Receita gaúcha ataca fraudes em varejos de móveis e decorações

A Receita do governo do RS deflagrou esta manhã a Operação Hortus, destinada a estourar varejistas de móveis e decorações que fraudam o Simples Nacional.

A secretaria da Fazenda estima perdas tributárias equivalentes a R$ 26 milhões.

11 comentários:

Anônimo disse...

Falem dos auditores-fiscais...!!!

Anônimo disse...

ESSES SÃO OS EMPRESÁRIOS "GERADORES DE RIQUEZAS", OS "ÚNICOS PAGADORES DE IMPOSTOS QUE SUSTENTAM A MÁQUINA PÚBLICA" CONFORME O EDITOR VIVE DIZENDO AQUI? HAHAHAHAHA!

Anônimo disse...

Se baterem em Nova Petropolis, Gramado e Canela, o Governo do Estado fecha o caixa até 2020.

Alberto disse...

Em Novo Hamburgo roubar carros por todos os bairros da cidade virou brincadeirinha de crianças só que com violência e armas de verdade.

Anônimo disse...

Se tivessem políticos como sócios teriam entrado na lei votada que permite pagar em até 100 anos.

Thiago disse...

As instituições "democráticas" cletptocratas só servem a isso, emparedar quem não paga o dinheiro que os políticos vão roubar.
Incrível que trilhões foram movimentados pela última década com o PT e seus comparsas roubando tudo e a Receita Federal não detectou nada anormal, nem uma mísera transação, nenhum aumento de patrimônio em 1300% de algum político, nem um centavo, nada.

Anônimo disse...

EM SAO PAULO O PSDB TEM IDO MUITO ATRAS TAMBEM DE EMPRESARIOS Q DEVEM - É ISTO AI QUEM DEVE TEM Q PAGAR A CONTA

Anônimo disse...

Concordo. Tem que fazer essa operação na serra.

Anônimo disse...

Onde se pode saber o nome das empresas atingidas pela operação? A população tem o direito de saber.

Anônimo disse...

Onde se pode saber o nome das empresas atingidas pela operação? A população tem o direito de saber.

Anônimo disse...

Tem é que trabalhar, NÃO TEM QUE INSTALAR SONEGÔMETRO que é um atestado da própria incompetência, ou desleixo.