Artigo, Darcy Francisco Carvalho dos Santos, Jornal do Comércio - Cortar na carne sem aumentar impostos?

Há um ditado que diz que casa onde falta pão todos brigam e ninguém tem razão. Sempre se ouve dizer que os governos, em vez de cortarem na carne, aumentam impostos, o que é uma verdade apenas parcial, porque a despesa pública, na sua quase totalidade, é incomprimível, por várias razões. Grande parte da despesa aumenta automaticamente quando aumenta a receita. É a vinculação. Outra parte provém de indexação, o que faz com que uma despesa aumente porque outra aumentou. E outra parcela decorre da natureza da despesa, como os gastos com pessoal, que são incomprimíveis, devido à estabilidade e à Previdência Social. 

Na União, onde 72% da arrecadação é vinculada à seguridade social e ainda apresenta alto déficit, 90% dela é carimbada. 

No Estado, o atual governo faz ajuste severo há três anos, e, se não aderir ao Plano de Ajuste Fiscal da União, o déficit será de R$ 5 bilhões a partir de 2018. Isso ocorre porque para cumprir tudo o que está na Constituição e diante da rigidez das demais despesas, a arrecadação líquida é superada em 15%

CLIQUE AQUI para ler tudo.

8 comentários:

Unknown disse...

SIMPLES ASSIM:
Cálculo Atuarial em tudo... o que for sustentável, paga... o excedente faz Precatório e paga quando o Estado puder!!!

Anônimo disse...

A correção demanda coragem, determinação e transparência.

Ariel disse...

Não acho justo cortar na carne, cortem apenas nas gorduras e logo, logo estaremos entres as maiores economias do planeta!

Anônimo disse...

06/2017
Darcy Francisco Carvalho dos Santos.
Situação: inativo.
Data de ingresso 1991.
Auditor de finanças públicas.
Remuneração Bruta: R$ 37.371,82
Total líquido: R$ 28.284,15
Fora os quase 7 mil só de função gratificada incorporada. Chega a ser imoral um aposentado ganhar oara ser chefe. E com aposentadoria integral por 25 anos de trabalho. Daí não a estado que aguente.

Anônimo disse...

em pais seŕio esta tigrada nem se cria

Anônimo disse...

Polibio me explica isto, como pode um func.público inativo se aposentar ganhando 35 mil por més ? como pode? qualé a magica? qualé?

Anônimo disse...

Esse darcy é um safado. Economista de botequim. Lixo

Anônimo disse...



Se eu ganhasse R$ 37.371,82 estaria muito preocupado que o estado quebre. Ai quem vai me pagar esta aposentadoria fora da realidade.