendida pelos bombeiros.

De acordo com a Central Globo de Comunicação, o incêndio começou por volta das 18h e atingiu o galpão de apoio às gravações da novela ‘Deus Salve o Rei’.

O local foi rapidamente evacuado e militares do Quartel de Jacarepaguá participaram do combate às chamas.

Nas redes, o fogaréu está sendo chamado de “Vingança do Waack”. (...)

Anônimo disse...

Enquanto isso....

AUGUSTO NUNES MINIMIZA RACISMO DE WAACK
Augusto Nunes minimiza racismo de Waack

Em seu editorial na Jovem Pan nesta quinta-feira (9), o jornalista Augusto Nunes saiu em defesa do jornalista William Waack, que foi afastado do jornalista da Globo após a cena de racismo protagonizada por ele em vídeo que viralizou na internet; "Não é surpreendente que por um punhado de frases sem importância, ele vire alvo de seitas especialmente repulsivas: os politicamente corretos, os fanáticos extremistas, os que odeiam olhar-se no espelho, os perdedores congênitos, os patrulheiros esquerdopatas, os cretinos fundamentais e os idiotas em geral", diz Nunes
9 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 19:53 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Mas a CPI não é formada pelos "politicamente corretos" e fundamentalistas religiosos.....

Anônimo disse...

Será q quando Augusto Nunes, o militante politico travestido de jornalista, se olha no espelho tbém vê um racista?

Anônimo disse...

William Waack,após esse episódio lamentável de racismo, foi defendido de maneira enfática no dia de hoje por Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo...
Na vida existe um ditado que diz: Diga-me com quem andas e te direi quem és!.

Anônimo disse...

GLOBONEWS CANCELA PROGRAMA PAINEL, DE WILLIAM WAACK

Apresentado desde 2000 por William Waack, o "Globonews Painel" foi cancelado nesta quarta-feira 8 pelo canal pago da Globo, depois do vazamento de um vídeo em que o jornalista aparece fazendo comentário racista; não se sabe ainda se o programa sairá da grade ou terá outro apresentador, segundo o colunista Ricardo Feltrin
9 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 15:39 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Será que o sanguessuga, digo, o Magno Malta toparia uma CPI do "racismo"?

Anônimo disse...

GLOBONEWS CANCELA PROGRAMA PAINEL, DE WILLIAM WAACK

Apresentado desde 2000 por William Waack, o "Globonews Painel" foi cancelado nesta quarta-feira 8 pelo canal pago da Globo, depois do vazamento de um vídeo em que o jornalista aparece fazendo comentário racista; não se sabe ainda se o programa sairá da grade ou terá outro apresentador, segundo o colunista Ricardo Feltrin
9 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 15:39 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

A CRUVINEL
O caso Waack e o tempo de fogueiras:
Reprodução | Divulgação:
"O caso William Waack não se encerra com seu afastamento do Jornal da Globo. Diante da tempestade na Internet, nas próximas horas a emissora deve apresentar uma solução definitiva para o problema criado pela divulgação do vídeo em que ele parece ter proferido frases racistas", acredita a jornalista Tereza Cruvinel; a colunista destaca que racismo é "algo que o Brasil definitivamente não tolera mais. Ainda mais vindo de um jornalista com a projeção que ele tem"; "De qualquer forma, Waack é uma bruxa que já foi queimada por uma parcela da opinião pública mobilizada", comenta....
09/10/2017 - Brasil 247

Anônimo disse...

Ele adora um palco. Mais uma chance para brilhar!!...

Unknown disse...

Pois é... mas esta corja conseguiu polemizar a questão, que é óbvia!!! É só seguir a Lei existente em nosso ainda Estado de Direito, quase que Esquerdo!!!

Fernando Campos disse...

Quanto absurdo. Fundamentalistas no poder. Democracia brasileira foi sequestrada pelo que há de pior.

Anônimo disse...

e agora o sesc esta apoiando a pedofilia inundem de desaforos no tuiter #sesc

Carlos Mota disse...

Estas bichas loucas e desvairadas defensoras do petismo alegam que o senador é corrupto.
Pelo menos não é um FDP igual a vocês que, por não terem familias estruturadas querem desestruturar a familia brasileira.
Vocês merecem morrer empalados, pois já que para vocês é bom tomarem no C***, que morram felizes, seus vermes.

Anônimo disse...

Ja passamos os Portoes de Viena...kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Ja passamos os Portoes de Viena...submeta-se a Deus e arrependa-se dos seus pecados...

Unknown disse...

Prefiro o termo "DEBAIXO DE VARA" do jargão juridiquês... é mais apropriado a esta cambada de seguidores da Cartilha Comunista!!!

Anônimo disse...

E a Maconaria? Qual o papel desta instituicao para a corrupcao sistemica no Brasil?

Anônimo disse...

Cale-se, khufar!

Anônimo disse...

Poxa, Políbio, toma providencia contra esse vagabundo petista que fica postando longas porcarias nos comentário.

Anônimo disse...

O artista Wagner Schwartz deveria apresentar sua performance em presídios e ser tocado por apenados amantes da boa arte...

Anônimo disse...

A esquerdalha invadiu o blog, deleta isso Polibio

Anônimo disse...

Grande Senador! Sempre combativo, lutou incansavelmente contra os desgovernos corruptos do PT. Sem dúvida um alinhado do povo brasileiro.

Anônimo disse...

Felizmente ainda temos no senado pessoas da envergadura de Magno Malta.

Anônimo disse...

Grande Senador!

Anônimo disse...

Grande jornalista William Waack. Reconhecidamente um dos melhores âncoras do Brasil.

Anônimo disse...

Não só o Augusto Nardes, mais também o próprio editor e também Reinaldo Azevedo o fizeram e a grande maioria dos telespectadores que gostam do trabalho do jornalista. O certo é que estão fazendo tempestade em copo d'agua. Não vejo atitude preconceituosa por parte do jornalista.

Anônimo disse...

CAETANO PROCESSA FLAVIO MORGENSTERN, AUTOR DA HASHTAG #CAETANOPEDÓFILO

Os advogados do cantor e compositor Caetano Veloso localizaram o autor da hashtag #CaetanoPedófilo, uma das mais usadas no Twitter, no fim do mês passado: Flavio Azambuja Martins, conhecido como Flavio Morgenstern, escritor e um dos defensores da extrema-direita no Brasil; segundo o colunista Anselmo Gois, do Globo, os advogados do músico estão movendo uma ação, na Justiça do Rio, pedindo que as publicações sejam deletadas, além de pagamento de indenização por dano moral
10 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 09:42 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

PALESTRA DE WILLIAM WAACK COM EMPRESÁRIOS É CANCELADA APÓS ESCÂNDALO
Reprodução
Após ser flagrado proferindo uma piada de cunho racista e ser afastado pela rede Globo, William Waack cancelou uma palestra a empresários e empreendedores em Cachoeiro de Itapemirim; o jornalista alegou questões pessoais para cancelar o compromisso; Waack foi substituído por Gerson Camarotti, da GloboNews
10 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 07:02 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

PRIOLI CRITICA O 'SUPOSTO' RACISMO NO NOTICIÁRIO SOBRE WILLIAM WAACK

O jornalista Gabriel Prioli lembra que a Globo anunciou oficialmente que William Waack está afastado de suas funções, "até que a situação seja esclarecida"; "As reticências em noticiar com clareza, usando palavras cruas e diretas, são puro corporativismo. Preocupação em proteger um colega, que não se observa quando o acusado é colega dos outros. Lula, para ficar num único exemplo, não tem suposto apartamento no Guarujá, nem suposto sítio em Atibaia. As notícias sobre ele quase nunca são grafadas no condicional", compara o jornalista
10 DE NOVEMBRO DE 2017 ÀS 10:57 // TV 247 NO YOUTUBE Youtube

Anônimo disse...

Tucanos se bicando e agora bolsonetes chilicando kkkkkk... Tá bom demais:

Ultimato a Bolsonaro I

Azedou o clima entre o deputado Jair Bolsonaro e o Patriota, partido ao qual ele pretende se filiar para para ser candidato a presidente. A reunião ontem do conselho político do Patriota definiu um prazo até 11 de dezembro para manifestação dos filiados interessados em disputar a Presidência da República. E mais: o pessoal de Bolsonaro foi expulso da sala, sob a alegação de que não pertenciam ao conselho e nem eram filiados.

Anônimo disse...

Ultimato a Bolsonaro II

Agora, ou Bolsonaro se filia e sai candidato ou vai buscar outro partido. Aliás, num áudio divulgado no WhatsApp da bancada, Bolsonaro acusa integrantes do partido de fazer um verdadeiro “leilão” da legenda: “Ou corta a cabeça desses caras ou eu estou fora. Vou para outro partido sozinho”, diz Bolsonaro na gravação.

Anônimo disse...

Ultimato a Bolsonaro III

As mágoas dos deputados do Patriota em relação ao presidenciável são muitas. No Espírito Santo, o deputado estadual Rafael Favatto convidou Bolsonaro para uma visita ao estado. O candidato disse que não tinha agenda. Dias depois, lá estava Bolsonaro no estado na companhia de Manatto, do Solidariedade. Na visita ao Pará, o deputado que sonha com a Presidência fez cara de paisagem para o partido. Nesse clima, há quem diga que a porta da rua é a serventia da casa.

Anônimo disse...

CADEIA NESTES COMUNISTA BANDIDO

Anônimo disse...

URGENTE jandida fegall fara "performance" onde contracena com estintores e butijas de gás GLP